conecte-se conosco


Política

Witzel manda Polícia Civil do RJ investigar vídeo divulgado por Bolsonaristas

Publicado

em

source

Por ordem do governador Wilson Witzel (PSC), a Polícia Civil do Rio abriu inquérito para investigar a origem de um vídeo que está se disseminando pelas redes sociais e que usa uma montagem para atacá-lo. O vídeo usa imagens de um filme norte-americano do ator Vin Diesel, com os diálogos alterados, para dizer que o governador se uniu à Rede Globo . O objetivo seria “destruir a imagem do presidente da República”, Jair Bolsonaro .

Leia também: “Não tenho bandido de estimação”, diz Witzel sobre vazamento no caso Marielle

Wilson Witzel arrow-options
Tomaz Silva/Agência Brasil

Governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC)

Não há evidências de autoria do material. O vídeo diz que a Globo “está quebrando”, porque o presidente “não está mais liberando dinheiro” para a emissora. Apresenta ainda uma gravação da voz de um homem não identificado que diz ter recusado oferta financeira para viralizar conteúdos “denegrindo a imagem” de Bolsonaro. E afirma que agora Witzel vai “liberar dinheiro” para a empresa.

A informação sobre a abertura da investigação foi divulgada pela Folha de S.Paulo e confirmada pelo jornal O Estado de S. Paulo . A assessoria do governador, porém, não quis comentar o conteúdo do material. A investigação será feita pela Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática.

Leia também: Bolsonaro diz que Witzel “manipulou” processo que trata do caso Marielle

O vídeo circulou após a divulgação, pelo “Jornal Nacional”, de reportagem afirmando que, no dia do assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes, o ex-PM Elcio Queiroz foi de carro até o Condomínio Vivendas da Barra para buscar outro ex-PM, Ronnie Lessa. Ambos sairiam dali para cometer o duplo homicídio, horas mais tarde.

Na portaria, segundo registrado em livro, Elcio pediu ao porteiro para ir à casa 58, que é de Bolsonaro. “Seu Jair”, segundo o funcionário, liberou a entrada. Elcio foi para a casa 65/66, onde morava Ronnie. O porteiro, que teria visto pelo circuito interno que o visitante ia para lugar diferente do que dissera, teria feito nova consulta com a casa 58. Lá “Seu Jair”, pelo comunicador, teria dito saber para onde o visitante ia. Bolsonaro, na época deputado federal, estava am Brasília e nega ter falado com Elcio.

Leia mais:  Novo partido de Bolsonaro diz que irá combater ‘degradação moral’

O empregado confirmou, em dois depoimentos do Ministério Público do Rio , o incidente que anotara. Com base em perícia apenas nas gravações das comunicações da casa 65/66, o MP declarou que quem liberou a entrada foi Ronnie e declarou que o porteiro, cujo nome é mantido em sigilo, mentiu.

Leia também: Witzel rebate Bolsonaro: “Fui atacado injustamente”

Eleito após associar sua imagem à família Bolsonaro – em especial ao do então candidato, depois eleito senador, Flávio Bolsonaro (PSL) -, Witzel está em conflito com o presidente da República. Os dois querem concorrer à Presidência em 2022 e disputam o eleitorado de direita. A relação estremeceu de vez quando Jair Bolsonaro acusou Witzel de vazar a investigação do caso Marielle Franco para supostamente atingi-lo.

A reportagem procurou a Rede Globo , que ainda não havia se pronunciado sobre o vídeo até a publicação desta matéria.

Comentários do Facebook
publicidade

Política

Líder do PT foi o parlamentar que mais gastou verba do Senado em 2019

Publicado

em

source
Senado arrow-options
Marcos Oliveira/Agência Senado

Plenário do Senado

Locomoção, hospedagem, alimentação, contratação de serviços, verba para aluguel de imóveis, passagens aéreas. Os gastos de um senador no Brasil com esse tipo de serviço variam, atualmente, de R$ 0 a mais de R$ 600 mil por ano. Em 2019 não foi diferente. Humberto Costa (PE), líder do PT na Casa, foi o parlamentar que mais gastou no ano passado: R$ 607.404,64. Por outro lado, Paulo Albuquerque (PSD-AP) não usou da verba.

Estes ‘privilégios’ estão inclusos na chamada Cota para Exercício da Atividade Parlamentar (CEAPS), um recurso que varia entre R$ 25 mil e R$ 41 mil mensais disponibilizados para cada um dos 81 senadores do Congresso Nacional.  O valor também é somado a uma outra verba,  utilizada para os gastos com viagens oficiais, correio e combustível. Além disso, os senadores ainda recebem o salário e auxílio-moradia ou imóvel funcional. 

O maior número de gastos de Humberto Costa foi com locomoção, hospedagem, alimentação e combustíveis: R$ 151.263,65, seguido de passagens aéreas, aquáticas e terrestres nacionais. Procurado pela reportagem, o senador afirmou que gasta porque trabalha, além de viajar ou mandar funcionários para cobrir a demanda da população em outros estados e no interior. O parlamentar disse ainda que o preço da passagem de avião “aumentou violentamente”. 

Líder do PT no Senado%2C Humberto Costa (PE) arrow-options
Waldemir Barreto/Agência Senado

Líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE)

“Eu gasto recurso porque trabalho e não recebo mesada de empresário, faço o que a legislação permite que eu faça. Se eu quisesse ficar sem fazer nada, não gastaria. Eu trabalho, estou viajando e prestando conta para a população, então não vejo problema”, argumentou. 

Telmário Mota (RR), líder do PROS, e Eduardo Braga (AM), líder do MDB, também foram os senadores líderes em gastos na Casa: R$ 552.755,06 e R$ 545.575,59, respectivamente. Por outro lado, os três que menos gastaram – além de Paulo Albuquerque – foram Prisco Bezerra (PDT-CE), com R$ 154,60, e Reguffe (PODE-DF), com R$ 500,23.

Leia mais:  Novo partido de Bolsonaro diz que irá combater ‘degradação moral’

Confira o ranking:



Correio é “vilão” de gastos no Senado

Dos milhões de reais gastos por ano no Senado, um se destaca: o valor gasto com correspondências. Em 2019, os 81 parlamentares gastaram R$ 1,89 milhão em verba pública nos Correios. Cada senador tem uma cota mensal destinada ao fim. Quanto maior a população do Estado pelo qual foi eleito e menor o indicador oficial de utilização da internet, maior a verba.

No ano passado, o campeão em gastos no Senado foi também o que mais utilizou o serviço: dos mais de R$ 600 mil gastos por Humberto Costa em 12 meses, R$ 134.874,12 foram para enviar cartas e pacotes. São R$ 528 reais por dia útil. Apenas no mês de junho, o senador gastou mais de R$ 44 mil com o envio de impressos e PACs.

Ciro Nogueira (PI), vice-líder do PP, ficou em segundo lugar em gastos com correio: R$ 110.918,62; seguido de Irajá (PSD-TO), que gastou 90.886,83.

correio arrow-options
Arquivo pessoal

Pacotes de Vade Mecum enviados do gabinete de Humberto Costa

Procurado pela reportagem,  o líder petista afirmou que 99,9% do que gasta com correspodnências é para enviar Vade Mecum – livro que traz a Constituição, códigos e leis brasileiras –  a estudantes e universidades. “Os estudantes pedem, o pessoal que faz concurso pede, eu mando pro interior, para outros estados”, afirmou. 

Apenas quatro senadores não registraram nenhum gasto com correio em 2019: Weverton (PDT-MA), Reguffe (PODE-DF), Jorge Kajuru (Cidadania-GO) e Paulo Albuquerque (PSD-AP). Por outro lado, os três que menos gastaram foram Oriovisto Guimarães (PODE-PR), que gastou R$ 5,40, Prisco Bezerra (PDT-CE), R$ 75,65, e Izalci Lucas (PSDB-DF), R$ 85,70. 

Leia mais:  Moro está ‘muito acima desse absurdo criminoso’, diz Santos Cruz

Comentários do Facebook
Continue lendo
Mulher1 minuto atrás

Não sabe por que foi traída? Veja o que pode levar à infidelidade

É fato: a infidelidade é uma realidade em muitos relacionamentos. Não são raros os casos de traição que abalam os...

Esportes1 hora atrás

Handebol do Egito é heptacampeão africano e Brasil vai a Pré-Olímpico

O Egito se sagrou heptacampeão do Campeonato Africano de Handebol Masculino na tarde deste domingo (26) ao derrotar a anfitriã...

Entretenimento2 horas atrás

Saiba quem é o novo namorado de Maraísa

Maraísa deixou recentemente o time de solteiras e o escolhido da irmã de Maiara acabou sendo revelado pela própria cantora...

Entretenimento2 horas atrás

Grazi Massafera almoça com Caio Castro e a filha Sofia em São Paulo

Grazi Massafera juntou Caio Castro e a filha Sofia para um almoço de domingo em São Paulo. O casal estava...

Entretenimento2 horas atrás

Morre o cantor e compositor Tunai, irmão de João Bosco, aos 69 anos

O cantor e compositor Tunai morreu na manhã deste domingo, de causas ainda não confirmadas, em sua casa, no Rio...

Economia2 horas atrás

Bolsonaro diz que proposta de reforma administrativa está quase pronta

arrow-options Antonio Cruz/Agência Brasil Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes O presidente Jair Bolsonaro declarou neste domingo...

Nacional2 horas atrás

Avó morre ao receber notícia do falecimento do neto, após acidente de moto

arrow-options shutterstock Acidente de moto tirou a vida de Leonardo Barbosa, de 18 anos; testemunhas dizem que rapaz perdeu controle...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana