conecte-se conosco



Regional

Sobrinho joga tio do 3º andar e finaliza o ato com pauladas, em Colatina

Publicado

em

Um crime bárbaro ocorreu na madrugada deste domingo (19), no bairro São Vicente em Colatina.

O sobrinho jogou seu tio conhecido na comunidade, Edmilson Resende, do terceiro andar de um prédio, localizado na rua principal do bairro. Após a queda o sobrinho conhecido como Netinho, desceu as escadas e finalizou o ato a pauladas.

Por volta das 19 horas deste sábado (18), uma discussão iniciou-se entre a vítima Edmilson Resende e seu sobrinho, que moram no mesmo prédio, em andares diferentes. Com a discussão acalorada o sobrinho, tomado pela ira, quebrou os canos de água e esgoto da moradia de três andares. Devido a esse ato seu tio Edmilson chamou a polícia, que compareceu rapidamente e recolheu o cidadão. Poucas horas depois, Netinho foi solto e ao chegar em casa jurou de morte o tio e a esposa de Edmilson, a Senhora Maria Aparecida Barbosa.

Algumas horas após ser solto a assassino chegou com um comparsa, ainda não identificado, onde o mesmo estava com uma foice nas mãos. A um hora da madrugada, iniciaram a discussão novamente. Segundo uma moradora que não quis se identificar a briga se estendeu por horas. Edmilson pensava que estava protegido, pois para ter acesso a sua residência teriam que passar por um portão que estava trancado com um cadeado.

Exatamente as 4 horas da manhã, após o sobrinho e o comparsa arrombarem o cadeado com uma foice, Edmilson chegou na janela e gritou pedindo ajuda, pois o sobrinho iria matá-lo. ” Ele gritou até não ter mais voz”, disse uma moradora que reside próximo ao local do crime. Foi nesta hora que o sobrinho jogou seu tio do terceira andar do prédio batendo na grade da varanda e caindo desacordado no local.

Não satisfeitos, os dois assassinos desceram e munidos de um pedaço de madeira de eucalipto, finalizaram o homicídio com várias pauladas e chutes. Por instantes os dois saíam e voltavam para o local do crime, para averiguar se Edmilson estava realmente morto.

A esposa de Edmilson Maria Aparecida Barbosa foi espancada pelos meliantes e confessou que, não foi assassinada porque se fingiu de morta para que eles parassem de espancá-la. Ela foi levada pelo resgate do Corpo de Bombeiras para o Hospital Sílvio Avidos e não corre risco de morte.

A Polícia Militar agiu rápido após informações e prendeu os dois autores do crime tentando fugir. É importante ressaltar que na primeira condução o crime não tinha pena que permitisse manter o autor preso.

Edmilsom tinha 47 anos de idade, era aposentado e segundo vizinhos tinha um tumor no cérebro e sua esposa era autônoma. Um crime bárbaro que ocorreu devido a ira provocada por uma discussão entre familiares. O resultado, um óbito, uma mulher com várias lesões pelo corpo e dois assassinos presos.

(*esfala.com.br)

Comentários do Facebook

Regional

“Bandinha da Barra” resgata antigos carnavais de rua de Conceição da Barra

Publicado

em

O tradicional carnaval de rua, com mais de um século de existência e uma das grandes atrações carnavalescas da década de 50, 60, 70 e 80, em Conceição da Barra, e puxado pela “Bandinha da Barra” arrastava uma multidão de foliões pelas ruas do Centro da cidade.

Criada por um grupo de músicos da ‘Banda Musical Oliveira Filho’, a “Bandinha da Barra”, como é carinhosamente chamada pelos turistas e barrenses, já participou de festivais e se destacou pela sua originalidade. Hoje é um patrimônio cultural de Conceição da Barra.

Um orgulho para os saudosistas das antigas marchinhas de carnaval, hoje ela ainda arrasta jovens e adolescentes pelas ruas e que se deixam levar ao som das dos antigas marchinhas carnavalescas.

Até 1980, período em que barrenses e turistas passaram a conviver com as bandas baianas que passaram a alegrar os foliões nos carnavais da cidade, a centenária “Bandinha da Barra”, junto com os clubes, Sul América e Dunas Praia Clube e Cricaré, era garantia dos belos carnavais dos áureos tempos.

A “Bandinha da Barra” começou a animar os carnavais de salão pelo Clube Sul América, que depois veio da dar nome ao time de futebol da cidade, passou pelo Cricaré e antes dos trios elétricos, animou o carnaval no
Dunas Praia Clube.

Vídeos:

Comentários do Facebook
Continue lendo

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana