conecte-se conosco



Tecnologia

Xiaomi vai usar Mi Stores para vender seu próprio carro elétrico

Publicado

em


source
Lei Jun, CEO da Xiaomi
Reprodução/Youtube/Xiaomi

Lei Jun, CEO da Xiaomi

A Xiaomi vem se preparando para lançar o seu próprio carro elétrico . Enquanto isso, a companhia já está traçando planos para levar o novo produto aos consumidores: segundo a Reuters, a companhia pretende usar as suas lojas para vender o futuro automóvel. O primeiro modelo deve ser lançado a partir de 2024.

As novas informações dão uma prévia sobre a estratégia de vendas da marca. A agência de notícias informa que a companhia pretende usar as suas próprias lojas físicas como um canal para auxiliar na comercialização do futuro automóvel elétrico. Atualmente, a fabricante possui milhares de Mi Stores espalhadas pelo mundo.

Leia Também

As autoridades da China deram mais detalhes sobre a nova empreitada. Neste fim de semana, o governo local revelou que a Xiaomi vai abrir uma fábrica em Pequim com capacidade para preparar 300 mil veículos por ano. A expectativa é de que a produção em massa comece em 2024. Já a construção da planta acontecerá em duas fases.

Carro elétrico da Xiaomi será produzido a partir de 2024

Os novos detalhes batem com a expectativa de Lei Jun, CEO da Xiaomi. Em outubro, o executivo informou que a produção em massa do carro elétrico da marca será iniciada em 2024. O prazo também foi levantado pelo diretor internacional de marketing da companhia, Zang Ziyuan, em uma publicação na rede social chinesa Weibo.

A companhia ainda deu outros passos nos últimos meses para alcançar o seu novo objetivo. Em junho, a fabricante conhecida pelos celulares Mi, Redmi e Poco, wearables e afins abriu 20 vagas para expandir a sua própria área de carros autônomos. As oportunidades foram disponibilizadas em escritórios de Pequim, na China.

Lei Jun também informou que o primeiro carro da marca seria um sedan ou SUV. Os detalhes foram revelados em abril, poucos dias após a companhia anunciar um investimento de US$ 10 bilhões para o novo setor. “A companhia irá constituir uma subsidiária integral para operar o negócio de veículos elétricos inteligentes”, afirmaram.

Comente Abaixo
Estadual4 minutos atrás

Índice de calor em cidades do ES pode chegar a 40°C

Segundo registros nas estações meteorológicas do Incaper e do INMET, o estado tem registrado dias quentes desde o início da...

Saúde9 minutos atrás

Fiocruz submete novo teste de covid-19 à Anvisa

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) informou hoje (19) que finalizou o desenvolvimento de dois novos testes moleculares para o diagnóstico...

Policial9 minutos atrás

Policiais da 14ª CIA IND realizam sonho de menino de quatro anos

Na tarde dessa terça-feira (18) a sede da 14ª Cia Ind foi palco da realização de um sonho. Mas tudo...

Saúde10 minutos atrás

Cidade que teve vacinação em massa não tem nenhum paciente em UTI

 A cidade de Botucatu (SP), que recebeu vacinação em massa contra a covid-19 em maio e agosto do ano passado,...

Saúde10 minutos atrás

Covid-19: internações de menores de 18 anos em UTI sobem 61% em SP

Entre novembro do ano passado e janeiro deste ano, a internação de menores de 18 anos com covid-19 em unidades...

Economia10 minutos atrás

CEO que demitiu 900 pelo Zoom volta, após “refletir sobre liderança”

Divulgação/Better.com CEO que demitiu 900 pelo Zoom volta, após “refletir sobre liderança” Depois de ser afastado por demitir 900 pessoas...

Carros e Motos10 minutos atrás

JAC E-J7: guiamos o novo sedã elétrico  que competirá com Audi e BMW

Guilherme Menezes/ iG Carros JAC E-J7: Elétrico poderá ser comparado tanto com os sedãs premium de entrada, quanto com os...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!