conecte-se conosco


Nacional

Traficantes são presas e fazem pose para foto na delegacia

Publicado

em

Parece até brincadeira, mas apesar de ser bem hilário e inusitado, se trata de um caso real. Nessa ocorrência um fato chamou a atenção dos policiais da delegacia onde três jovens foram apreendidas por tráfico de drogas na região de Pedra Preta, a 243 quilômetros de Cuiabá. Traficantes são presas e fazem pose para foto na delegacia

De acordo com as informações que foram repassadas pela assessoria da Polícia Militar, foram presas Lady Natiely Teixeira de Carvalho, de 19 anos, e as gêmeas Vânia Nogueira da Silva e Vanessa Nogueira da Silva, de 23 anos. Todas acusadas de chefiar uma boca de fumo no bairro onde moram.

Durante a ronda policial, algumas pessoas se aproximaram da viatura e denunciaram o local onde ocorria a venda de drogas. O flagrante ocorreu no momento em um usuário saía da casa com drogas.

Ao ser questionado, ele afirmou que comprou os entorpecentes com as três garotas. Quando a policia chegou, uma delas tentou jogar uma boa parte das drogas no vaso sanitário, mas não conseguiu e os policiais apreenderam os produtos.

Com as moças foram encontrados dezenas de papelotes de cocaína, 48g de pasta de cocaína e uma quantia que ainda não foi calculada de outras drogas.

O interessante é que as três pareciam não ter noção da gravidade do que estava acontecendo. Quando chegaram na delegacia foram para o mural de fotos cumprindo o protocolo e surpreenderam ao fazer pose e tirar foto juntas, como se estivessem em uma festa.

A foto foi parar nas redes sociais e os internautas foram a loucura, em minutos a publicação viralizou, centenas de comentários, um mais hilário que o outro.


(*De olho News)

Comentários do Facebook
Leia mais:  Maior eclipse do século, ‘Lua de Sangue’ poderá ser vista no Brasil nesta sexta
publicidade

Nacional

Briga em velório acaba com dois mortos

Publicado

em

Uma confusão durante um velório terminou na morte de um jovem e um adolescente, de 18 e 17 anos, respectivamente. Uma das vítimas, Wemerson de Araújo, estava na rede com o filho quando foi atingida por um golpe de faca e, em seguida, de enxada. O crime foi cometido na Vila do Incra, em Porto Acre. O segundo rapaz também foi esfaqueado.

“Eles estavam em um velório e começou uma briga por causa de uma mulher lá. E nessa briga meu filho não estava, ele estava deitado nesse velório dentro de uma rede com o bebê dele dormindo. Ele acordou com a primeira facada, saiu da rede e correu, no que correu, deram uma enxadada na cabeça dele e ele já caiu na rua”, conta a mãe de Araújo, Maria Helena.

Ainda de acordo com ela, o filho teve a cabeça arrancada por um dos golpes de facão. Um outro adolescente, de 17 anos, também foi esfaqueado e levado ao pronto-socorro. Até o momento, três pessoas foram presas suspeitas de cometer o duplo homicídio. Um boletim de ocorrência foi registrado. O autor das facadas teria sido liberado, segundo a família das vítimas.

“O assassino saiu pela porta da frente. Fui falar com o delegado e ele mandou todo mundo calar a boca, se não ia matar a todos. Fomos na delegacia para pegar o documento e levar no IML. O cara mata e sai pela porta da frente. Como colocam um delegado desse? Que judia do pai da vítima. Secretário de Segurança, nós precisamos de respeito. Não somos vagabundos e o delegado precisa respeitar a nossa dor”, desabafou a mãe.

Delegado é denunciado

Quando a família questionou o delegado sobre a soltura do suspeito do crime, o agente começou a agredir e ameaçar os parentes. “Empurraram e bateram no meu outro filho. Dois policiais também colocaram a arma em cima da gente, sendo que só queremos os nossos direitos. Não fizemos nada de errado”, completa Soares.

Leia mais:  FA 1069 / 29 de setembro de 2018

A Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) disse que está apurando o caso e deve se posicionar posteriormente.

Fonte: G1

Comentários do Facebook
Continue lendo

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana