conecte-se conosco


Direto de Brasília

Tragédia de Suzano é o sétimo ataque ocorrido no Brasil; relembre outros casos

Publicado

em


Massacres em escolas lembram o de Realengo que, em abril de 2011, deixou mortos na Escola Municipal Tasso da Silveira
Reprodução/Wikipedia

Massacres em escolas lembram o de Realengo que, em abril de 2011, deixou mortos na Escola Municipal Tasso da Silveira

Embora os Estados Unidos ainda sejam palco principal para atentados do tipo, o Brasil já possui histórico de ataques semelhantes ao que aconteceu, na manhã desta quarta-feira (13), na escola estadual Professor Raul Brasil , em Suzano, na Grande São Paulo. Com o ataque de hoje, que deixou pelo menos dez mortos, o Brasil já acumula sete massacres semelhantes. 

O primeiro atentado nacional que vem a mente de todo o brasileiro em casos de tiroteios dentro de escolas é o de Realengo, no Rio de Janeiro. No entanto, massacres semelhantes já foram registrados em Goiânia (GO), em Medianeira (PR), em Janaúba (MG), em Campinas (SP) e na própria capital paulista. Alguns dos casos não aconteceram em instituições de ensino, mas em igrejas e até em cinemas.  

Agora, em 2019, completam-se 20 anos do tiroteio que deixou mortos no cinema do Morumbi Shopping , na capital paulista. O crime aconteceu em novembro de 1999, quando um estudante de Medicina entrou em uma das salas de cinema do shopping e abriu fogo contra a plateia. A tragédia aconteceu durante uma sessão do filme Clube da Luta. Três pessoas morreram, quatro ficaram feridas e o atirador só parou quando foi contido por policiais.

O caso mais recente aconteceu em dezembro do ano passado, quando um homem invadiu uma missa  na Catedral Metropolitana de Campinas, em São Paulo, e abriu fogo contra fiés. Euler Fernando Grandolpho, de 49 anos, matou cinco pessoas e depois cometeu suicídio. Outras quatro ficaram feridas após serem atingidas pelos disparos. A maioria das vítimas eram idosas. 

Leia mais:  Bolsonaro debocha de resultado da pesquisa Datafolha: “Não vou perder meu tempo”

Ainda em 2018, no mês de setembro, um  adolescente de 15 anos entrou armado no Colégio Estadual João Manoel Mondrone, em Medianeira, no oeste do Paraná. Ele atirou contra colegas de classe, deixando dois feridos. Ninguém morreu neste ataque e o autor dos disparos foi apreendido, juntamente a outro adolescente suspeito de ter dado cobertura. Com a dupla, foi apreendida uma faca, um revólver calibre 22 e munição.

Em outubro de 2017, na cidade mineira de Janaúba, um vigia provocou um incêndio criminoso em uma sala de aula da creche Gente Inocente onde trabalhava . Na ocasião, Damião Soares dos Santos, de 50 anos, jogou combustível em si próprio e nos alunos, e depois ateou fogo. O atentado matou nove crianças e uma professora, que tentou salvar os estudantes. O próprio vigia também não resistiu aos ferimentos. 

Também em outubro de 2017, dois alunos morreram durante um tiroteio ocorrido dentro do Colégio Goyases , localizado no Conjunto Rivieira, na região leste de Goiânia. O autor do ataque a tiros foi um jovem de 14 anos de idade e estudante do oitavo ano do ensino fundamental na escola.

Ele foi detido e encaminhado à delegacia e à época, contou à Polícia Civil que se inspirou em Realengo e no massacre de Columbine , nos Estados Unidos — que deixou 12 alunos e um professor mortos em abril de 1999.

O caso de Realengo , na zona oeste do Rio, foi em abril de 2011. No episódio, 12 pessoas foram mortas e 22 ficaram feridas na Escola Municipal Tasso da Silveira. Era para ser uma quinta-feira como outra qualquer, mas uma hora depois do início das aulas, por volta das 8h30, a calmaria foi interrompida.

Leia mais:  Campanha eleitoral do PT gasta quase dez vezes mais que Bolsonaro e o PSL

Com o pretexto de que iria para uma palestra com ex-alunos, Wellington Menezes de Oliveira, de 23 anos, entrou no colégio, seguiu para duas classes localizadas no primeiro andar do prédio, matou a tiros 10 meninas e dois meninos .

Somadas, as mortes deixadas por todos esses massacres já chegam a 43 – contando com os dez mortos do ataque de hoje, cujo saldo de vítimas fatais ainda pode aumentar. 

Fonte: IG Política
Comentários do Facebook
publicidade

Direto de Brasília

“Só passei para meia dúzia”, diz Bolsonaro sobre texto que critica conchavos

Publicado

em


jair bolsonaro
Marcos Corrêa/PR

Questionado sobre o assunto, Bolsonaro retrucou: “[Sobre] O texto, pergunte para o autor. Apenas passei para meia dúzia”

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou neste sábado (18) que “apenas” encaminhou para “meia dúzia de pessoas” o texto em que  o Brasil é descrito como um país “ingovernável” fora dos “conchavos políticos”. Ele foi questionado sobre o envio da mensagem pelo WhatsApp depois de cumprimentar alunos de uma escola que visitou o Palácio da Alvorada.

“[Sobre] O texto, pergunte para o autor. Apenas passei para meia dúzia de pessoas”, declarou Bolsonaro . Foi a única resposta que deu aos jornalistas que estavam na frente da residência oficial do presidente.

O artigo foi escrito pelo servidor público Paulo Portinho , que trabalha na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Ao compartilhá-lo com os contatos no aplicativo de mensagens, conforme revelou o jornal O Estado de S.Paulo , Bolsonaro comentou que tratava-se de “um texto no mínimo interessante e que a leitura é obrigatória”.

Endossada pelo presidente, a mensagem apresenta um tom de desabafo sobre as dificuldades de se conseguir governar, e encerra com a preocupação de que o governo seja “desidratado até morrer de inanição”. A ideia principal é que Bolsonaro sofre resistência de “corporações”, e que o Congresso o impede de aprovar medidas.

Fonte: IG Política
Comentários do Facebook
Leia mais:  Chile autoriza adolescentes de 14 anos a trocarem de sexo em documentos
Continue lendo
Nacional32 minutos atrás

Vizinho dava biscoito para estuprar menina de 10 anos

Os abusos aconteciam no quintal da casa da menor quando a mãe dela ia trabalhar. O vizinho levava biscoitos e...

Nacional37 minutos atrás

Homem joga cadeira em ladrão para proteger família durante assalto e é morto.

Família estava jantando em casa quando foi abordada por dupla armada que fez todos reféns. Sogro do homem que foi...

Esportes10 horas atrás

Com um a menos, Atlético-MG vence Flamengo e assume vice-liderança

Divulgação O jogador Cazares, do Atlético-MG, fez um dos gols no Flamengo nesta noite de sábado (18) Em uma noite...

Esportes10 horas atrás

Palmeiras domina, goleia o Santos e se isola na liderança do Brasileiro

Cesar Grego/ Ag. Palmeiras/ Divulgação Deyverson fez um dos gols do Palmeiras no jogo contra o Santos neste sábado (18)...

Nacional10 horas atrás

Simulação de evacuação em Barão de Cocais tem menos de 30% do público esperado

Divulgação/Vale Existe a previsão de que a barragem de Barão de Cocais pode se romper a qualquer momento entre os...

Nacional10 horas atrás

Acumulou! Prêmio da Mega-Sena pode pagar R$ 12 milhões na quarta-feira

iG São Paulo Para concorrer ao prêmio da Mega-Sena, é preciso escolher pelo menos seis números entre os 60 disponíveis...

Estadual10 horas atrás

Chuvas fortes causam alagamento e deixam 70 desabrigados em Vila Velha

Reprodução/Twitter Chuvas fortes na madrugada e manhã de sábado (18) causaram alagamentos e deixaram 70 desabrigados Fortes chuvas na madrugada e...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana