Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
conecte-se conosco


Estadual

Tragédia em Linhares: Jurista explica que não há motivo legal para manter pastora presa

Publicado

em

Ela estava presa no Centro Prisional Feminino de Cariacica. Liberdade aconteceu depois que a Justiça expediu, nesta quarta-feira (7), o alvará de soltura dela.

LINHARES (ES) – A pastora Juliana Salles, mãe dos irmãos Kauã e Joaquim, mortos em um incêndio em Linhares, no Norte do Espírito Santo, saiu do Centro Prisional Feminino de Cariacica, na madrugada desta quinta-feira (8). Ela estava presa desde o dia 20 de junho, mas foi solta após uma decisão da Justiça.

Juliana saiu da penitenciária por volta de 3h, segundo informações da Secretaria de Justiça do Espírito Santo. O pastor Georgeval Alves, marido de Juliana e pai de Joaquim, segue preso no Centro de Detenção Provisória de Viana, acusado do crime.

Protesto
Após a soltura, na manhã desta quinta, o pai e a avó de Kauã, uma das crianças mortas no incêndio, fizeram um protesto no Centro de Vitória, contra a decisão.

O pai de Kauã, Rainy Butkovsky, afirmou que não teve acesso ao processo que corre em segredo de justiça e não pode colocar o advogado da família na última audiência, que aconteceu no dia 23 de outubro e contou com a presença dos pastores.

Soltura A decisão foi do juiz responsável pelo caso, André Bijos Dadalto, da primeira Vara Criminal de Linhares. O caso segue em segredo de Justiça e por isso não foram divulgados os argumentos que levaram o magistrado a essa determinação.

Antes de ser transferida para Cariacica, Juiliana estava detida em uma penitenciária do município de Teófilo Otoni, em Minas Gerais.

A Justiça acatou a denúncia do Ministério Público, que a denunciou como co-autora do crime porque sabia que as crianças eram agredidas e assumiu o risco ao deixá-las com o marido, o pastor Georgeval Alves.

Criminalista O advogado criminalista Andre Marchiori Polido explica que, apesar do caso seguir em segredo de justiça e não haver informações oficiais sobre o que motivou a soltura de Juliana Salles, a prisão dela era cautelar e por isso, precisa preencher requisitos para ser mantida.

“A soltura dela envolve questões previstas no nosso ordenamento jurídico. Era uma prisão cautelar, em que a finalidade é criar uma barreira de proteção para evitar fraude processual, preservar a investigação, evitar a fuga do investigado e preservar vítimas”, exemplifica.

De acordo com o advogado, a soltura não representa que a justiça considera a pastora inocente ou que não vai mais responder pelos crimes que foi acusada.

“A prisão cautelar deve durar enquanto o caso é investigado e foi constatado que não haviam mais requisitos para manter essa prisão, uma vez que já foi oferecida a denúncia e o caso já está na esfera criminal. Não significa que o processo não vai continuar, no processo penal vai prosseguir, mas ela vai responder em liberdade”, explica Polido.

A prisão cautelar deve ser uma exceção no Brasil, porque depois do julgamento pode ser provada a inocência. O Andre Polido explica que o juiz vai analisar a investigação aponta indícios de que Juliana participou de fato no crime e depois disso ela pode ser inocentada ou presa novamente.


(*Com informações do G1).

Leia mais:  ​​MPES denuncia 8 pessoas que aplicavam golpes em empresários do ES e MG
publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estadual

Banco erra e coloca R$ 2 milhões na conta de comerciante no Espírito Santo

Publicado

em

A sobrinha da comerciante, Paula Beatriz de Souza, que percebeu o erro

VITÓRIA (ES) – Uma comerciante ficou milionária por um dia no Espírito Santo, devido a um erro bancário. Vanilda Bruni de Souza teve uma surpresa ao ver o seu saldo e ver que estava com R$ 2 milhões e 57 mil de saldo. 

A sobrinha da comerciante, Paula Beatriz de Souza, que percebeu o erro e comunicou. “Eu falei ‘tia, tem dinheiro demais na conta, é muito dinheiro e eu não sei de onde veio, tem alguma coisa errada'”, contou.

Antes do erro, Vanilda tinha cerca de R$ 1.500 de saldo. Depois disso, ligou para o banco e falou com o gerente. “Quando ele abriu, ele se assustou e falou que a sua conta está milionária”, falou a comerciante.

Pouco tempo tempo o erro foi reparado e Vanilda diz que nunca pensou em se aproveitar do dinheiro, apesar das muitas dívidas que diz ter.

As informações são do G1.

Leia mais:  Secretaria de Estado da Saúde inaugura Cuidar Norte em novembro
Continue lendo
Economia6 minutos atrás

Salário mínimo de 2019 deve ficar acima dos R$ 1.006 previstos, afirma ministro

USP Imagens Salário mínimo para 2019 deve ficar acima dos R$ 1.000 pela primeira vez no País O atual ministro...

Entretenimento17 minutos atrás

Letícia Spiller deixa bumbum à mostra ao relembrar foto nua

No auge de seus 45 anos, Letícia Spiller deixou seus seguidores sem fôlego ao publicar uma fotode um ensaio que...

Carros e Motos41 minutos atrás

Estudo diz: 59% dos acidentes do Brasil são causados por distrações no trânsito

Reprodução/Facebook Segurança no trânsito: simuladores podem ajudar a compreender os maiores vícios do brasileiro no trânsito Levantamento feito pelo Observatório...

Política41 minutos atrás

Planilha de delatores da JBS denuncia mais um caixa 2 para Onyx Lorenzoni

Tomaz Silva/Agência Brasil Onyx Lorenzoni (DEM) recebeu suposto caixa dois em 2012 Uma planilha da JBS entregue à Procuradoria-Geral da...

Policial48 minutos atrás

Marido não aceita separação, agride esposa e acaba preso

SÃO MATEUS (ES) – Um homem identificado pelas iniciais A.S., foi detido na tarde desta terça-feira (13) depois de impedir...

Esportes59 minutos atrás

Artesão esclarece polêmica do Portal do Surf de Guriri

SÃO MATEUS (ES) – A retirada do Portal do Surf de Guriri, instalado na área de Surf do balneário, que...

Direto de Brasília1 hora atrás

Onyx Lorenzoni revela que Bolsonaro vai criar Ministério da Cidadania

Valter Campanato/Agência Brasil Futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM-RS), afirmou que Bolsonaro criará novo Ministério da Cidadania O...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana