conecte-se conosco



Estadual

Universidades vão apoiar e criar soluções para a reparação da bacia do rio Doce

Publicado

em

Foram selecionados 15 projetos de instituições de MG e ES, que receberão aporte de R$ 5,6 milhões para apoio a pesquisas

Quinze projetos de universidades de Minas Gerais e do Espírito Santo foram selecionados para pesquisar soluções para a recuperação das áreas impactadas pelo rompimento da barragem de Fundão. O resultado da seleção acaba de ser divulgado pela Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais (Fapemig).

No total, foram recebidas cerca de 40 propostas. Para as 15 aprovadas, a Fundação Renova vai fazer um aporte de R$ 5,6 milhões, direcionado a projetos de pesquisa com duração de até dois anos.

As iniciativas têm o objetivo de monitorar e gerar soluções inovadoras para as ações de reparação, uma contribuição fundamental do meio acadêmico nesse processo. Entre os aprovados, estão projetos que promovem o desenvolvimento sustentável, como a utilização do rejeito de barragem de minério para fabricação artesanal de tijolos para a construção de moradias, da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop), e o uso do rejeito sedimentado da bacia do rio Doce no desenvolvimento de componentes para a construção civil, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). 

Há projetos também na área de educação e cultura, como a implantação de uma rede de conhecimento e cooperação entre pesquisadores, alunos e moradores da bacia do rio Doce, da Universidade Federal de Viçosa (UFV), e ambiental, com o monitoramento do ecossistema em áreas com influência da foz, da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes).

O líder das ações de Economia e Inovação da Fundação Renova, Paulo Rocha, ressalta a importância do apoio ao desenvolvimento de pesquisas que tragam soluções conjuntas para os problemas enfrentados no processo de reparação: “Existe uma fronteira do conhecimento em vários temas e áreas em que a pesquisa científica é fundamental na busca por soluções. Entendemos que essa chamada vai nos dar a oportunidade de encontrar respostas que, seguramente, irão contribuir para esse processo”.

A seleção foi realizada por meio da Chamada 09/2018 – Pesquisa Desenvolvimento e Inovação, uma parceria entre a Fundação Renova, a Fapemig e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo (Fapes). O edital abrange financiamento em projetos de pesquisa de até R$ 1 milhão e com prazo de 24 meses para o desenvolvimento.

A chamada faz parte de um Acordo de Cooperação Técnica, firmado em maio de 2017, que prevê parcerias com as instituições para o fomento e financiamento de estudos que tenham como foco a recuperação das áreas impactadas pelo rompimento da barragem de Fundão, em Mariana.

Comentários do Facebook

Estadual

Emes promove curso ao vivo sobre revisão dos contratos de consumo e dever de renegociar

Publicado

em


.

A formação acontece no dia 10 de junho por meio de plataforma digital.

A Escola da Magistratura do Espírito Santo (Emes) promove, na próxima semana, mais um curso ao vivo para os integrantes do Poder Judiciário Estadual. Desde o início do regime de plantão extraordinário, estabelecido pelo Tribunal de Justiça, a Emes tem oferecido capacitações a distância relacionadas ao atual momento vivenciado pela sociedade.

No próximo dia 10 de junho (quarta-feira), das 8h30 às 11h30, juízas e juízes, servidoras e servidores, além de estagiárias e estagiários, se reúnem mais uma vez, por meio da plataforma eletrônica Cisco Webex Meetings, recomendada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), para uma transmissão ao vivo sobre a revisão dos contratos de consumo e dever de renegociar.

O curso tem como objetivo propiciar uma atualização sobre a revisão dos contratos de consumo diante da nova realidade jurídica e social, que surgiu diante da pandemia de Covid-19. O tema será apresentado pelo professor da Escola Paulista de Direito (EPD) e advogado Flávio Tartuce.

O instrutor vai abordar os seguintes tópicos: elementos do contrato de consumo; Teoria Geral dos Contratos de Consumo; Revisão dos contratos no CDC x revisão dos contratos no CC/2002; e, por fim, revisão dos contratos em tempos de pandemia e dever de renegociar.

As vagas são limitadas, de acordo com as especificidades da plataforma a ser utilizada.

Para se inscrever, clique aqui.

Vitória, 02 de junho de 2020

 

Informações à Imprensa

Assessoria de Imprensa e Comunicação Social do TJES
Texto: Elza Silva (com informações da Emes) | [email protected]

Maira Ferreira
Assessora de Comunicação do TJES

[email protected]
www.tjes.jus.br

Fonte: TJES

Comentários do Facebook
Continue lendo
Nacional1 hora atrás

“Lamento todos os mortos, mas é destino de todo mundo”, diz Bolsonaro

Agência Brasil Bolsonaro voltou a defender cloroquina em fala aos manifestantes: “é o que aparece no momento” Na manhã de...

Estadual1 hora atrás

Emes promove curso ao vivo sobre revisão dos contratos de consumo e dever de renegociar

. A formação acontece no dia 10 de junho por meio de plataforma digital. A Escola da Magistratura do Espírito...

Estadual1 hora atrás

Vítima de golpe por e-mail falso tem pedido de indenização negado em Aracruz

. A juíza entendeu que autor não tomou a devida cautela antes de enviar sua mercadoria ao falsário. Um homem...

Estadual1 hora atrás

3ª Câmara Cível mantém indenização de criança lesionada em desabamento de teto de creche

. O município de Serra foi condenado a indenizar a autora em R$8 mil, a título de danos morais, por...

Estadual1 hora atrás

1º Juizado Especial Cível de Serra adota medidas para dar celeridade aos processos

. Iniciativa leva em consideração os reflexos da pandemia de Covid-19. O 1º Juizado Especial Cível de Serra tem tomado...

Estadual1 hora atrás

Cejuscs utilizam nova tecnologia para realizar sessões de mediação online

. A plataforma MOL, específica para a mediação, permite a assinatura eletrônica e a gestão dos casos, entre outras ferramentas....

Internacional1 hora atrás

Reino Unido oferece visto a milhões de cidadãos de Hong Kong

Reprodução/StandNews A oferta do primeiro-ministro só entraria em jogo se a China avançar com novas leis de segurança que tiram...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!