conecte-se conosco


Nacional

Vladimir Putin analisa facilitar cidadania russa a todos os ucranianos

Publicado

em


putin
Presidência da Rússia
Vladimir Putin diz que governo analisa simplificar o processo de obtenção da cidadania russa para todos os ucranianos

O presidente da Rússia
, Vladimir Putin, afirmou, neste sábado (27), que seu governo analisa simplificar o processo de obtenção da cidadania russa para todos os ucranianos. A declaração surge poucos dias depois do Kremlin adotar medida que simplificou a concessão de passaportes russos aos residentes do Leste separatista da Ucrânia.

Leia também: Moro faz apelo para manter Coaf em sua pasta e diz que Guedes “não quer” órgão

“Estamos analisando outorgar a cidadania, mediante um processo simplificado, para todos os cidadãos da Ucrânia, não apenas aos residentes das repúblicas de Lugansk e Donetsk”, declarou Putin
à imprensa durante uma visita a Pequim, em uma referência às áreas separatistas apoiadas por Moscou.

A polêmica da concessão de nacionalidade russa a ucranianos vem dias depois de a Ucrânia
eleger como presidente o ator e comediante Volodimir Zelenski, que assumirá o cargo em junho e já pediu à comunidade internacional para aprovar mais sanções contra Rússia como resposta.

Leia também: Menina que teve 80% do corpo queimado em vazamento continua em estado gravíssimo

A União Europeia também criticou a medida, afirmando que constituía um ataque à soberania da Ucrânia. O conflito entre o governo ucraniano e rebeldes começou depois de Moscou ter anexado a península ucraniana da Crimeia em 2014. Desde então, a guerra já causou a morte de cerca de 13 mil pessoas, apesar de cessar-fogo assinado em 2015.

Leia também: PRF apreende meia tonelada de maconha que abasteceria comunidade no Rio

Putin
também disse querer saber qual a posição de Zelenskiy sobre o conflito no Leste da Ucrânia, afirmando ter a impressão de que o presidente eleito não implementaria os termos do acordo de paz assinado em Minsk em 2015. “Discutiria esta questão com ele com prazer, pois quero entender qual sua posição”, conclui o líder russo.

Leia mais:  Autoridades da Filadélfia apreendem 16,5 toneladas de cocaína em porto da cidade

Comentários do Facebook
publicidade

Nacional

Unicef: 32 crianças são assassinadas por dia no Brasil

Publicado

em

Em 2017, foram 11,8 mil mortes de crianças e adolescentes de 10 a 19 anos. Vítimas, em sua maioria, são meninos negros e pobres

Relatório sobre os direitos da criança apresentado pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) nesta terça-feira (12/11/2019) mostra que, por dia, 32 crianças e adolescentes de 10 a 19 anos são assassinadas no Brasil.

Em 2017, foram 11,8 mil mortes. As vítimas, em sua maioria, são meninos negros, pobres, que vivem nas periferias e em áreas metropolitanas das grandes cidades desprovidas de serviços básicos de saúde, assistência social, educação, cultura e lazer.

De acordo com o relatório do Unicef, que reúne dados de 10 capitais brasileiras, 2,6 milhões de crianças vivem em áreas diretamente afetadas pela violência armada.

Nos últimos 10 anos, o número de homicídios entre adolescentes brancos vem caindo, enquanto o de negros apresenta crescimento. Somente em 2017, os negros representavam 82,9% dos 11,8 mil casos de assassinato entre crianças e adolescentes de 10 a 19 anos no país.

“Reverter esse quadro é urgente. É preciso investir nos territórios mais vulneráveis, com políticas públicas de qualidade, voltadas a cada criança e a cada adolescente, em especial os mais excluídos. Temos que oferecer a eles um ambiente seguro em que possam desenvolver plenamente o seu potencial”, afirmou Florence Bauer, representante do Unicef no Brasil.

Saúde e educação
O relatório do Unicef ainda mostra que, atualmente, há quase 2 milhões de crianças fora da escola. Grande parte delas vem de família de baixa renda.

Além disso, há também crianças que estão na escola, mas com alto índice de reprovação. Em 2018, 3,5 milhões de estudantes de colégios estaduais e municipais foram reprovados ou abandonaram os estudos.

Na área de saúde, o documento chama atenção para a má nutrição. Por um lado, a desnutrição crônica caiu maciçamente, com exceção das crianças indígenas, que registraram uma taxa média de 30% entre os menores de 5 anos, índice que chega a quase 80% entre os Ianomâmis. De outro lado, o Unicef aponta que uma em cada três crianças brasileiras de 5 a 9 anos está com sobrepeso.


(*Metropoles)

Comentários do Facebook
Leia mais:  Tráfico da Rocinha ameaça moradores que jogam lixo na favela: “estamos de olho”
Continue lendo
Mulher3 minutos atrás

Fim de ano perfeito: como listas podem te ajudar na organização nesta época

Quando chega esta época do ano, muitas pessoas já começam a ficar ansiosas ao ver que os meses passaram mais rápido do que...

Internacional50 minutos atrás

Brics avançam na cooperação em Ciência e Tecnologia

Na extensa agenda da Cúpula dos Bric que ocorre esta semana em Brasília, os temas de Ciência, Tecnologia & Inovação...

Entretenimento1 hora atrás

Júlio passa por cirurgia em “Éramos Seis” e deixa sua família preocupada

Em “Éramos Seis”, a saúde frágil de Júlio (Antonio Calloni) deixará toda a sua família preocupada. Depois de ter tido...

Mulher1 hora atrás

Qual o signo mais buscado na web? Veja ranking e motivos para tanta curiosidade

Qual é o seu signo? Se você é aquele tipo de pessoa que se preocupa com astrologia, costuma ler o...

Mulher1 hora atrás

Horóscopo do dia: previsões para 13 de novembro de 2019

arrow-options Marcelo Dalla As mandalas são uma representação do mapa astral Veja também: Em que nível de evolução do seu...

Economia4 horas atrás

Tudo sobre o DPVAT:  o que é, quem utiliza e porque Bolsonaro vai acabar com ele

arrow-options Edson Lopes Jr/A2AD Todos os proprietários de veículos do Brasil pagam o seguro DPVAT, extinto pelo presidente por Medida...

Economia4 horas atrás

Desconto no seguro-desemprego pode chegar a 8,14% com novo programa do governo

arrow-options Divulgação Programa Verde Amarelo visa aumentar a abertura de vagas para jovens de 18 a 29 anos O governo...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana