conecte-se conosco


Estadual

Tribunal Pleno decide suspender leis em ações diretas de inconstitucionalidade

Publicado

em

Durante a sessão ordinária, o Pleno julgou mais de 20 processos. Dentre eles, três ações diretas de inconstitucionalidade (ADIN).

Em sessão ordinária realizada na tarde dessa quinta-feira, 7, o Pleno do Tribunal de Justiça do Estado do Espírito Santo (TJES) julgou mais de 20 processos da pauta judiciária. Durante a sessão, foram julgadas três ações diretas de inconstitucionalidade (Adin).

A primeira ação direta de inconstitucionalidade (ADI) n° 0030711-62.2018.8.08.0000 foi ajuizada pela Prefeitura de Serra em face da Câmara Municipal. Nos fundamentos do pedido, a parte autora requereu a suspensão da lei n° 4592/2016, que versa sobre a concessão de incentivo financeiro à pessoa física ou jurídica para realização de projetos artísticos e culturais, com base na receita da municipalidade, uma vez que a norma legislativa padeceria de vícios em sua formulação que ultrapassam os limites constitucionais.

O relator do processo, desembargador Robson Luiz Albanez, julgou procedente o pedido formulado e foi acompanhado, à unanimidade, pelos demais desembargadores. No voto, o relator explicou que a Lei n°4592/2016 é de autoria do Poder Legislativo, contudo o tema em questão é de competência legislativa do Poder Executivo. Por essa razão, houve violação legal na formulação da norma, o que a torna inconstitucional. “A lei acarreta em readequações no plano administrativo, alterando o planejamento estabelecido para destinação de recursos, matéria privativa do chefe do poder executivo municipal”, ressaltou o magistrado.

Outra ADI julgada foi a de n°0012639-90.2019.8.08.0000, de relatoria da desembargadora Janete Vargas Simões. A ação ajuizada pela Prefeitura de Vila Velha em face da Câmara Municipal dispõe sobre a reserva de vagas de estacionamento para pessoas com transtorno do espectro autista em todo o município.

Leia mais:  Nossa Bolsa: mais de mil alunos começam faculdade com bolsa do Governo do Estado

A parte requerente sustenta que o tema discutido na Lei n° 6013/2018 é de competência da União. Além disso, a norma deve ser declarada inconstitucional, uma vez que violou o princípio da isonomia entre as pessoas com deficiência.

No voto, a relatora julgou procedente o pedido autoral, para declarar a inconstitucionalidade da lei, suspendendo sua eficácia. “Eu estou na mesma linha do exposto pela prefeitura considerando que houve violação ao texto constitucional e por isso julgo procedente o pedido”, concluiu a magistrada. O voto de relatoria foi acompanhado por todos os integrantes do Pleno.

Também foi julgada a ação direta de inconstitucionalidade, com pedido liminar, n° 0030695-74.2019.8.08.0000, proposta pela Federação das empresas de transporte do Estado do Espírito Santo em face da Câmara Municipal de São Mateus. Na adin, a federação afirmou que a Lei Municipal n°1786/2019 afeta o serviço de transporte público, uma vez que impede que motoristas de ônibus coletivos de São Mateus realizem cobranças de passagem de usuários. A lei ainda obriga que todos os transportes rodoviários tenham profissionais que atuem como cobradores.

A parte autora requereu a declaração de inconstitucionalidade da norma, visto que teria havido vício de iniciativa na formulação da lei, que deveria partir do Poder Executivo, contudo foi de autoria do Legislativo municipal, bem como também teria havido violação à competência da União de legislar sobre direito de trabalho.

A partir dos autos o relator, desembargador Willian Silva, encontrou os requisitos que caracterizam a necessidade de deferimento da liminar pleiteada pela prefeitura de São Mateus.

“Estou deferindo a liminar porque, em tese, a lei usurpa competência privativa do Poder executivo e também da União. Essa lei veda o acúmulo das funções de motorista e cobrador. Aparentemente, disciplina matéria afeta a serviço público, cuja competência recai sobre chefe do poder executivo. Além de ser possível constatar invasão de competência da união, eis que ela perpassa sobre o direito do trabalho”, explicou o relator, que foi acompanhado pelos demais desembargadores.

Leia mais:  Redistribuição de royalties é tema de audiência

Foram julgados ainda durante a sessão do Tribunal Pleno agravos internos, mandados de segurança, incidentes de demandas repetitivas e outras adins.

Vitória, 07 de novembro de 2019

 

Informações à Imprensa

Assessoria de Imprensa e Comunicação Social do TJES
Texto: Isabella de Paula | [email protected]

Andréa Resende
Assessora de Comunicação do TJES

[email protected]
www.tjes.jus.br

Fonte: TJES

Comentários do Facebook
publicidade

Estadual

Instituto alerta para chuvas intensas em 31 cidades do ES

Publicado

em

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) emitiu alerta nesta sexta-feira (15) para 31 cidades do Espírito Santo, incluindo as da Região Metropolitana.  Segundo o órgão, há risco de chuvas fortes, que podem resultar em alagamentos. O alerta é válido até a meia-noite de sábado (16).

A recomendação do Inpe é que os moradores dessas cidades acompanhem com mais frequência as atualizações da previsão do tempo, pois poderão necessitar mudar os planos e se proteger dos eventuais impactos decorrentes de tempo severo.

VEJA AS CIDADES EM ALERTA:

Aracruz

Boa Esperança

Cariacica

Conceição da Barra

Ecoporanga

Fundão

Governador Lindenberg

Ibiraçu

Itaúnas

Jaguaré

João Neiva

Linhares

Marilândia

Montanha

Mucurici

Nova Almeida

Nova Venécia

Pedro Canário

Pinheiros

Ponto Belo

Rio Bananal

Santa Cruz

São Domingos do Norte

São Gabriel da Palha

São Mateus

Serra

Sooretama

Vila Pavão

Vila Valério

Vila Velha

Vitória

Comentários do Facebook
Leia mais:  Nossa Bolsa: mais de mil alunos começam faculdade com bolsa do Governo do Estado
Continue lendo
Economia54 minutos atrás

Mega-Sena acumulada: veja resultado do prêmio 2208 deste sábado

arrow-options Paulo Pinto/Fotos Públicas Aposta mínima da Mega-Sena (seis números) custa R$ 4,50 e pode ser feita em qualquer casa...

Economia54 minutos atrás

Rodrigo Maia fala em votar reforma tributária em março de 2020

arrow-options Geraldo Magela/Agência Senado Presidente da Câmara dos Deputados ao lado do presidente do Senado Davi Alcolumbre; segundo Rodrigo Maia,...

Entretenimento54 minutos atrás

Giuliana Morrone, âncora da Globo, sofre grave lesão na perna

Neste sábado (16), Giuliana Morrone causou preocupação entre seus seguidores no Instagram ao declarar que teve um problema de saúde....

Entretenimento54 minutos atrás

Empresa pagará US$ 1 mil para quem assistir 24 filmes de Natal em 12 dias

Quem gosta de filmes românticos de Natal vai adorar saber que é possível ganhar dinheiro com isso. Uma empresa está...

Entretenimento54 minutos atrás

Quem é a mãe? Pedro Scooby será pai de novo, diz amigo

Após passar por uma situação de quase morte nos últimos dias, uma novidade positiva começou a rondar a vida de...

Entretenimento54 minutos atrás

Grávida do primeiro filho, Marília Mendonça se compara ao Shrek

Marília Mendonça está na reta final da sua primeira gravidez e anunciou esta semana que, por orientação médica, não vai...

Entretenimento54 minutos atrás

Justiça nega indenização a Kadu Moliterno em processo contra Luana Piovani

arrow-options Divulgação Kadu Moliterno entrou com um processo por danos morais contra Luana Piovani após declarações em vídeo, mas perdeu...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana