conecte-se conosco


Mundo

Vaticano se posiciona e toma partido sobre ideologia de gênero nas escolas

Publicado

em

“homem e mulher os criou”,diz documento oficial da igreja.

O Vaticano se pronunciou a respeito do ensino da ideologia de gênero nas escolas através de um documento publicado pela Congregação para educação católica. O texto possuía o título de: homem e mulher os criou. Para uma vida de diálogo sobre a questão “gender” na educação.

No texto, O Vaticano discorre sobre a situação social atual e declara que estamos diante de uma emergência educativa que envolve os temas de afetividade e sexualidade. Com isso, mostrou o posicionamento da igreja católica no que diz respeito a essa Ideologia que afirma que as diferenças biológicas e sociais entre homens e mulheres não existem.

“A desorientação antropológica que caracteriza difusamente o clima cultural de nosso tempo, certamente contribuiu para desestruturar a família, com a tendência de cancelar as diferenças entre o homem e a mulher, consideradas como simples efeitos de um condicionamento histórico-cultural”, diz trecho.

A publicação dá ainda um breve resumo sobre uma visão geral acerca da ideologia de gênero.“apresenta uma sociedade sem diferenças de sexo e esvazia o fundamento antropológico da família”.

O Vaticano se mostrou  um tanto receoso  com os projetos escolares e as diretrizes legislativas que tentam impor essa ideologia. Entretanto, não deixou de defender a condição individual do ser humano e condenou veementemente a discriminação por origem, deficiência, religião, tendências afetivas,etc.“É um processo progressivo de desnaturalização ou distanciamento da natureza rumo a uma opção total para a decisão do sujeito emocional”.

“A antropo

Comentários do Facebook
Leia mais:  Após expulsão, PSL retira denúncia contra deputados que discutiram com Frota
publicidade

Mundo

Acre decreta emergência por causa de seca e incêndios florestais

Publicado

em

source
Comunidade Huwã Karu Yuxibu foi uma das atingidas pelas queimadas no Acre arrow-options
Comunidade Huwã Karu Yuxibu
Comunidade Huwã Karu Yuxibu foi uma das atingidas pelas queimadas no Acre


A escassez de chuvas e o crescente número de focos de calor motivaram o governo do Acre a decretar situação de emergência em todo o estado. Assinado pelo governador Gladson Cameli (PP), o Decreto nº 3.869 foi publicado no Diário Oficial do estado de hoje (23).

De acordo com o governo, o atual período de seca ainda deve se estender por mais três meses, causando a diminuição da umidade relativa do ar e do nível dos rios, o que potencializa os riscos de incêndios florestais. A situação também ameaça o sistema de abastecimento de água para a população.

Leia também: França e Irlanda declaram oposição a tratado com o Brasil por conta de queimadas

Historicamente, segundo ainda o governo, o maior número de focos de incêndios florestais é registrado durante os meses de agosto e setembro, mas os resultados já contabilizados desde o início do ano superam negativamente os verificados nos anos de 2010, 2016 e 2018, considerados os piores já enfrentados pelo estado.

No texto do decreto, o governo argumenta que “as queimadas descontroladas, os incêndios florestais e as concentrações de monóxido de carbono e material particulado na atmosfera estão acarretando agravos à saúde da população, principalmente nos grupos etários mais vulneráveis (idosos e crianças)”, exigindo a adoção de medidas capazes de mitigar “os desastres”.

Leia também: Governo estuda enviar Exército para combater queimadas na Amazônia

O decreto tem vigência de 180 dias. Durante esse período, o governo acriano pode adquirir, sem a necessidade da realização de licitações, os bens necessários às atividades de resposta à situação, bem como a prestação de serviços e a execução de obras relacionadas com a reabilitação dos cenários “dos desastres”, desde que possam ser concluídas no prazo máximo de 180 dias consecutivos e ininterruptos.

Leia mais:  Falso advogado publicava vagas de emprego para estuprar mulheres, diz polícia

A Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil poderá requisitar apoio técnico e logístico de toda Administração Pública estadual, direta e indireta, para prevenir, combater e controlar incêndios florestais e queimadas urbanas. Em casos de riscos iminentes, agentes da Defesa Civil estarão autorizados a entrar em qualquer residência para prestar socorro ou evacuá-la. Também poderão utilizar a propriedade para desenvolver atividades de enfrentamento a “iminente perigo público”.

Com o apoio da Secretaria de Meio Ambiente e do Corpo de Bombeiros, a Coordenadoria instituirá a chamada Sala de Situação, responsável por elaborar um diagnóstico da situação das queimadas e da ocorrência de chuvas nos municípios acrianos, além de articular a Rede Estadual de Gestão de Riscos Ambientais e elaborar e disponibilizar os boletins de focos de calor e de índices pluviométricos e fluviométricos e estabelecer o risco de fogo e reunir as informações e dados que sirvam para subsidiar a tomada de decisão por parte do poder público.

O Corpo de Bombeiros deverá mobilizar todo o efetivo disponível para atuar na operação de combate e controle de queimadas. Já o Batalhão Florestal da Polícia Militar atuará para reprimir ações criminosas ou que possam provocar incêndios florestais.

Fonte: IG Mundo
Comentários do Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Variedades10 minutos atrás

FA 1113 / 24 DE AGOSTO DE 2019

Comentários do Facebook Leia mais:  Encontro nacional de aeronaves reunirá mais de 200 participantes em São Mateus

Entretenimento2 horas atrás

Modelo leva fãs à loucura com tamanho do bumbum. Veja fotos

Aos 24 anos, a jovem possui mais de 10 milhões de seguidores nas redes sociais e atualiza seu perfil com...

Mundo2 horas atrás

Acre decreta emergência por causa de seca e incêndios florestais

arrow-options Comunidade Huwã Karu Yuxibu Comunidade Huwã Karu Yuxibu foi uma das atingidas pelas queimadas no Acre A escassez de...

Mundo2 horas atrás

Acompanhe ao vivo os protestos em defesa da Amazônia que acontecem pelo Brasil

Yago Sales / iG Manifestantes se reúnem em São Paulo em defesa da Amazônia Manifestantes em defesa da Amazônia se...

Mundo2 horas atrás

Criminalidade em São Paulo apresenta queda em julho

arrow-options Divulgação/PM A criminalidade em São paulo apresentou queda durante o mês de julho. Os principais indicadores de criminalidade do...

Mundo2 horas atrás

Manifestações pela Amazônia devem acontecer em mais de 70 cidades pelo Brasil

arrow-options Fotos Públicas Efeitos das queimadas na Amazônia são sentidos em diversas partes do País Mais de 70 cidades e...

Estadual2 horas atrás

Homem não aceita fim de relacionamento e agride ex com pé de cabra no ES

A ferramenta utilizada pelo agressor foi recolhida e será entregue ao Plantão da Mulher, em Vitória Uma mulher foi agredida...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana