conecte-se conosco



Saúde

UFF comprova ineficária de equipamento de proteção de dentistas

Publicado

em


.

A constatação de que o Brasil apresenta mais de 80 mil profissionais de saúde infectados pelo novo coronavírus e, a maioria, usa nos hospitais jalecos feitos de tecido não tecido (TNT) acendeu o alerta na cirurgiã-dentista e professora titular de Periodontia da Universidade Federal Fluminense (UFF), Eliane dos Santos Barboza.

Eliane resolveu fazer uma pesquisa para ver se os equipamentos de proteção individual (EPIs) disponíveis no mercado estavam de fato protegendo esses trabalhadores. A professora se juntou a outros dois professores e a alunos de pós-graduação e mestrado para testar a eficácia dos equipamentos de proteção individual (EPIs) de TNT para os dentistas. A conclusão é que não foi comprovada eficácia nos três tipos de gramaturas usados (40 gramas por metro quadrado g/m², 60g/m² e 80g/m²).

Simulação

“Nós simulamos, com manequim, uma pessoa sentada em uma cadeira odontológica e um profissional odontólogo fazendo os procedimentos de aerossol em uma posição de 12 horas. Na posição de 12 horas, a gente fica por detrás do paciente e recebe muito aerossol”. Essa simulação foi feita à média dos cinco profissionais, para dar uma noção de espaço, altura do manequim, tudo dentro dos princípios de ergonomia.

Uma superfície lisa simulou o corpo do profissional. A água foi tingida e Eliane acionou a caneta de alta rotação em posições padronizadas. O aerossol foi usado como se estivesse sendo feito um procedimento odontológico normal durante cinco minutos, “que é um tempo mínimo”. Conforme explicou, para fazer uma raspagem geral na boca de um paciente com ultrassom, que também gera aerossol, leva-se no mínimo, meia hora. Para fazer o procedimento de uma coroa leva-se mais de cinco minutos.

“Nós fizemos um tempo mínimo de trabalho e chegamos à conclusão que os três grupos de gramatura, tanto na sua forma simples como dobrada, todos passavam aerossol.

TNT impermeável

A pesquisa mostrou que o TNT mais simples passa o aerossol, tanto na forma simples como na dobrada. O que não passou foi o TNT de gramatura 80 dobrado. A questão é se passaria por mais de cinco minutos, porque ele não é impermeável, disse a professora da UFF.

A conclusão é que novas tecnologias têm de ser desenvolvidas ou que se busque usar TNT impermeável.

A professora da UFF explicou que só foi possível se enxergar o aerossol nos jalecos utilizados na primeira etapa da pesquisa devido ao uso dos corantes, que provocaram manchas nos equipamentos feitos com nãotecidos. “Quando a gente cora, visualiza esse aerossol todo, o que não faz com gotículas transparentes da água. Então, você sai dali, tira o seu jaleco e pensa que está protegido. Não está. Passou e foi para sua roupa”. O certo é o dentista usar um ‘scrub’ (uniforme) e trocá-lo a cada paciente. Segundo Eliane, será preciso mudar todos esses procedimentos nas clínicas dentárias e nas clínicas das faculdades. “A periodontia e a implantodontia já tinham um entendimento disso porque trabalham muito com sangue e com aerossol de ultrassom na limpeza de boca. O que ocorre é que agora todos estão em risco, porque na saliva está tudo contaminado e não se sabe se o paciente está com covid e é assintomático. Tem que ter proteção pessoal para fazer o procedimento”.

Segurança

Eliane quer orientar os colegas e a comunidade científica mundial sobre o que podem comprar para usar com segurança. Enquanto isso não ocorre, ela recomendou que os profissionais de odontologia usem uma capa plástica por baixo do jaleco descartável. “Aí não passa nada, nenhum microorganismo”.

A primeira parte da pesquisa já foi submetida ao jornal científico Frontier Dental Medicine que, por ser gratuito, vai possibilitar muitos acessos ao trabalho. “A minha preocupação neste momento é que muitas pessoas possam acessar esse trabalho, sabendo o que está acontecendo”.

O ideal é que usem um equipamento que não deixe passar o aerossol contaminado, além da máscara tipo ‘face shield’ (protetor facial feito de acetato). A trama do TNT é muito irregular e deixa passar os microorganismos, insistiu. “Por isso é chamado tecido não tecido”, observou. Se não for possível utilizar um tecido impermeável durante os procedimentos com aerossóis, reforçou que uma roupa de plástico associada a um EPI descartável deve ser usada, seguindo recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS).

A dentista Marisa Alves Costa já se antecipou, segundo informou à Agência Brasil. Ela faz uso constante de jaleco impermeável descartável de gramatura 40, 50 ou 60, no seu consultório odontológico, no Rio de Janeiro.

Edição: Bruna Saniele

Fonte: EBC Saúde

Comentários do Facebook

Saúde

ANS decide se testes para covid-19 continuam obrigatórios

Publicado

em


.

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) decide na próxima reunião de diretoria, marcada para amanhã (16), se o teste para detecção de covid-19 continua no rol de procedimentos obrigatórios dos planos de saúde. Os exames foram incluídos no dia 29 de junho, por causa de uma decisão judicial.

A liminar, no entanto, foi derrubada pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5), a pedido da própria ANS. A agência informou que entrou com o recurso porque há risco para os beneficiários quando se incorporam novas tecnologias sem uma devida análise criteriosa.

“Estudos e análises de diversas sociedades médicas e de medicina diagnóstica mostram controvérsias técnicas em relação aos resultados desse tipo de exame e a possibilidade de ocorrência de alto percentual de falso-negativo. Suscitam dúvidas também quanto ao uso desses exames para o controle epidemiológico da covid-19. A decisão do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, portanto, visa a proteger os indivíduos e promover a saúde pública num cenário ainda incerto em relação à pandemia”, diz nota da ANS.

A agência informou que, independentemente das decisões judiciais, já faz avaliações técnicas sobre a incorporação de testes sorológicos para o novo coronavírus no rol de procedimentos.

Enquanto a diretoria colegiada da ANS não decide sobre o assunto, os testes IgA, IgC e IgM continuam obrigatórios em algumas situações clínicas, como gripe com quadro respiratório agudo (com febre, tosse, dor de garanta, coriza ou dificuldade respiratória) e síndrome respiratória aguda grave (dificuldade para respirar, pressão persistente no tórax, saturação de oxigênio menor que 95% em ar ambiente ou coloração azulada nos lábios e rosto).

Edição: Graça Adjuto

Fonte: EBC Saúde

Comentários do Facebook
Continue lendo
Polícia Federal16 minutos atrás

Operação Fundo Fake investiga gestões fraudulentas em fundos de previdências municipais

. Vilhena/RO – A Polícia Federal deflagrou hoje (15/7) a Operação Fundo Fake, com o objetivo de combater esquemas criminosos de...

Nacional16 minutos atrás

Apoio a Bolsonaro nas redes é minoritário, mas coeso e mobilizado, aponta FGV

Getty Images/BBC Relatório mostra que, embora usuários que apoiam o presidente e sua postura frente à pandemia raramente ultrapassem 20%,...

Regional39 minutos atrás

Assalto quase termina em morte em Pedro Canário

Um assalto à uma padaria no início da noite desta terça-feira, localizada na Avenida Francisco Porfírio no centro do Distrito...

Internacional46 minutos atrás

Uso de máscaras pode controlar covid-19 em até 8 semanas, diz CDC

. O diretor do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC), Robert Redfield, afirmou que se...

Política46 minutos atrás

Ex-ministro Geddel Vieira Lima tem prisão domiciliar concedida pelo STF

Valter Campanato/Agência Brasil Ex-ministro Geddel Vieira Lima Uma liminar deferida pelo ministro Dias Toffoli no Supremo Tribunal Federal (STF) na...

Política1 hora atrás

Sessão ordinária: pauta com oito urgências

. Em sessão ordinária na manhã desta quarta-feira (15), o Plenário analisa oito projetos que estão em caráter de urgência....

Política1 hora atrás

Mourão reúne Conselho da Amazônia após pressão por medidas contra desmatamento

Isac Nóbrega/PR Vice-presidente Hamilton Mourão O vice-presidente da República, Hamilton Mourão , afirmou que pretende retirar as Forças Armadas de...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!