conecte-se conosco


Nacional

Vítima de feminicídio era forçada a comer fezes e ver vídeos de sexo

Publicado

em

Gutemberg Xavier Alves está foragido da Justiça. Ele é suspeito de matar Franciane Pedro e usar um homem com transtorno mental para sumir com partes do corpo

Rio – A Polícia Civil revelou, nesta sexta-feira, que Franciane Moizes Pedro, 27 anos, vítima de feminicídio em Miracema, no Norte Fluminense, era obrigada a comer fezes e assistir vídeos do companheiro Gutemberg Xavier Alves, 42 naos, que é soropositivo, fazendo sexo com outras mulheres. O homem é considerado foragido da Justiça pelo assassinato da jovem. 
Franciane, que era dada como desaparecida, foi morta e enterrada no quintal de casa por Gutemberg. Após a polícia ligar o radar e suspeitar de sua participação no desaparecimento da mulher, o homem desenterrou a vítima, cortou em pedaços e usou um homem com transtorno mental para sumir com as partes do corpo.
De acordo com Gésner Bruno, delegado responsável pelas investigações, pelo menos 20 depoimentos já foram colhidos. “Uma confidente da vítima contou que ela era obrigada a assistir aos vídeos de Gutemberg com outras e ele gabava de contaminar as mulheres com o vírus do HIV”, conta o delegado. Os vídeos não foram encontrados pela distrital. 
Gésner diz que o homem mentiu para a vítima no início do relacionamento. “Havia rumores na cidade de que ele era soropositivo. Um parente relatou que a alertou, mas Franciane disse que Gutemberg mostrou um exame para ela com o resultado negativo. No decorrer da relação, no entanto, ela descobriu que o companheiro havia mentido.”
Ainda segundo o delegado, Franciane disse para amigos que o companheiro também a obrigou a fazer uma tatuagem com a frase: “Gutemberg, eu te amo!”.
Após a repercussão do caso, uma mulher procurou a 137ª DP (Miracema) para relatar que foi estuprada por Gutemberg. A Polícia Civil investiga o caso. 
Relembre o caso
Em outubro, a ossada da vítima foi encontrada  em uma área de mata em Palma, no estado de Minas Gerais, que faz divisa com Miracema. 
Imagens de câmeras de segurança mostram Gutemberg deixando a casa acompanhado de um homem com transtorno, que carrega uma sacola azul, onde estariam partes do corpo da vítima. Em seguida, eles entram em uma garagem. 
Segundo aponta as investigações da Polícia Civil, o homem foi enganado por Gutemberg. Ele pensou se tratar de um cachorro morto. 
Quem tiver informações sobre o suspeito pode entrar em contato com a Polícia Civil por meio do Disque Denúncia, pelo número (22) 3822-1177 ou (21) 2253-1177. 

(*O Dia)

Leia mais:  “Ninguém recebe ou dá dinheiro sujo com cheque nominal”, afirma Bolsonaro

Comentários do Facebook
publicidade

Nacional

Unicef: 32 crianças são assassinadas por dia no Brasil

Publicado

em

Em 2017, foram 11,8 mil mortes de crianças e adolescentes de 10 a 19 anos. Vítimas, em sua maioria, são meninos negros e pobres

Relatório sobre os direitos da criança apresentado pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) nesta terça-feira (12/11/2019) mostra que, por dia, 32 crianças e adolescentes de 10 a 19 anos são assassinadas no Brasil.

Em 2017, foram 11,8 mil mortes. As vítimas, em sua maioria, são meninos negros, pobres, que vivem nas periferias e em áreas metropolitanas das grandes cidades desprovidas de serviços básicos de saúde, assistência social, educação, cultura e lazer.

De acordo com o relatório do Unicef, que reúne dados de 10 capitais brasileiras, 2,6 milhões de crianças vivem em áreas diretamente afetadas pela violência armada.

Nos últimos 10 anos, o número de homicídios entre adolescentes brancos vem caindo, enquanto o de negros apresenta crescimento. Somente em 2017, os negros representavam 82,9% dos 11,8 mil casos de assassinato entre crianças e adolescentes de 10 a 19 anos no país.

“Reverter esse quadro é urgente. É preciso investir nos territórios mais vulneráveis, com políticas públicas de qualidade, voltadas a cada criança e a cada adolescente, em especial os mais excluídos. Temos que oferecer a eles um ambiente seguro em que possam desenvolver plenamente o seu potencial”, afirmou Florence Bauer, representante do Unicef no Brasil.

Saúde e educação
O relatório do Unicef ainda mostra que, atualmente, há quase 2 milhões de crianças fora da escola. Grande parte delas vem de família de baixa renda.

Além disso, há também crianças que estão na escola, mas com alto índice de reprovação. Em 2018, 3,5 milhões de estudantes de colégios estaduais e municipais foram reprovados ou abandonaram os estudos.

Na área de saúde, o documento chama atenção para a má nutrição. Por um lado, a desnutrição crônica caiu maciçamente, com exceção das crianças indígenas, que registraram uma taxa média de 30% entre os menores de 5 anos, índice que chega a quase 80% entre os Ianomâmis. De outro lado, o Unicef aponta que uma em cada três crianças brasileiras de 5 a 9 anos está com sobrepeso.


(*Metropoles)

Comentários do Facebook
Leia mais:  O eclipse brasileiro que mudou o universo
Continue lendo
Internacional2 horas atrás

Jeanine Áñez se autoproclama presidenta da Bolívia em sessão sem quórum

arrow-options Reprodução/Twitter Senadora Jeanine Añez assumiu a presidência da Bolívia em sessão legislativa sem quórum nesta terça-feira (12). A senadora...

Internacional2 horas atrás

‘Golpe foi articulado por extrema direita racista’, diz chanceler da Bolívia

arrow-options Reprodução José Kinn Franco falou sobre a situação da Bolívia na Câmara dos Deputados O embaixador da Bolívia, José...

Estadual4 horas atrás

Inscrições abertas para vaga de estagiário conciliador no 3º Juizado Especial Cível de Serra

Estudantes de graduação em Direito podem enviar o currículo até o dia 22 de novembro. O 3º Juizado Especial Cível...

Estadual4 horas atrás

Negada indenização a gestante que havia optado por cesariana mas teve parto normal

Em análise do ocorrido, o magistrado verificou que não foi anexado aos autos qualquer laudo que indicasse a recomendação para...

Estadual4 horas atrás

Juiz de Vila Velha condena a mais de 26 anos de prisão os acusados de matar advogado

Latrocínio foi praticado, em julho de 2018, próximo à casa do criminalista e na frente de duas filhas e uma...

Estadual4 horas atrás

Justiça Estadual realizou mais de 3.400 audiências durante a Semana Nacional da Conciliação

Ao aderir à campanha do CNJ, o TJES preparou várias pautas concentradas, que aconteceram nas Varas e nos Centros Judiciários...

Entretenimento4 horas atrás

Ken Humano retira “tanquinho” falso e fica longe de parecer com boneco

Mesmo depois de já ter feito mais de 70 cirurgias, Rodrigo Alves, também conhecido como Ken Humano, decidiu se submeter...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana