conecte-se conosco



Nacional

Simulação de evacuação em Barão de Cocais tem menos de 30% do público esperado

Publicado

em


barragem barão de cocais
Divulgação/Vale

Existe a previsão de que a barragem de Barão de Cocais pode se romper a qualquer momento entre os dias 19 e 25 de maio

simulado de emergência de barragens
realizado hoje (18) em Barão de Cocais, em Minas Gerais, reuniu cerca de 1,6 mil pessoas, representando 26,75% das mais de 6 mil pessoas que eram esperadas. Essa foi a segunda simulação de evacuação na cidade, onde há risco de rompimento na barragem Sul Superior da mina Gongo Soco. O treinamento teve duração de 48 minutos.

Em nota, a Vale diz o objetivo da atividade foi reforçar as orientações e treinamento da população de Barão de Cocais
. “A ação foi motivada por eventuais impactos da vibração provocada pelo talude Norte da cava da mina na barragem.”

Leia também: Vale inicia construção de barreira para rejeitos em Barão de Cocais

Segundo informações obtidas pelo Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPMG) com a própria mineradora, a barragem pode se romper entre amanhã (19) e 25 de maio.   

A ação foi desenvolvida pela Defesa Civil estadual, com o apoio da Vale
, que destacou 350 funcionários para participar da atividade. Também atuaram o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, as polícias Civil e Militar e a Prefeitura Municipal de Barão de Cocais.

Desde o dia 25 de março, quando foi feito o primeiro treinamento, foram instalados sete pontos de encontro na cidade, com funcionamento 24 horas. Na ocasião, no entanto, 2,4 mil pessoas não participaram do simulado.

A barragem
está no nível máximo de alerta de risco desde 22 de março. Em 8 de fevereiro, cerca de 400 pessoas das comunidades de Piteiras, Socorro, Tabuleiro e Vila do Gongo foram removidas preventivamente de suas casas e acolhidas em moradias provisórias alugadas pela Vale, hotéis, pousadas da região e casa de familiares. Segundo a mineradora, foi respeitada a vontade de cada um.

Leia também: Prefeito diz que Barão de Cocais “morreu”; Vale minimiza riscos em barragem

Além de Barão de Cocais
, foram realizados simulados de emergência com residentes da Zona de Segurança Secundária dos municípios de Santa Bárbara, em 29 de março, e São Gonçalo do Rio Abaixo, em 3 de abril.

Comentários do Facebook

Nacional

Saiba do que as empresas precisam para reabrir em São Paulo

Publicado

em


source

O Governador João Doria anunciou nesta sexta-feira (29) os protocolos necessários para que o setor privado viabilize a abertura de suas empresas de forma presencial. As orientações incluem prevenção e monitoramento das condições de saúde dos funcionários, colaboradores, fornecedores e da segurança dos clientes.

Estratégia para viabilizar reabertura presencial do setor privado
Governo de São Paulo/Divulgação

Estratégia para viabilizar reabertura presencial do setor privado

“Nesta fase de reabertura gradual da economia , o poder público pede e tem convicção de que terá o apoio da livre iniciativa na realização de testes em massa para ampliar a eficiência no enfrentamento da epidemia”, disse Doria. “O diagnóstico preciso é fundamental, como sempre destacam os cientistas e membros do comitê de saúde, para controlar e superar o coronavírus”, continuou.

Os protocolos foram feitos em conjunto com a Vigilância em Saúde do Estado e buscam adesão voluntária à realização e periodicidade de testes. São diretrizes e ações recomendadas para prevenção, triagem, testagem e contenção de casos. O apoio às empresas nos contatos com a Secretaria de Saúde será feito pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen.

Protocolo é dividido em fases
Governo de São Paulo/Divulgação

Protocolo é dividido em fases

Para prevenir novos casos de Covid-19, as empresas devem respeitar as orientações divulgadas no Plano São Paulo, bem como a utilização de máscaras, distanciamento social adequado, higiene das mãos, limpeza do ambiente de trabalho e afastamento de sintomáticos.

Veja também: Solução para o cinema, governo anuncia aprovação do drive-in cultural

O governo de São Paulo orienta as empresas para que forneçam um  questionário de monitoramento dos sintomas para identificar os casos; funcionários suspeitos ou com infecção confirmada devem ser imediatamente isolados.

Na fase de testagem, deve haver orientações sobre tipo e função de testes (veja o fluxograma abaixo), fluxo de operacionalização, encaminhamentos e notificação dos casos.

Fluxograma de testes
Governo de São Paulo/Divulgação

Fluxograma de testes

O protocolo ainda contém uma última fase, a de contenção, na qual orienta o setor privado sobre comunicar resultados dos testes para funcionários e adoção de medidas de contenção em caso de testes positivos na empresa.

Os testes nas empresas somam-se aos 3,3 milhões de testes que foram adquiridos pelo Estado.

Comentários do Facebook
Continue lendo
Internacional1 minuto atrás

Trump edita norma para regular redes sociais

. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, editou ontem (28) um decreto (executive order, termo utilizado em inglês) para...

Policial1 minuto atrás

PCES realiza operação e prende suspeitos de violência doméstica e familiar em Guarapari

. A equipe da Divisão Especializada de Atendimento à Mulher (DIV-Deam) realizou uma operação, na madrugada dessa quinta-feira (28), que...

Entretenimento11 minutos atrás

Apresentador da CNN Brasil chora ao vivo em entrevista sobre racismo

O apresentador da CNN Brasil , Cassius Zeilmann , chorou ao vivo durante a exibição desta sexta-feira (29) do “Visão...

Estadual21 minutos atrás

SEDH participa de debate on-line sobre proteção à criança e ao adolescente na pandemia

. A Secretaria de Direitos Humanos (SEDH), representada pela gerente de Proteção e Defesa dos Direitos Humanos Caroline Cabrera, participou...

Variedades29 minutos atrás

Procura por divórcio no Brasil aumenta devido a isolamento social por Covid-19

Advogada explica como proceder judicialmente em caso de separação durante a quarentena De acordo o Google Brasil, entre os dias...

Estadual31 minutos atrás

Novo documento reúne medidas econômicas para enfrentamento à Covid-19

. Uma cartilha, desenvolvida pela Secretaria de Desenvolvimento (Sedes), reúne as principais medidas econômicas emergenciais adotadas por diferentes órgãos do...

Economia31 minutos atrás

Caixa repassou R$ 76,6 bilhões em auxílio nas duas parcelas

Reprodução Youtube Caixa Econômica Federal Balanço divulgado pela Caixa nesta sexta-feira (29) Nesta sexta-feira (29), durante coletiva com autoridades da...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!