conecte-se conosco


Tecnologia

Zenbook 14 tem desempenho rápido, mas tela fica devendo; confira nosso review

Publicado

em

Olhar Digital

Após um tempo sem trazer os zenbooks para o Brasil, a ASUS volta a trazer a sua linha de ultrabooks para o nosso país com o Zenbook 14. O novo aparelho chama a atenção de todos que o veem por conta de seu visual procura aliar uma configuração robusta, enquanto se mantém pequeno e fino o suficiente para ser levado a qualquer lugar.

Leia também: Como fazer um vídeo bombar nas redes sociais? Especialista dá 6 dicas

O Olhar Digital recebeu uma das unidades deste aparelho para fazer a sua análise e contar as suas impressões. A seguir, confira em detalhes o que nós achamos do novo Zenbook 14 da Asus.

Acabamento do Zenbook 14

Review do Zenbook 14
Reprodução/Olhar Digital
Acabamento do Zenbook 14 é um dos destaques do aparelho

Um dos grandes destaques da linha Zenbook da Asus sempre foi seu acabamento premium, onde as cores dos produtos acabam se destacando em um visual simples e elegante ao mesmo tempo. O Zenbook 14 não é exceção à regra e também faz bonito neste sentido.

O Olhar Digital teve acesso ao aparelho em uma cor prateada, sendo que sua superfície só traz o logo da Asus estampado. Já nas laterais estão as suas entradas USB, saída para alimentação de energia e porta HDMI para conexão a outros aparelhos, o que acaba deixando a sua parte traseira livre de qualquer item.

Leia também: “Harry Potter: Wizards Unite” estreia com resultado (bem) abaixo do esperado

Já ao abrir a tampa do notebook , o primeiro item a ser notado é a sua caixa de som, que tem uma cor levemente diferente do resto do produto. Isto, no caso, serve para dar um destaque ao sistema de som implementado aqui, que faz parte da Harman Kardon e que será comentado mais abaixo.

Review do Zenbook 14
Reprodução/Olhar Digital
Caixa de som do Zenbook 14 vem em uma cor diferente

Outro destaque que só pode ser notado quando o Zenbook está ligado fica por conta do seu teclado numérico localizado no mesmo local do touchpad, sendo aceso por LED e dando um visual bonito ao produto. Ainda na questão de luzes, outro detalhe bonito e acertado pela Asus fica para o backlight das teclas do teclado, que é bem discreto, mas funcional.

Review do Zenbook 14
Reprodução/Olhar Digital
Teclado numérico do Zenbook 14 fica no mesmo lugar do touchpad

Desta forma, o Zenbook 14 acaba tendo as proporções de 31,9 cm x 19,9 cm x 1,59 cm (largura, comprimento e espessura), tendo o seu peso em torno de 1,19 kg.

Leia mais:  Órgãos públicos usam inteligência artificial para combater corrupção

Tela do Zenbook 14

Review do Zenbook 14
Reprodução/Olhar Digital
Tela do Zenbook 14 tem 14 polegadas e resolução Full HD (1920 x 1080 pixels)

Apesar da Asus apostar em uma tela sem bordas, devido à câmera que fica na parte superior dela, é possível notar tais bordas no aparelho, que lhe tiram um pouco de área utilizável, mas isto não chega a ofuscar o charme do produto. Assim, a tela acaba tendo o tamanho de 14 polegadas e traz a resolução Full HD (1920 x 1080 pixels).

Para a maioria das tarefas a serem executadas, o tamanho da tela e a sua qualidade são realmente boas, com cores bem fiéis. Entretanto, algo que pode incomodar é o fator da tela não possuir um brilho e nem um contraste muito alto.

Leia também: Edição de “Game of Thrones” do Galaxy Fold custa, acredite, mais de R$ 31 mil

Na prática, durante a execução de aplicativos comuns isto pode até não ser um problema. Mas, por conta deste brilho relativamente baixo mesmo quando utilizado no máximo, assistir a um filme mais escuro ou até mesmo vídeos comuns pode ser decepcionante pois o reflexo do ambiente predominará sobre o que você deveria estar assistindo ou vendo.

Review do Zenbook 14
Reprodução/Olhar Digital
Ver um vídeo ou filme mais escuro pode ser decepcionante no Zenbook 14


Teclado e touchpad do Zenbook 14

Review do Zenbook 14
Reprodução/Olhar Digital
Em geral, teclado do Zenbook 14 é confortável

Assim como a maioria dos aparelhos de seu segmento, o Zenbook 14 traz um teclado com teclas ao estilo chiclete, ou seja, são teclas bem baixas. Enquanto isto, assim como mencionado anteriormente, este ultrabook tem um teclado numérico, mas que fica posicionado em seu touchpad, sendo projetado por LED.

Em geral, o teclado é bem confortável para o uso e, uma vez que me acostumei a ele, dificilmente enfrentei problemas como errar o que estava digitando. Algo elegante e que também é bem positivo fica por conta de o teclado ser retro iluminado, sendo fácil a sua utilização em ambientes mais escuros ou à noite.

Leia mais:  Mandou e se arrependeu? Aprenda a apagar mensagens do Facebook Messenger
Review do Zenbook 14
Reprodução/Olhar Digital
Teclado iluminado do Zenbook 14 ajuda em ambientes mais escuros

Já o seu touchpad apresenta alguns resultados mistos em relação ao seu funcionamento. Por exemplo, o touchpad é bem sensível aos movimentos, o que é algo bom, já que você consegue movimentar a sua seta pela tela sem grandes problemas. Entretanto, os cliques feitos por toque não são reconhecidos na maioria dos casos.

Em compensação, o teclado numérico do notebook funciona surpreendentemente bem, tendo poucos erros de reconhecimento dos seus números. Algo que não chega a ser um contra, mas que você deve ficar atento, é para desligar o teclado numérico na hora que ele não está em uso, já que é bem comum apertar algum número acidentalmente.

Especificações do Zenbook 14

No que diz respeito à parte técnica, o Zenbook 14 traz uma configuração potente, sendo indicado mais para pessoas que precisam de um computador para trabalho. Assim, veja abaixo as especificações completas do produto:

  • Processador Intel Core i7-8565U
  • Tela NanoEdge de 14 polegadas FullHD (1920 x 1080 pixels)
  • Placa gráfica Intel 620 UHD
  • 8 GB de memória LPDDR3 de 2133 Mhz
  • 256 ou 512 GB de espaço para armazenamento via SSD PCIe 3.0
  • Wi-Fi Gigabit Dual Band e Bluetooth 5.0
  • Câmera 3D com sensor Infravermelho HD
  • Som estéreo ASUS SonicMaster certificado por Harman Kardon
  • Microfone compatível com suporte para a Cortana e a Alexa
  • Bateria de lítio de 50Wh com autonomia de até 13 horas
  • 1 porta USB 3.1 Tipo-C segunda geração, 1 porta USB tipo-A, 1 porta USB 2.0, entrada HDMI, entrada para fone de ouvidos e um leitor de cartões microSD

Perfomance e desempenho do Zenbook 14

Como foi dito acima, graças a essa configuração, o computador consegue entregar um bom desempenho para a utilização da maioria de programas de escritório, como navegadores, suíte office e players de vídeo. Entretanto, programas que requisitam mais desempenho de uma placa de vídeo, acabam sofrendo devido à placa de vídeo gráfica integrada.

Apesar de não ser um contra, já que este não é o seu propósito, é necessário ressaltar que este ultrabook não é recomendado para jogos, já que ele não terá um bom desempenho neles. Além disto, um fator positivo é que mesmo ao utilizar o produto por horas, ele praticamente não esquentou e o seu sistema de ventilação e é extremamente silencioso, um ponto onde a Asus realmente caprichou.

Leia mais:  WhatsApp deixará de funcionar em alguns celulares; saiba se o seu está na lista

Algo que realmente surpreende no Zenbook 14 é a velocidade do sistema para carregar graças ao seu SSD Pcie, que leva apenas 8 segundos entre apertar o botão de ligar e já estar dentro do Windows. Quanto aos programas que são instalados nele, essa mesma velocidade é mantida, mostrando que esse SSD foi mais um ponto acertado pelo Asus.

O único contra em relação ao sistema fica mesmo por conta do número de aplicativos pré-instalados pela Asus. Vindo com 8 GB de memória RAM, o notebook consegue oferecer um bom desempenho para praticamente qualquer tarefa, entretanto, tais programas pré-instalados consomem entre 30% a 40% da matéria total do aparelho.

Review do Zenbook 14
Reprodução/Olhar Digital
Zenbook 14 leva 8 segundos entre você apertar o botão de ligar até você estar no ambiente do Windows

É claro, que felizmente, a maioria desses programas podem ser desinstalados, mas alguns deles podem ser importantes, por interagirem com o hardware do aparelho. Já outros apps, como o Giftbox (uma loja de aplicativos) e o Mcafee Livesafe se demonstram desnecessários, uma vez que o próprio Windows 10 conta com soluções deste tipo.

Bateria do Zenbook 14

Mais um ponto em que a Asus acertou fica por conta da bateria, que possui uma autonomia máxima de 13 horas. Nos testes realizados pelo Olhar Digital, foi possível utilizar o produto por aproximadamente dez horas, sendo que após este período a sua porcentagem se encontrava ainda em 10%.

Para os testes, não foi mudada nenhuma configuração da máquina, o que significa que foi utilizando o perfil de energia normal do Windows 10. Outra adição interessante ao produto, também fica por conta de sua porta USB tipo-C, que pode ser utilizada para a recarga do Zenbook.

Preço do Zenbook 14

O Zenbook 14 foi lançado oficialmente no Brasil no dia 25 de junho durante evento realizado pela Asus. O preço oficial sugerido para ele é de R$ 5,9 mil.

Conclusão

O Zenbook 14 da Asus é ultrabook indicado para pessoas que irão utilizá-lo no trabalho e que dependem de uma boa velocidade e resposta do sistema. Já para lazer, talvez ele não seja a opção mais indicada, uma vez que a tela dele, como visto acima, deixa a desejar para algumas tarefas.

Ainda assim, esta questão da tela pode ser relevada, uma vez que o notebook acaba compensando bastante no seu acabamento, que além de ser bem bonito, passa a sensação de resistência.

Desta forma, é possível afirmar que o Zenbook 14 é sim um bom produto e oferece um desempenho invejável. Entretanto, o seu preço de lançamento ainda pode ser considerado um pouco alto tendo em vista outras opções disponíveis.

Fonte: IG Tecnologia
Comentários do Facebook
publicidade

Tecnologia

FaceApp declara que não armazena fotos carregadas por seus usuários

Publicado

em

Olhar Digital

App se envolveu em polêmica após denúncia de que dados eram vazados arrow-options
Reprodução/Instagram
Assim como a Xuxa, outros famosos entraram na brincadeira e usaram o FotoApp para “ficar idoso”


Na última semana, o  FaceApp , aplicativo que promete criar selfies com filtros que envelhecem por meio de Inteligência Artificial, viralizou nas redes sociais. Porém, surgiram inúmeras preocupações acerca da privacidade, como o armazenamento de fotos nos servidores em nuvem da empresa, sem deixar claro para o usuário que o processamento não estava ocorrendo localmente, no próprio dispositivo.   

Leia também: Faceapp: aplicativo da moda pode roubar dados que você não imaginava

O aplicativo , administrado por uma uma startup russa, afirma que a maior parte do processamento necessário para potencializar os efeitos de embelezamento, gênero e aceleração de idade de seu aplicativo é realizado na nuvem, mas alega que carrega apenas as fotos selecionadas pelo usuários para edição. 

Testes de segurança também não encontraram evidências de que o aplicativo envia o rolo completo da câmera de um usuário.

Em posicionamento oficial, o FaceApp especifica que “pode” armazenar as fotos que os usuários escolheram carregar na nuvem por um curto período, justificando que isso é feito para “desempenho e tráfego” — como garantir que um usuário não faça uploads repetidamente da mesma foto para realizar outra edição. “A maioria das imagens é excluída dos nossos servidores dentro de 48 horas a partir da data de envio”, explica.

A empresa também afirma que nenhum dado do usuário é “transferido para a Rússia”, apesar de sua equipe de pesquisa e desenvolvimento estar localizada lá.    

Leia também: Faceapp: aplicativo da moda pode roubar dados que você não imaginava
Segundo o fundador do aplicativo, o processamento em nuvem é executado usando infraestrutura com base fora da Rússia. Seu fundador Yaroslav Goncharov disse utilizar os servidores da AWS (Amazon Web Services) e do Google Cloud , e acrescenta: “não vendemos nem compartilhamos dados de usuários com terceiros”. 

Leia mais:  WhatsApp remove contas responsáveis por disparo em massa de fake news

O FaceApp também diz que os usuários podem solicitar que seus dados sejam excluídos. Embora ainda não tenha uma maneira muito fácil de fazê-lo, o aplicativo pede que os usuários enviem solicitações de exclusão pelo próprio app móvel (” Configurações -> Suporte -> Informar um bug ” com a palavra ” privacidade ” na linha de assunto. A startup acrescenta que já está “trabalhando em uma interface melhor para isso”.

Reprodução

Fonte: TechCrunch

Fonte: IG Tecnologia
Comentários do Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Entretenimento9 minutos atrás

Ana Maria sobre parceria com Louro José: “O que eu não puder falar, ele fala”

Na última quinta-feira (18)  Ana Maria Braga foi a convidada de Tatá Werneck no programa “Lady Night”, exibido no Multishow...

Esportes9 minutos atrás

Argélia derrota Senegal por 1 a 0 e conquista Copa Africana de Nações

arrow-options AFC/DIVULGAÇÃO Riyad Mahrez, astro da Argélia Com um gol logo no começo da partida, a seleção da Argélia bateu...

Esportes9 minutos atrás

Goleiro Bruno deixa prisão em Varginha e cumprirá regime semiaberto

arrow-options Reprodução/EPTV Goleiro Bruno Após obter o direito à progressão ao regime semiaberto , o goleiro Bruno Fernandes deixou o...

Nacional9 minutos atrás

Bolsonaro em vazamento: “Dos governadores de ‘paraíba’, o pior é o do Maranhão”

arrow-options Marcos Corrêa/PR Bolsonaro chamou Nordeste de “Paraíba” Captada por microfones, uma declaração do presidente Jair Bolsonaro nesta sexta-feira (19) provocou reações...

Nacional9 minutos atrás

Ministro do Turismo tira licença para tratar de “assuntos particulares”

arrow-options Isac Nóbrega/PR – 30.5.19 Ministro do Turismo pediu licença do cargo O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio — assim como fez...

Versão Impressa32 minutos atrás

FA 1108 / 20 DE JULHO DE 2019

Comentários do Facebook Leia mais:  Mandou e se arrependeu? Aprenda a apagar mensagens do Facebook Messenger

Polícia Federal1 hora atrás

PF combate concussão e lavagem de dinheiro em Vila Velha/ES

Vila Velha/ES – A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (19/7) a Operação Endosso, com o objetivo de desarticular suposto esquema...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana