conecte-se conosco


Educação

Veja o que fazer para ir bem na reta final de estudos para o Enem

Publicado

em

EduQC dá dicas de preparação e apresenta soluções para quem quer se destacar

SÃO PAULO (SP) – O candidato ao Enem, em sua maioria, está na transição para a vida adulta. A educação da criança e do jovem usa um modelo expositivo-passivo, em que o professor “transmite” o conhecimento ao aluno, mas neurologicamente não é assim que o ser humano aprende. Porém, de acordo com a EduQC, metodologia de estudo autodidata com base em inteligência artificial, a melhor forma de aprender é lendo sozinho.

É comum que se trate os conceitos de aluno e estudante como se fossem os mesmos, mas não são. “Aluno é quem assiste aula, estudante é quem estuda. Então, no fundo, todo estudante é autodidata. Quando estuda só, a velocidade de aprendizagem é, em média, mais que o dobro da do aluno em sala de aula”, explica Victor Maia, CEO da EduQC.

O especialista aponta que, para ter um aprendizado efetivo, o primeiro e principal ponto é assumir o protagonismo da preparação. Nenhum candidato se beneficia de aulas presenciais, se não tiver disciplina. Aulas expositivas são populares porque trazem ao aluno a sensação de aprendizagem, uma ilusão de competência. O aluno acompanha o raciocínio do professor, no entanto, ao tentar sozinho, não consegue repetir os passos e se frustra com o estudo. Porém, na verdade, o aprendizado só se dá nesse segundo momento.

O segundo é usar o tempo de forma racional. O candidato precisa dividir seu tempo entre as disciplinas, considerando a relevância na prova, a dificuldade de aprendizagem e suas proficiências. Ele deve estudar mais o que cai mais, o que ele sabe menos e o que é mais fácil de aprender. É raro que o estudante tenha esse tipo de autocrítica. Via de regra, seguem o fluxo dos cursos, o que é péssimo. Cada indivíduo tem um plano ideal e é impossível determinar isso isoladamente. Nós utilizamos inteligência artificial para, por meio de avaliações frequentes, alocar o tempo de estudo entre as disciplinas e também entre teoria, prática e revisão, de forma que o aluno siga a trilha dos ex-usuários mais bem sucedidos.

O CEO da EduQC aponta que, mesmo que a plataforma seja focada em quem busca estudar para concursos, o sistema também ajuda quem quer estudar para o Enem. Com um curso de português 100% gratuito (www.portuguesconcursos.com.br), incluindo toda a teoria e as questões, o candidato melhora sua proficiência com a disciplina e aprende a estudar de forma eficiente. Além de se preparar para quase um quarto das questões da prova do Enem, um português afiado é a chave para aprender as demais disciplinas e para fazer uma boa redação.

E agora, como estudar?

Muita gente cria planos de estudos que só funcionam no papel (que aceita qualquer coisa). A preparação ideal precisa ser persistente e exequível. Victor Maia aponta três condições para que isso aconteça:

1) Você precisa saber onde está e aonde vai;

2) Saber se está no caminho certo a todo momento;

3) Ter metas de estudo adaptadas ao seu conhecimento e à sua disponibilidade.

Segundo o especialista, agora, na reta final, o candidato já deve ter resumos próprios de todos os assuntos. Assim, a resolução massiva de exercícios passa a ditar quais conteúdos devem ser revisados. Ele deve, ao errar (ou não lembrar) uma questão, buscar a explicação nos seus resumos e só recorrer ao material didático formal caso não encontre. Com isso, o próprio material de revisão fica constantemente atualizado nos pontos mais importantes e que especificamente tem mais necessidade de revisar.

Como se preparar na véspera da prova?

Segundo Victor Maia, o ideal para o dia anterior à prova é descansar, praticar algum exercício físico, ir ao cinema… “Tudo o que precisava ser estudado, já foi. O corpo precisa de um descanso para conseguir processar tudo aquilo que já foi visto e ter disposição durante a prova, que é bastante extensa e cansativa. Então, o ideal é ingerir alimentos mais leves, ver um filme e praticar algum esporte”.

Além do curso de português, a EduQC atende as áreas administrativa, bancária, contabilidade, controle, diplomacia, engenharia civil, exame da OAB, fiscal, jurídica, legislativa, policial, tributária e T.I. Para cadastrar-se para esses planos basta acessar o site maquinadeaprovacao.com.br.

Sobre EduQC

Fundado em 2013 por Victor Maia e Jonas Fagundes, a EduQC é uma plataforma que utiliza inteligência artificial e metodologia exclusiva para aumentar as chances de aprovação em concursos públicos, identificando a proficiência dos candidatos em cada matéria e criando planos de estudo sob medida. A tecnologia está disponível para provas relacionadas a 10 áreas, incluindo Fiscal, Jurídica e Policial, e também para o Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). A empresa ainda oferece um serviço B2B destinado a universidades.

Comentários do Facebook
Leia mais:  Ministério da Educação libera R$ 1 bilhão para universidades, R$ 4,3 milhões para Ufes
publicidade

Educação

Mais de 17 mil estudantes do ES vão para a 2ª fase da Olimpíada Brasileira de Matemática

Publicado

em

Mais de 17 mil estudantes do Estado vão participar da 2ª fase da 15ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) 2019. São 8.966 estudantes da Rede Estadual, 6.586 das Redes Municipais, 487 da Rede Federal e 1.034 da rede privada, totalizando 17.073 classificados para a 2ª Fase da OBMEP 2019.

A lista de classificados para essa etapa foi divulgada pela OBMEP no último dia 05 e cerca de um milhão de estudantes de escolas públicas e privadas de todo o país devem fazer a prova em 28 de setembro.

Para conferir se estão classificados para a 2ª fase, os estudantes capixabas devem acessar o site da OBMEP e selecionar o município e a escola em que estão matriculados.

Em 2019, a maior Olimpíada de Matemática do mundo contou com 54.831 escolas participantes, localizadas em 99,71% dos municípios brasileiros, superando o número de instituições inscritas no ano anterior (54.498). A prova da primeira fase foi realizada por 18.158.775 estudantes.

Preparação

Desde junho, os estudantes da Rede Pública estão tendo a oportunidade de aprimorar, ainda mais, os conhecimentos em Matemática por meio do “Programa Matemática na Rede: preparando campeões”.

Coordenado pela Secretaria de Estado da Educação (Sedu), em parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo (Fapes) e a Coordenação Regional da OBMEP/ES, o Programa Matemática na Rede tem como objetivo identificar jovens talentos em Matemática, estimular a participação dos estudantes em olimpíadas científicas e tecnológicas, e fortalecer a aprendizagem a partir de aulas de aprofundamento de estudos e de atividades científicas.

Uma das ações do Programa Matemática na Rede é a oferta de aprofundamento de estudos para mais de mil estudantes do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental da Rede Pública por meio do Projeto de Iniciação Científica de Matemática. Esse projeto funciona em 38 Polos de Iniciação Científica de Matemática (PicMat), divididos em 34 municípios do Espírito Santo.

Nos PicMat, os estudantes são atendidos por professores orientadores presencialmente e virtualmente desde maio de 2017. Eles foram classificados por meio de um processo seletivo que contou com a participação de quase três mil alunos interessados.

Preparatório para os classificados

Como preparatório para a 2ª fase da OBMEP, qualquer estudante pode aprimorar ainda mais os seus conhecimentos em Matemática por meio do site do Matemática na Rede

www.matematicanarede.sedu.es.gov.br). São diversos conteúdos e ferramentas online de Matemática disponíveis para qualquer estudante e professor interessado em aprofundamento de estudos de Matemática.

OBMEP

Criada em 2005, a OBMEP é uma realização do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) com apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM) e recursos do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e do Ministério da Educação (MEC).

Neste ano, os estudantes da rede pública concorrerão a 6.500 medalhas (500 medalhas de ouro, 1.500 de prata e 4.500 de bronze). Além disso, os medalhistas que estiverem matriculados em escolas públicas em 2020 terão a oportunidade de participar do Programa de Iniciação Científica Júnior (PIC-OBMEP).

Quanto a premiação dos alunos das escolas particulares, a OBMEP destinará 975 medalhas (75 ouros, 225 pratas, 675 bronzes), além de 5.700 certificados de menções honrosas.

Mais informações podem ser obtidas no site: www.obmep.org.br.

Comentários do Facebook
Leia mais:  MEC adia prazo de comprovação de documentos do Prouni no ES
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Regional23 minutos atrás

Corpo carbonizado é encontrado em plantação de eucaliptos em Aracruz

Cadáver estava em estado de decomposição avançado; exame ainda apontará a causa da morte O corpo de um homem foi...

Agricultura27 minutos atrás

Fiscais Federais Agropecuários contribuem em ações de combate ao tráfico de drogas

O Ministério da Agricultura, através dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários, vem contribuindo nas operações de combate ao tráfico de drogas...

Agricultura27 minutos atrás

Ministra Tereza Cristina fará abertura de reunião de vice-ministros da Agricultura do Brics

Nesta quarta-feira (17), a ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento), acompanhada do secretário-executivo, Marcos Montes, dará as boas-vindas aos...

Agricultura27 minutos atrás

Capacitação visa aumentar compras da agricultura familiar para escolas e outros órgãos públicos

Servidores que trabalham com licitação, contratos e em área de nutrição voltados para a compra de alimentos destinados a instituições...

Agricultura27 minutos atrás

Preços de frutas e hortaliças ficaram mais baratos em junho, de acordo com a Conab

As frutas de maior consumo na mesa dos brasileiros como banana, laranja, melancia e maçã apresentaram queda nos preços no...

Saúde27 minutos atrás

384 casos de sarampo são confirmados de janeiro a julho no estado de São Paulo

De janeiro a 15 de julho deste ano, a Secretaria Estadual de Saúde confirmou 384 casos de sarampo no estado...

Saúde27 minutos atrás

Ministério da Saúde suspende fabricação de 19 remédios; confira a lista

Nas últimas três semanas, o Ministério da Saúde rompeu contratos firmados com laboratórios de produção de remédios que eram distribuídos...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana