conecte-se conosco


Tecnologia

Vivo tem outra falha de segurança ainda mais grave; entenda

Publicado

em

source

Olhar Digital

dados arrow-options
Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Outro vazamento de dados de clientes Vivo foi identificado


Na última segunda-feira (04), o Olhar Digital reportou com exclusividade uma falha de segurança no portal de serviços da Vivo que deixou exposto os dados de pelo menos 24 milhões de assinantes da operadora. O problema foi descoberto e identificado pelo grupo de pesquisadores WhiteHat Brasil. No dia seguinte, a própria Vivo reconheceu a falha e anunciou que havia resolvido a grave vulnerabilidade na plataforma de serviços “Meu Vivo”.

O problema é que nesta quinta-feira (07), uma nova denúncia anônima, feita mais uma vez com exclusividade ao Olhar Digital, mostrou que os dados dos clientes da Vivo continuam desprotegidos e abertos . Desta vez, segundo a denúncia, a falha está na API do serviço “Meu Vivo Fixo”. Segundo o pesquisador que encontrou a nova brecha, essa API é basicamente um banco de dados que retorna as informações dos usuários cadastrados no site da operadora.

Leia também: 24 milhões de clientes da Vivo têm seus dados vazados

A vulnerabilidade foi descoberta há mais de um mês. Na época, o usuario chegou a enviar um e-mail relatando com detalhes a falha para a operadora. Mas a Vivo ignorou o alerta. O problema persiste na plataforma e todos os dados dos clientes continuam vulneráveis e abertos . Em nota, a Vivo diz que está apurando o caso.

Também nesta quinta-feira, segundo o jornal O Estado de São Paulo , a Telefônica Brasil recebeu cobranças de esclarecimento por parte da Fundação Procon e da Agência Nacional de Telecomunicações, a Anatel . Os dois órgãos cobram explicações da operadora sobre o caso de vazamento de dados pessoais de seus clientes. A Telefônica tem 15 dias para responder. Com base no Código de Defesa do Consumidor, a multa pode chegar a R$ 10 milhões.

Comentários do Facebook
Leia mais:  Hoje é Dia Mundial do Emoji! Confira qual carinha é a mais utilizada no Brasil
publicidade

Tecnologia

Publicado

em

source

Olhar Digital

mavic mini drone DJI arrow-options
Reprodução/DJI

Novo drone da DJI cabe na palma da mão


DJI  anunciou nesta quarta-feira (13) o lançamento do drone compacto Mavic Mini no Brasil. Descrito como “quase tão leve quanto um smartphone”, o aparelho pesa apenas 249 gramas e vai custar R$ 4.049. Ele pode realizar filmagens estáveis em até 2,7K de resolução, tirar fotos em 12 megapixels e voar por até 30 minutos sem precisar recarregar. Além disso, não precisa de registro em inúmeros países.

O drone tem um design compacto , que permite ser dobrado para facilitar o transporte. Além disso, ele pode atingir velocidade máxima de até 47 km/h e conta com recursos de sensores visuais e planagem precisa com GPS , permitindo aterrisagens em locais fechados. As vendas começam na última semana de novembro e o produto tem um ano de garantia.

Leia também: Novo drone da DJI cabe na palma da mão; veja fotos


Câmera

A câmera do aparelho tem um sensor de 1/2,3 polegadas, lentes com abertura f/2,8 e estabilização triaxial para tirar fotos de 12 megapixels. No caso da filmagem, ela pode ser gravada em 2,7K a 30 quadros por segundo ou Full HD a 60fps em alturas máximas de 3.000 metros.

Também é possível realizar uma gravação em vídeo em HD de até 4 km de maneira estável, proporcionada pelo estabilizador triaxial.

Leia também: Estudo revela o que acontece se um drone cair na sua cabeça

Controle

controle drone mavic mini arrow-options
Reprodução/DJI

Controle do Mavic Mini se conecta via Wi-Fi


O controle tem o design simples, realizando a conexão com o drone via wi-fi e com um espaço para você deixar seu telefone e monitorar o voo pelo aplicativo da DJI Fly , disponível em Android e iOS .

Leia mais:  Manipulação nas redes sociais para fins políticos atinge 48 países

Ainda, o aplicativo DJI Fly dá aos usuários o acesso à rede social SkyPixel, onde membros podem compartilhar suas fotos e vídeos aéreos, criando uma “galeria” de locações na hora de se inspirar para gravar.

Peso e polêmica

drone mavic mini DJI arrow-options
Reprodução/DJI

Mavic Mini pode ser transportado facilmente


Uma das vantagens do Mavic Mini é a possibilidade de não ser registrado em algumas nações. Estados Unidos, Canadá, Austrália e alguns países da Europa normalmente exigem o registro de drones, mas consideram que aparelhos abaixo de 250 gramas são seguros e, portanto, não exigem o cadastro de dispositivos que se enquadram na categoria.

Contudo, no Brasil , a regulamentação da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) determina que regras mais leves sejam aplicadas apenas em drones com peso máximo de decolagem de até 250 gramas. No caso do Mavic Mini , qualquer protetor de hélice ou acessório pode aumentar o peso do dispositivo durante o vôo e implicar na necessidade de cadastro, que pode ser realizado no site da agência.

Comentários do Facebook
Continue lendo
Economia42 minutos atrás

Mega-Sena acumulada: veja resultado do prêmio 2208 deste sábado

arrow-options Paulo Pinto/Fotos Públicas Aposta mínima da Mega-Sena (seis números) custa R$ 4,50 e pode ser feita em qualquer casa...

Economia42 minutos atrás

Rodrigo Maia fala em votar reforma tributária em março de 2020

arrow-options Geraldo Magela/Agência Senado Presidente da Câmara dos Deputados ao lado do presidente do Senado Davi Alcolumbre; segundo Rodrigo Maia,...

Entretenimento42 minutos atrás

Giuliana Morrone, âncora da Globo, sofre grave lesão na perna

Neste sábado (16), Giuliana Morrone causou preocupação entre seus seguidores no Instagram ao declarar que teve um problema de saúde....

Entretenimento42 minutos atrás

Empresa pagará US$ 1 mil para quem assistir 24 filmes de Natal em 12 dias

Quem gosta de filmes românticos de Natal vai adorar saber que é possível ganhar dinheiro com isso. Uma empresa está...

Entretenimento42 minutos atrás

Quem é a mãe? Pedro Scooby será pai de novo, diz amigo

Após passar por uma situação de quase morte nos últimos dias, uma novidade positiva começou a rondar a vida de...

Entretenimento42 minutos atrás

Grávida do primeiro filho, Marília Mendonça se compara ao Shrek

Marília Mendonça está na reta final da sua primeira gravidez e anunciou esta semana que, por orientação médica, não vai...

Entretenimento42 minutos atrás

Justiça nega indenização a Kadu Moliterno em processo contra Luana Piovani

arrow-options Divulgação Kadu Moliterno entrou com um processo por danos morais contra Luana Piovani após declarações em vídeo, mas perdeu...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana