conecte-se conosco



Regional

Traficantes de Conceição da Barra enfrentam a PM

Publicado

em

Foram preciso três guarnições da Companhia da polícia militar para prender dois dos três traficantes que atuam no comércio de drogas em Conceição da Barra. Os detidos chegaram a entrar em luta corporal com dois soldados, mas acabaram dominados, enquanto que um terceiro escapou pelo mangue do bairro São José.

Os traficantes usavam como esconderijo e ponto de distribuição da droga uma casa de veraneio de uma família de Minas Gerais. Com a prisão dos dois traficantes, os policiais apreenderam, além da droga outros objetos ilícitos e descobriram que um dos detidos está com mandado de prisão em aberto. O grupo também controla o tráfico de drogas do bairro Santo Amaro.  

Descobriram ainda que um dos detidos atua como salva-vidas contratado pela Prefeitura de Conceição da Barra para atuar na alta temporada e que sabia de toda a movimentação das guarnições da PM pois almoçava no refeitório destinado aos militares. Ele sabia, por exemplo, que no horário do almoço as viaturas não circulavam.

Essas informações obtidas pelo traficante-salva-vidas, eram repassadas a seus cumplices que aproveitavam para comercializar a droga livremente, A casa de veraneio usada pelos traficantes havia sido invadida por eles, e segundo os vizinhos que pediram para não serem identificados, era local de grande movimentação com a constante chegada de táxis que entravam na garagem a qualquer hora do dia possivelmente levando viciados para comprar a droga.

A ação dos policiais teve início por volta das 9h45 desta terça-feira e chamou a atenção dos moradores da rua vista Verde onde ocorreu a abordagem aos traficantes que acabaram sendo encaminhados para a Delegacia de plantão de São Mateus para serem autuados pelo tráfico de drogas.

De acordo com informações da Polícia de Conceição da Barra os traficantes estavam se preparando para intensificar o tráfico neste verão e o Carnaval que atrai gente de todas as partes do Estado e do País, que acontece em fevereiro.

Consta da ocorrência lavrada pelos policiais que “que ao ser dada voz de parada os indivíduos partiram para cima dos militares, entrando em luta corporal com os Sd E e Sd V, assim os militares e os traficantes caíram ao solo até que com chegada do apoio dos demais militares foi utilizada a força de maneira progressiva a fim de cessar a agressão vinda da reação dos detidos a ordem de parada; que após controlados e com os mesmo no chão foram devidamente algemados para que pudesse ser realizada a busca por possíveis ilícitos no local; sendo localizada uma sacola de cor dourada com entorpecentes em seu interior, 9 buchas de maconha e 57 pedras de Crack e no bolso do indivíduo Gustavo estava a quantia de R$ 309,50 resultado da venda de drogas nesta terça-feira. 

Comentários do Facebook

Regional

Mulher vítima de fraude deve ser indenizada após compras em seu nome

Publicado

em

 

.

A ação foi movida contra uma loja virtual de varejo e uma administradora de cartão, que não cancelaram as compras, mesmo após o contato da autora contestando o pagamento.

O 2º Juizado Especial Cível, Criminal e da Fazenda Pública de Aracruz condenou uma loja de varejo e uma administradora de cartão de crédito a indenizarem, a título de danos morais, uma mulher que teve seu nome utilizado por terceiros para realizar compras.

Nos autos, a autora relata que foram feitas duas compras, em uma loja virtual, utilizando seu nome, no entanto, ela não reconhece a aquisição das mercadorias, razão pela qual entrou em contato com as empresas para cancelar o pagamento, o que, mesmo após a contestação, não foi solucionado.

A requerente ainda afirma que precisou solicitar a devolução dos produtos na central dos correios, pessoalmente, uma vez que o seu pedido de cancelamento não foi atendido.

O magistrado sentenciante frisou que as rés respondem, independentemente da existência de culpa, pelos prejuízos causados aos consumidores. “Segundo o disposto no artigo 14 do CDC, o fornecedor de serviços responde, independentemente da existência de culpa, pela reparação dos danos causados aos consumidores por defeitos relativos à prestação dos serviços, bem como por informações insuficientes ou inadequadas sobre sua fruição e riscos”, explicou.

Além disso, segundo os autos, as empresas fornecedoras dos serviços não apresentaram provas confirmando que foi a autora quem realmente realizou as compras.

Por esses motivos, o juiz entendeu que houve falha, por parte da loja de varejo e da administradora de cartão, na prestação do serviço. Na sentença, o magistrado condenou, solidariamente, as requeridas ao pagamento de indenização por danos morais em R$2 mil e determinou que 1ª demandada comprove os dados referentes às compras, realizadas em nome da autora, bem como os dados do comprador, no prazo de 15 dias, sob pena de multa fixa. O juiz também determinou que a 2ª ré cancele todo e qualquer cartão de crédito/débito confeccionado em nome da autora, no prazo de 15 dias, sob pena de multa fixa. Processo n° 5001283-92.2019.8.08.0006

Comentários do Facebook
Continue lendo
Saúde5 minutos atrás

Covid-19: Brasil tem 41,8 mil novos casos e 1.300 óbitos em 24h

. A atualização diária divulgada pelo Ministério da Saúde registrou 41.857 novos casos do novo coronavírus e 1.300 óbitos por...

Entretenimento5 minutos atrás

Pablo Morais repudia atitude de policial que pisou no pescoço de mulher negra

Reprodução/Instagram Pablo Morais Pablo Morais mostrou indignação com o ato do  policial militar de pisar no pescoço de uma comerciante...

Economia35 minutos atrás

Para especialista, Minha Casa Minha Vida de Bolsonaro ainda é muito vago

Reprodução/Facebook Minha Casa Minha Vida do governo Bolsonaro não saiu da publicidade ainda, aponta especialista Nesta semana, o governo federal...

Nacional35 minutos atrás

Em Formiga, ‘Corona’ canta funk para alertar sobre Covid-19; assista

Divulgação/Prefeitura de Formiga ‘Corona’ agitou o centro da cidade de Formiga O município de Formiga, interior de Minas Gerais ,...

Internacional35 minutos atrás

Lombriga é retirada de garganta de mulher após ela comer sashimi

Divulgação/The American Society of Tropical Medicine and Hygiene O animal permaneceu vivo ainda após a retirada Quando uma mulher de...

Entretenimento1 hora atrás

Suposto nude de Tiago Iorc movimenta o Twitter: “Eu amei te ver”

Reprodução/ Instagram Tiago Iorc não fala palavrão e vira piada no Twitter A noite desta terça-feira (14) começou agitada no...

Política1 hora atrás

Pescadores: Renova terá que seguir com repasse

. “Qual pesca? E qual peixe?”, questionou o deputado Marcos Garcia (PV) sobre a decisão da Fundação Renova de cancelar...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!