conecte-se conosco



Internacional

Talibã voltará a executar e amputar ‘criminosos’ no Afeganistão

Publicado

em


source
null
Reprodução

undefined

Um dos fundadores do grupo fundamentalista islâmico  Talibã e ex-ministro da Justiça do Afeganistão, mulá Nooruddin Turabi, afirmou nesta quinta-feira (23) que os extremistas voltarão a aplicar execuções e amputações como forma de punição de “criminosos”.

Em entrevista à agência de notícias Associated Press, Turabi ressaltou que, dessa vez, as “penas” não serão aplicadas em público. Atualmente, ele é o responsável pelo sistema carcerário do país e inclusive consta na lista de terroristas da Organização das Nações Unidas (ONU).

“Todos nos criticavam pelas punições em estádios, mas nós nunca falamos nada sobre as punições e leis deles. Ninguém vai nos dizer quais devem ser nossas leis. Seguiremos o Islã e faremos nossas leis sobre o Corão”, disse o mulá ao ser questionado se não havia temor pela repercussão internacional.

Entre 1996 e 2001, durante o primeiro governo do Talibã, inúmeros detentos foram mortos ou tiveram mãos e pés amputados em eventos que reuniam centenas de pessoas em estádios ou áreas públicas.

Quem era acusado de roubo, poderia ter a mão ou a mão e o pé amputados, dependendo da “gravidade” do crime. Já para crimes mais severos, como assassinato, o condenado, geralmente, era alvo de um tiro na cabeça por parentes da vítima. Nesse caso, se o criminoso aceitasse pagar uma indenização aos familiares, que era chamada de “dinheiro ensanguentado”, sua vida poderia ser poupada.

Ainda conforme Turabi, “o corte das mãos é muito necessário para a segurança” do Afeganistão porque tem “efeito” sobre a população.

Desde que reassumiu o poder, em 15 de agosto, o Talibã anunciou que faria um governo “moderado”, que não queria mais “inimigos internos ou externos”, mas o que se viu na prática, foi uma série de violações de direitos e agressões.

De acordo com um relatório divulgado por diversas ONGs, já há centenas de denúncias de agressões a civis que se negaram a colaborar com os talibãs. As mulheres são as mais afetadas, já que grande parte delas não pode voltar ao trabalho desde que o grupo tomou o controle de Cabul, e muitas não puderam sequer retomar os estudos.

Fonte: IG Mundo

Comente Abaixo
Entretenimento2 horas atrás

Axel comemora lançamento de especial de Natal gravado em São Paulo

Reprodução/Instagram Axel no júri do ‘Canta Comigo Teen’ O novo projeto do cantor português Axel, inspirado nas comemorações natalinas e...

Entretenimento2 horas atrás

Após chamar Sol de vacilona, Monique Evans declara: “Perdeu o top 3”

Reprodução/Instagram Solange Gomes e Monique Evans Monique Evans segue atenta aos últimos desdobramentos da  décima terceira edição do reality show...

Nacional3 horas atrás

Homem de 39 anos fica com serra cravada na nuca ao se desequilibrar em obra

Um homem de 39 anos foi socorrido após ter a nuca perfurada por uma serra na região do bairro Dona...

Mulher4 horas atrás

Horóscopo do dia: previsões para 9 de dezembro de 2021

Foto: Marcelo Dalla A previsão para o seu signo no dia 09 de dezembro de 2021 ÁRIES Deixe de lado...

Política4 horas atrás

STF anula condenação de Sérgio Cabral em desdobramento da Lava Jato

Antonio Cruz/ Agência Brasil Ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral O Supremo Tribunal Federal (STF) anulou as condenações do...

Política5 horas atrás

STF anula condenação de Sérgio Cabral em desdobramento da Lava Jato

Antonio Cruz/ Agência Brasil Ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral O Supremo Tribunal Federal (STF) anulou as condenações do...

Política5 horas atrás

Pré-candidatos à presidência, Pacheco e Tebet protagonizam embate no Senado

Marcos Oliveira/Agência Senado Senadores Simone Tebet (MDB-MS) e Rodrigo Pacheco (DEM-MG), no ano passado Apresentados pelos seus partidos como pré-candidatos...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!