conecte-se conosco


Agricultura

Tereza Cristina: “Vamos democratizar mais o crédito agrícola”

Publicado

em

Em audiência nesta quarta-feira (22) na Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados, a ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) anunciou que os pequenos e médios produtores brasileiros, que são a maioria dos agricultores, terão mais recursos à disposição no Plano Safra 2019/2020, que será anunciado no dia 12 de junho, na comparação com este ano.

A ministra disse é decisão do governo Jair Bolsonaro dar prioridade aos produtores que tomam até R$ 500 mil por ano de crédito agrícola, o que representa 96% dos mais de 5 milhões de agricultores brasileiros.

“Vamos democratizar mais o crédito”, anunciou a ministra aos deputados. “Vamos pôr mais recursos para os pequenos e médios produtores. Os grandes terão de pagar um pouco mais (de juros), mas para esses estamos tentando modernizar um pouco mais as ferramentas de financiamento”.

Tereza Cristina disse que, apesar as dificuldades orçamentárias, o próximo Plano Safra terá, no mínimo, os mesmos R$ 220 bilhões destinados no ano agrícola 2018/2019. Para a subvenção ao crédito agrícola, o governo vai destinar, segundo ela, em torno de R$ 10 bilhões a R$ 10,5 bilhões, o que confirma o esforço para manter os valores atuais.

O Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar), também destinado aos pequenos produtores, terá mais que os R$ 30 bilhões que recebeu no atual Plano Safra. Ela elogiou o ministro da Economia, Paulo Guedes, e sua equipe pela atenção ao Ministério da Agricultura nas negociações do Plano Safra, e disse que todos os pleitos do Mapa estão sendo atendidos.

A ministra também confirmou que haverá R$ 1 bilhão para o seguro rural, mais que o dobro dos R$ 440 milhões deste ano, e afirmou esperar que, com menos riscos nas operações, os bancos privados possam oferecer mais crédito agrícola a juros menores, contribuindo para melhorar o financiamento para o agronegócio brasileiro, que responde por quase 50% das exportações e 21,4% do Produto Interno Bruto (PIB) do país.

Leia mais:  ALFACE/CEPEA: Feriado enfraquece vendas e preço cai no atacado

Tereza Cristina também anunciou aos deputados que, na segunda-feira (27), se reunirá com o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, para discutir novos mecanismos financeiros que tornem possível aumentar os recursos para o crédito agrícola no país. No início de sua exposição, a ministra lembrou que o crédito rural é insuficiente no Brasil, e muito concentrado na mão de poucos produtores.

Tereza Cristina participa de audiência pública na Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural

O número de contratos vem caindo ano a ano, tanto para custeio quanto para investimentos. Dos mais de 5 milhões de produtores, 89,2% têm propriedades de até 100 hectares e só 1% tem mais de 1 mil hectares. Com isso, 92% dos estabelecimentos rurais geram apenas 15% do valor produzido no campo brasileiro e os 8% restantes produzem 85% do valor.

“O grande desafio é fazer com que esses 92% (dos estabelecimentos) possam produzir mais. Olha o que nós podemos crescer com a agricultura no nosso país. Essa é que tem de ser a nossa grande preocupação, pôr essas pessoas na produção, criando renda para o país e dando dignidade para essas famílias”, disse a ministra.

A ministra afirmou que a grande prioridade do ministério será melhorar a assistência técnica oferecida aos pequenos produtores, que ela considera fundamental para que eles possam gerar mais renda e melhorar a produção. Segundo ela, a assistência técnica inexiste em muitos estados, porque os governos estaduais usam as verbas repassadas pela União para pagar gasolina e outras despesas de custeio, e a verba nunca chega a quem precisa no campo.

Leia mais:  UVA/CEPEA: Mercado nordestino tem baixo movimento

Mais informações à Imprensa:Coordenação-geral de Comunicação Social
[email protected]

Fonte: MAPA
Comentários do Facebook
publicidade

Agricultura

Ministra e parlamentares discutem soluções para endividamento dos produtores de café

Publicado

em

Senadores e deputados representantes das bancadas de Minas Gerais e do Espírito Santo estiveram nesta terça-feira (20) com a ministra Tereza Cristina para debater a difícil situação atual dos cafeicultores brasileiros. A principal preocupação apresentada pelos parlamentares foi em relação à prorrogação das dívidas dos produtores, que tiveram perdas neste ano por causa de condições climáticas e do preço do café.

Tereza Cristina disse que irá ajudar nas conversas com instituições financeiras para que haja uma renegociação. “A prorrogação deverá ajudar aqueles cafeicultores que tiveram problema na colheita e precisam prorrogar para ter um fôlego e voltar a produzir e, se Deus quiser, no ano que vem ou no próximo ter café em estoque para poder cumprir com seus compromissos financeiros”, disse a ministra. 

Os parlamentares decidiram apresentar um projeto de lei em regime de urgência no Congresso Nacional para abrir a possibilidade de adoção do Prêmio Equalizador Pago ao Produtor Rural (Pepro) invertido, que poderá garantir um preço de referência para o café. A líder do governo no Congresso, deputada Joyce Hasselmann (PSL-SP), prometeu levar o assunto à presidência da Câmara dos Deputados.

“Ele [o Pepro] precisa estar pronto para ser acionado na hora necessária. Fazendo esse PL em regime de urgência, fica pronto e de repente pode ser usado ainda neste ano”, disse a ministra, ao fim da reunião.

Mais informações à imprensa:Coordenação-geral de Comunicação Social
[email protected]

Fonte: MAPA
Comentários do Facebook
Leia mais:  Maggi ouve de embaixador chinês que problemas com açúcar e aves será resolvido
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Mulher48 minutos atrás

Noiva toma suco detox, tem “acidente” no banheiro e mancha vestido de R$60 mil

O dia do casamento é considerado um dos mais importantes da vida e, por isso, é normal que os noivos...

Mulher48 minutos atrás

Jejum intermitente, low carb… Dietas da moda são eficazes para perder peso?

Reeducar a alimentação exige disciplina, foco e um objetivo a ser alcançado. As dietas se inserem nesse contexto, e visam...

Mulher48 minutos atrás

Horóscopo do dia: previsões para 21 de agosto de 2019

Terapeuta Integrativa, Masumi Suguinoshita usa a astrologia e a meditação como ferramentas principais de trabalho e traz ao Delas as...

Esportes48 minutos atrás

Relembre as melhores brigas ao vivo entre boleiros e jornalistas

A relação entre jornalistas e jogadores ou treinadores de futebol é muito próxima, e assim como todo relacionamento, é claro...

Nacional49 minutos atrás

PF mira propina a Palocci e Mantega em nova fase da Lava Jato

arrow-options Montagem/Agência Brasil Ex-ministros são investigados por supostos repasses recebidos da Odebrecht A Polícia Federal (PF) deflagrou a 63ª fase...

Nacional49 minutos atrás

Polícia busca celular para descobrir se sequestrador de ônibus tinha comparsas

arrow-options Reprodução Polícia busca celular para descobrir se sequestrador de ônibus tinha comparsas A Polícia Civil tenta localizar o celular de Willian Augusto da...

Nacional49 minutos atrás

Ao lado do presidente, padre toca berrante para seguidores de Bolsonaro

arrow-options Jair Bolsonaro / Twitter / Reprodução Padre Periquito tocou berrante como homenagem ao resgate das tradições e culturas Poucos...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana