conecte-se conosco



Internacional

Trump anuncia plano de paz para o Oriente Médio

Publicado

em

O presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, anunciou o seu plano de paz para o Oriente Médio. “É o acordo do século”, disse. Entretanto, palestinos já se posicionaram fortemente contra o plano, declarando que ele reflete o posicionamento pró-Israel de Trump.

O plano, que foi apresentado nessa terça-feira (28), propõe a criação de um estado da Palestina que coexista com Israel. O acordo visa a pôr fim a décadas de conflito entre israelenses e palestinos.

De acordo com o plano, Israel teria controle sobre a totalidade de Jerusalém como sua capital. O plano também propõe a criação de uma capital da Palestina na periferia a leste de Jerusalém, do lado de fora de um muro construído por Israel.

A proposta de Trump reconhece a maior parte dos assentamentos israelenses na Cisjordânia como parte do território de Israel.

O presidente fez discurso durante cerimônia realizada na Casa Branca, que contou com a presença do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu. Trump afirmou que vê uma oportunidade vantajosa para as duas partes. Netanyahu disse a Trump que “o acordo é a oportunidade do século”, acrescentando que Israel não irá deixá-lo passar.

O presidente da Palestina, Mahmoud Abbas, rejeitou fortemente a proposta. Disse que Jerusalém não está à venda, descrevendo o acordo como uma conspiração que não será aceita.

*Emissora pública de televisão do Japão

Edição:

Comentários do Facebook

Internacional

ONU: Trump exige ação contra China por coronavírus; Xi pede cooperação

Publicado

em


.

O presidente norte-americano Donald Trump usou a Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), nesta terça-feira (22), para atacar a maneira como a China lidou com a pandemia de coronavírus, dizendo que a entidade deveria “responsabilizar a China” pelas relações relacionadas ao surto.

Em contraste, o presidente da China, Xi Jinping, adotou um tom conciliador em seu discurso virtual gravado com antecedência para a assembleia-geral, pedindo uma cooperação melhor em relação à pandemia e sublinhando que a China não tem intenção de lutar “nem uma Guerra Fria, nem uma quente” com qualquer outro país.

Os líderes das duas maiores economias do mundo expuseram suas visões conflitantes, com as relações em seu pior momento em décadas em meio à pandemia, e com o coronavírus agravando tensões sobre comércio e tecnologia.

Trump, prestes a encarar uma tentativa de reeleição com os EUA lidando com a maior contagem oficial de mortes pelo coronavírus do mundo, focou seu discurso em atacar a China.

Trump acusou Pequim de permitir que as pessoas saíssem da China nos primeiros estágios do surto para infectar o mundo, ao mesmo tempo em que proibiu as viagens domésticas.

“Precisamos responsabilizar a nação que soltou esta praga no mundo, a China”, disse, em comentários gravados na segunda-feira, na Casa Branca, e entregues remotamente à Assembleia Geral, por causa da pandemia.

“O governo chinês e a Organização Mundial de Saúde –que é virtualmente controlada pela China– falsamente declararam que não havia evidência de transmissão entre humanos”, disse.

“Depois, eles falsamente disseram que pessoas sem sintomas não disseminariam a doença… a Organização das Nações Unidas precisa responsabilizar a China pelas suas ações.”

O presidente prometeu distribuir uma vacina e disse: “Vamos derrotar este vírus e vamos encerrar esta pandemia”.

Ao introduzir os comentários de Xi, o embaixador chinês na ONU, Zhang Jun, afirmou que a China “rejeita resolutamente as acusações infundadas” contra o país.

“O mundo está em uma encruzilhada. Neste momento, o mundo precisa de mais solidariedade e cooperação, e não confronto”, disse.

Em seu discurso, que pareceu ser uma resposta implícita a Trump, Xi pediu uma resposta global ao coronavírus, dando à Organização Mundial de Saúde um papel de liderança. Trump anunciou planos para retirar os EUA da OMS.

“Enfrentando o vírus, devemos reforçar a solidariedade e passar por isso juntos”, disse. “Devemos seguir as orientações da ciência, dar plenitude ao papel de liderança da Organização Mundial de Saúde e lançar uma resposta conjunta internacional para vencer a pandemia. Qualquer tentativa de politizar o assunto, ou estigmatizá-lo, precisa ser rejeitada.”

A OMS rejeitou as declarações de Trump.

“Nenhum governo nos controla”, disse a diretora de comunicações da OMS, Gabby Stern, em um tuíte, acrescentando: “Em 14 de janeiro, nosso líder técnico para #COVID19 disse à mídia sobre o potencial de transmissão entre humanos. Desde fevereiro, nossos especialistas discutiram publicamente a transmissão por pessoas sem sintomas ou antes dos sintomas.”

A contagem de mortes pelo coronavírus nos Estados Unidos passou de 200 mil na segunda-feira, de longe o maior total oficial em qualquer país.

Trump também atacou o histórico da China em relação ao meio ambiente, mas não direcionou críticas a Pequim em relação a direitos humanos.

O presidente, crítico frequente da Organização das Nações Unidas, afirmou que, para ela ser eficiente, precisa se concentrar nos “verdadeiros problemas do mundo”, como “terrorismo, opressão das mulheres, trabalho forçado, tráfico de drogas, seres humanos e sexual, perseguição religiosa e limpezas étnicas de minorias religiosas”.

Mais cedo, o secretário-geral da ONU, António Guterres, alertou que o mundo estava se movendo “em uma direção muito perigosa” com as tensões entre China e EUA.

“Precisamos fazer de tudo para evitar uma nova Guerra Fria”, disse, à Assembleia. “Nosso mundo não aguenta um futuro em que as duas maiores economias dividem o globo em uma Grande Fratura –cada um com suas próprias regras financeiras e comerciais, internet e capacidade de inteligência artificial.”

“Uma divisão tecnológica e econômica é inevitavelmente um risco de se tornar uma divisão geo-estratégica e militar. Precisamos evitar isso a todo custo”, afirmou.

Comentários do Facebook
Continue lendo
Nacional15 minutos atrás

Corrida Internacional de São Silvestre é adiada para julho de 2021

Divulgação Imagem do filme ‘São Silvestre’. Nesta terça-feira (22), os organizadores da Corrida Internacional de São Silvestre anunciaram que, em...

Policial15 minutos atrás

Suspeito de homicídio é preso após procurar Delegacia para imprimir ocorrência em Guaçuí

. Na manhã desta terça-feira (22), a equipe da Delegacia de Polícia (DP) de Guaçuí prendeu um homem de 52...

Esportes15 minutos atrás

CBV divulga tabela de competição que abre temporada do vôlei nacional

. A Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) divulgou na última segunda (21) a tabela do Troféu Super Vôlei, competição que...

Esportes30 minutos atrás

Pandemia adia Corrida de São Silvestre para maio do ano que vem

. A edição 2020 da Corrida Internacional de São Silvestre foi adiada para 11 de julho de 2021 por causa...

Entretenimento45 minutos atrás

Matheus Mazzafera conta que já tentou suicídio por causa de homofobia

Matheus Mazzafera completou 40 anos de idade e gravou um vídeo para o YouTube refletindo um pouco sobre algumas experiências...

Esportes45 minutos atrás

Coluna – Rede de memórias

. Nesta terça-feira (22) se comemora o Dia Nacional do Atleta Paralímpico. Instituída em 2012, a data é a mesma do...

Carros e Motos45 minutos atrás

Carteira Digital de Trânsito libera pagamento de multas com desconto

Ricardo Botelho/Aescom MInfra Carteira Digital de Trânsito permite uma série de facilidades, como receber multas e fazer pagamento antecipado com...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!