conecte-se conosco


Meio Ambiente

Assenor promove ação na Semana do Meio Ambiente em São Mateus

Publicado

em

SÃO MATEUS (ES) – A Associação Empresarial do Litoral Norte do Espírito Santo (Assenor) lançou no último sábado (01) a nova fase do Projeto Água na Mesa, com o plantio de mudas nativas da Mata Atlântica no entorno da nascente do Forno Velho, na divisa dos bairros Carapina e Jaqueline, conhecida como Bica da Lilita, propriedade de Joselita dos Santos Nascimento. O evento marou o Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado nesta quarta-feira (5), com participação maciça de crianças, jovens e adolescentes acompanhados por familiares. Também se fez presente o 7º Grupo de Escoteiro Agenor de Souza Lé, que realizou em São Mateus o 28º Mutirão Nacional Escoteiro em Ação Ecológica (MutECO), com o tema Escotismo: uma aventura saudável.

De acordo com a Assenor o projeto tem apoio de instituições públicas e privadas como Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Corpo de Bombeiros, 7º Grupo Escoteiro Agenor de Souza Lé, Cáritas Diocesana, Projeto Araçá, Ufes, FVC, Comitê da Bacia do Rio Cricaré, Idaf, Incaper, Lions Clube de São Mateus, Sindicato Rural, Emflora, Suzano Papel e Celulose, Conselho de Segurança da Região dos Quilômetros, Conselho de Segurança de São Mateus, Polícia Ambiental, Crea, OAB, Coopbac, dentre outros.

O empresário Natanagildo Beltrame, o Natal, explicou que o Projeto Mata Água na Mesa veio a partir do Comitê de Meio Ambiente implantado pela Assenor e agora coroado com êxito, com a participação neste sábado das pessoas e entidades que se prontificaram em ajudar no evento de grande importância para a conscientização da preservação das matas e nascentes, como ocorreu na Bica da Lilita.

Natan foi mais além ao adiantar que o projeto tem por finalidade um trabalho de conscientização para a importância da preservação de mais de três mil nascentes no município de São Mateus. “Teve início na microbacia do Rio Preto, por ser uma das maiores e mais importantes”, explica, adiantando que já foram feitas visitas a 25 nascentes e seus proprietários, com a proposta de dar início a este trabalho realizado no sábado.

O presidente da Assenor adiantou ainda que para este mês já há pelo menos outros dois plantios de árvores, sendo um nesta quarta-feira (5) às 9 horas no Cerimonial Green Park, no Rio Preto, e numa propriedade rural no dia 22 ou 29.

Veja imagens do evento:

 

Leia mais:  Barragem em Barão de Cocais deve se romper ainda neste final de semana

Comentários do Facebook
publicidade

Meio Ambiente

Gincana retira mais de 215 mil tampinhas plásticas do meio ambiente

Publicado

em

A ação é realizada desde 2017 pelo Sindiplast-ES com o objetivo de estimular a consciência ambiental entre estudantes da rede Sesi-Senai

Mais de 1,5 toneladas de tampinhas plásticas foram recolhidas do meio ambiente durante a gincana Tampinha Legal, promovida pelo Sindicato da Indústria de Material Plástico do Estado do Espírito Santo (Sindiplast-ES), em parceria com a Findes e a rede escolar Sesi-Senai. A quantidade equivale a 215.555 unidades do produto. As tampinhas serão negociadas com uma empresa de reciclagem e o valor doado para o Instituto Goiamum, que atua na recuperação e preservação do meio ambiente, além de difundir a educação ambiental com a sociedade.  

Os vencedores da competição foram o Centro de Educação Básica e Profissional Henrique Meyerfreund, do Sesi Civit, que arrecadou 227,8 kg do material, e o Centro de Educação Profissional Helcio Rezende Dias, o Senai Araçás, que recolheu 116.820 kg. Eles foram anunciados no dia 28 de outubro, na solenidade de abertura da 12ª Semana do Plástico, na Findes.

O Tampinha Legal é o maior programa socioambiental de caráter educativo do segmento do plástico da América Latina. Foi lançado nacionalmente em 2016, e trazido para o Estado pelo Sindiplast-ES como gincana, em 2017. Em três anos, já foram recolhidas mais de 4 milhões de tampinhas pelos participantes da competição. A iniciativa deu tão certo, que já faz parte das ações pedagógicas das unidades da rede de ensino Sesi-Senai, com a coleta de tampinhas sendo realizada durante todo o ano pelos alunos.

“Cada turma ficou responsável por coletar as tampinhas e divulgar para a comunidade escolar a importância do projeto que vai além da reciclagem. A competição saudável entre os estudantes contribui de maneira significativa para a conscientização de que o plástico não é um inimigo da sociedade, e que seu uso consciente e sua reutilização fazem toda diferença para a sociedade”, destaca o diretor do Centro de Educação Profissional Helcio Rezende Dias, o Senai Araçás, Gilberto Menezes.

A gerente regional responsável pelo Sesi Civit, Poline Fernandes Fialho, ressalta que os alunos contaram com o apoio da comunidade do entorno. “Eles se organizaram por conta própria e distribuíram informações no comércio da região para fazerem a coleta das tampinhas”, comenta.

Tampinhas recolhidas formam montanha plástica na Escola Senai do Plástico

O produto arrecadado durante a gincana Tampinha Legal está concentrado na Escola Senai do Plástico. Quem passa pelo local, já observa a montanha de plásticos que se formou e que agora será novamente matéria-prima para a indústria do setor após a reciclagem.

O presidente do Sindiplast-ES, Jackley Maifredo, destaca que no Espírito Santo, as indústrias de Transformados Plásticos que praticam a economia circular são capazes de retirar toneladas de resíduos plásticos por ano do meio ambiente, reinserindo o material na cadeia produtiva em forma de novos produtos.

“O incentivo à prática da economia circular e o consumo consciente são pautas defendidas e trabalhadas pelo Sindiplast-ES no Espírito Santo. Acreditamos que o caminho para o desenvolvimento sustentável não está imagem do plástico como vilão, mas sim na educação ambiental e no incentivo à indústria de reciclagem”, afirma.

Jackley Maifredo acrescenta que a parceria do Sindiplast-ES com o Instituto Goiamum, por meio da doação do valor arrecadado com a venda das tampinhas recolhidas na gincana, visa impulsionar o trabalho da Organização Não Governamental (ONG) nos processos de educação ambiental e de gestão de recursos naturais. 

Segundo o fundador e ambientalista do Instituto Goiamum, Iberê Sassi, a organização foi a primeira ONG do Estado a defender a questão do descarte correto do plástico. “Vamos continuar trabalhando na questão da limpeza dos mares, mas também promover ações de educação ambiental para que o plástico seja destinado aos locais corretos”, finaliza.

Comentários do Facebook
Leia mais:  Batalhão de Polícia Militar realiza ação de Educação Ambiental em São Mateus
Continue lendo
Nacional1 minuto atrás

Com ‘alvos mais ricos’, falso sequestro vira principal opção para quadrilhas

arrow-options Reprodução É de dentro do presídio Romeiro Neto, em Magé, que saem as ligações criminosas “O telefone aqui é...

Nacional1 minuto atrás

Sequestrado e morto pelo próprio pai, menino é identificado por exame de DNA

arrow-options Reprodução Ao ser preso, homem confessou ter matado o filho de apenas um ano Um exame de DNA confirmou...

Nacional1 minuto atrás

Rio de Janeiro foi estado com mais pessoas trans assassinadas no Brasil em 2018

arrow-options Divulgação Matheusa foi uma das pessoas trans assassinadas no Rio de Janeiro em 2018 Em números absolutos, o Rio...

Economia13 minutos atrás

Vida nova? 6 dicas para mudar (ou entrar) em uma carreira diferente em 2020

arrow-options shutterstock Retomada na economia pode moivar uma mudança de carreira em 2020 Depois de  chegar a um contingente de...

Política13 minutos atrás

CPIs se reúnem nesta semana na Ales

Nas atividades da Casa previstas para a semana haverá reuniões de duas Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs): a que investiga...

Política13 minutos atrás

Entrevista de Xambinho vai ao ar nesta segunda

O mais jovem deputado estadual da atual legislatura, Alexandre Xambinho (Rede), é o entrevistado desta segunda-feira (9) do programa Com...

Estadual1 hora atrás

Manifestação interdita BR-101 na Serra

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o protesto começou por volta das 4h30 Uma manifestação de um grupo de cerca...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana