conecte-se conosco


Nacional

Transgênero brasileira obtém status de refugiada na Itália

Publicado

em


Parada LGBT
Reprodução/Twitter

Comissão italiana concedeu status por considerar que o Brasil não é capaz de proteger pessoas LGBT

Uma transgênero brasileira obteve status de refugiada na Itália, em decisão judicial que acusa o Brasil de não ser capaz de proteger a comunidade LGBT de agressões e perseguições.
O pedido de refúgio foi aceito pela comissão territorial para reconhecimento de proteção internacional de Bolonha, cidade escolhida pela solicitante de 38 anos para iniciar uma nova vida.

Leia também: Deputado Federal quer restringir atletas trans em competições pelo país

Segundo o jornal Corriere di Bologna, a transgênero já havia se mudado para a Itália em 2006 por conta da hostilidade da família contra sua escolha, mas acabou voltando para o Brasil no ano seguinte. Ela iniciou o processo de transição de gênero em 2012, mas, como continuava a ser objeto de discriminação, decidiu fugir novamente para a Itália.

“Apesar de ter dado passos importantes em termos de proteção jurídica contra a discriminação baseada na orientação sexual e na identidade de gênero , o Estado [brasileiro] nem sempre se demonstrou capaz ou disposto a proteger as pessoas LGBT de agressões e perseguições, seja por causa da cultura machista do país, seja pela forte influência religiosa no discurso público”, disse a comissão de Bolonha.

Em seu pedido, feito com apoio da ONG MigraBo, que auxilia migrantes LGBT a obterem proteção na Itália, a brasileira alega que a situação dessa comunidade no Brasil piorou com a eleição de Jair Bolsonaro a presidente da República.

“Se eu tivesse de voltar ao Brasil , temeria constantemente por minha vida”, disse ela à comissão, acrescentando que não pode contar sequer com a proteção da família.

Há menos de um mês, a Corte de Cassação, instância máxima da Justiça da Itália , determinou que o país conceda status de refugiado a pessoas LGBT que se sintam perseguidos em suas nações de origem, mesmo que a opressão se dê apenas em nível familiar.

Leia mais:  Bolsonaro volta a Brasília nesta terça-feira para reuniões de transição

Leia também: Vereadores de Dallas se dividem sobre visita de Bolsonaro à cidade

A ONU considera refugiados todos aqueles que, “temendo ser perseguidos por motivos de raça, religião, nacionalidade, grupo social ou políticos, encontram-se fora do país de sua nacionalidade e não podem ou, em virtude desse temor, não querem se valer da proteção dessa nação”.

Fonte: IG Mundo
Comentários do Facebook
publicidade

Nacional

Tremor de terra é sentido em cidades do interior de Minas Gerais e São Paulo

Publicado

em


tremor
Reprodução

De acordo com a UnB, o tremor começou às 16h46 e pode ser sentido em um raio de 100 km do epicentro

Um tremor de terra de magnitude 3.9 na escala Richter, com epicentro na cidade de Delfinópolis, em Minas Gerais, foi registrado pelo Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo (USP) e o Laboratório Sismológico da Universidade de Brasília (UnB) nesta segunda-feira (20).

Cidades no interior de Minas Gerais, como Passos, e no interior de São Paulo, como Franca, sentiram os efeitos. O terremoto também foi sentido em cidades mais distantes do epicentro , como Uberlândia e Jacuí, ambas em Minas Gerais. De acordo com a UnB, o tremor começou às 16h46 e pode ser sentido em um raio de 100 km do epicentro.

Leia também: Paraná registra dois terremotos na madrugada e moradores relatam susto na web

No site do Centro de Sismologia da USP, moradores de Minas Gerais e São Paulo deixaram depoimentos. “Estava com a cabeça encostada na parede. Senti um balanço e uma náusea leve. Olhei para o ventilador de teto desligado e vi que ele estava balançando. Moro no 5o andar e todas as janelas estavam fechadas (não havia corrente de ar)”, afirmou Joel Pupin, da cidade de Assis.

Leia também: Terremoto de 5 graus na escala Richter atinge o norte da Venezuela

“Aconteceu em Franca, interior de São Paulo. Todos sentiram e me disseram que os movéis sairam do lugar em um prédio, mas aqui foi só uma balançada (a moça ao meu lado disse que foram duas). Senti a cadeira tremer”, contou Heloísa de Ribeirao Corrente.   Delfinópolis , o centro do tremor, fica no sudoeste do estado, na região da Serra da Canastra, a 401 km da capital Belo Horizonte.

Leia mais:  Pela primeira vez, general da Venezuela abandona Maduro e declara apoio a Guaidó

Fonte: IG Mundo
Comentários do Facebook
Continue lendo
Esportes2 horas atrás

Consórcio Rio Motorsports construirá autódromo do Rio de Janeiro

Divulgação Novo autódromo do Rio de Janeiro será construído em Deodoro O Rio Motorsports foi o vencedor do edital de...

Nacional1 hora atrás

Tremor de terra é sentido em cidades do interior de Minas Gerais e São Paulo

Reprodução De acordo com a UnB, o tremor começou às 16h46 e pode ser sentido em um raio de 100...

Regional44 minutos atrás

Trabalhador é assassinado com tiro no rosto durante forró no Norte do ES

Iago Oliveira dos Santos, de 26 anos, é da cidade de Canavieiras, na Bahia, e estava na região para a...

Mundo26 minutos atrás

Cantora de 74 anos vira ‘virgem de novo’ antes de se casar, mas acaba abandonada

A cantora peruana Juana Judith Bustos, de 74 anos, estava se preparando para se casar com o namorado, Elmer Molocho, de...

Entretenimento21 minutos atrás

Após polêmica com Loreto, Marina Ruy Barbosa é “ameaçada” por Juliana Paes

Nesta segunda-feira (20) Juliana Paes brincou com Marina Ruy Barbosa por meio de um comentário postado em seu perfil nas redes...

Esportes21 minutos atrás

Torcida do Flamengo se mobiliza e marca protesto no Ninho do Urubu

Alexandre Vidal / Flamengo Torcida do Flamengo marcou protestos contra Abel Braga para o Ninho do urubu Na noite desta...

Nacional20 minutos atrás

Heleno diz que derrubar MP dos ministérios seria “criminoso contra o país”

Antonio Cruz/Agência Brasil – 6.11.18 General Augusto Heleno admitiu nesta segunda-feira que o governo corre o risco de ver caducar...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana