conecte-se conosco


Mulher

Sexo na gravidez é um problema para Sabrina Sato; veja dicas para a prática

Publicado

em

A apresentadora Sabrina Sato
gravou um vídeo com a participação da publicitária Shirley Hilgert, do canal “Macetes de Mãe”, na última segunda-feira (30). No vídeo, a japa revelou que acha desconfortável fazer sexo na gravidez e acabou gerando dúvida em muitas mulheres que ouviram sua declaração.

Leia também: Khloé Kardashian fala sobre transar na gravidez: “Você precisa improvisar”


Fazer sexo na gravidez não é um bicho de sete cabeças, basta encontrar uma posição confortável e prazerosa
Reprodução/Instagram
Fazer sexo na gravidez não é um bicho de sete cabeças, basta encontrar uma posição confortável e prazerosa

“O meu médico me liberou. Só que aí, eu fico meio sem graça, sabe?! A bebê está aqui. Aí eu falo: ‘Filha, dá licença que eu vou fazer amor com o papai’”, contou a mulher de Duda Nagle, aos risos, durante o bate-papo. A convidada Shirley ouviu o desabafo de Sabrina atentamente e deu algumas dicas para a japa fazer sexo na gravidez
, mas lembrou que a libido, durante o período gestacional, varia de mulher para mulher, ainda que a prática seja indicada para todas.

“O bebê sente prazer quando a mãe tem orgasmos”, garante a youtuber. O ginecologista responsável por reprodução humana Renato de Oliveira, confirma a opinião. Manter a vida sexual ativa durante a gestação, segundo ele, auxilia na manutenção do vínculo afetivo entre os parceiros e restringir a prática pode tornar o relacionamento limitado.

Leia também: 10 respostas sobre a prática sexual durante o período de gestação

Além disso, o ato sexual não atrapalha em nada a saúde do bebê. Durante o último trimestre da gravidez, a criança fica bem mais sensível a estímulos do meio externo, como sons ou movimentos, e isso pode fazer com que ele sinta mais estimulação durante o ato sexual dos pais, ou seja, acabe se movimentando ainda mais.

Qual a posição mais indicada para fazer sexo na gravidez?


Para o sexo na gravidez ser prazeroso, o casal precisa respeitar as limitações da mamãe e ter muita paciência
shutterstock
Para o sexo na gravidez ser prazeroso, o casal precisa respeitar as limitações da mamãe e ter muita paciência

No vídeo que publicou em seu canal, Sabrina pergunta para Shirley se existe outra posição
, que não seja de ladinho, para transar durante este período. A youtuber afirma que a posição ideal é a que deixa a mulher mais confortável, mas de ladinho é a forma mais fácil e indicada.

Leia mais:  “Não manda nudes!” Veja respostas geniais de mulheres ao receber fotos de pênis

Se você também está esperando um filho e pretende inovar na cama existem outras  maneiras confortáveis de aproveitar
o sexo na gravidez
. O agachamento erótico, em que a mulher fica por cima do homem, pode ser uma alternativa para as grávidas que ainda não estão com a barriga tão pesada. Outra opção é deitar com a barriga para cima e deixar as pernas esticadas, enquanto o parceiro a penetra sentado à frente.

Comentários do Facebook
publicidade

Mulher

Você sabe dizer se está na hora ou não de reformar sua casa?

Publicado

em

source

A reforma em um imóvel pode ser permeada por muitas questões: os valores a serem investidos, os transtornos, a sujeira, os eventuais atrasos. Intervenções de maior ou menor porte e que podem ganhar mais corpo ao longo do trabalho. Ou não. O fato é que, felizmente, na maioria das vezes, depois de realizada a reforma, o resultado não deixa dúvidas do acerto da decisão.

Mas como tomar uma decisão tão importante? Que fatores mais devem ser considerados? A primeira pergunta que você precisa responder é: por que reformar seu imóvel?

Existem diversas respostas possíveis que podem refletir diretamente na sua tomada de decisão, impulsionando sua atitude. Veja se a sua resposta é semelhante a uma ou mais alternativas abaixo:

§  Porque quero renovar, atualizá-lo

§  Porque quero me sentir bem no meu lar

§  Porque meu imóvel é antigo, nunca passou por reforma

§  Porque meu imóvel é novo e a construtora entrega o básico

§  Porque quero receber bem na minha casa

§  Porque sou apaixonado (a) por arquitetura e decoração

§  Porque esteticamente nada me agrada

§  Porque minha casa não atende minha demanda atual

§  Porque minha casa não funciona

Não existe alternativa certa ou errada. Reformas devem ser permeadas por estímulos para que o processo não gere insegurança, imprevistos e questionamentos negativos. A decisão não é fácil, principalmente diante de um cenário econômico desfavorável, por exemplo. Além disso, como sabemos, requer planejamento (palavrinha recorrente aqui no Dentro de Casa ).

Outros fatores também podem pautar a decisão por uma reforma em casa. Geralmente, um bom indicador é uma mudança de estilo de vida, como a chegada de um filho, por exemplo. Sentimentos estéticos, que envolvem o lado emocional, devem ser avaliados juntamente com as prioridades.

invista em pequenas mudanças de layout e aposte em opções que visam acelerar os prazos
Divulgação
invista em pequenas mudanças de layout e aposte em opções que visam acelerar os prazos

Dito isto, antes de prosseguir com a sua decisão, seja por reformar ou não, Dentro de Casa vai oferecer a você leitor(a) um pequeno “mapa da mina” para ajudar na sua tomada de decisão:

Leia mais:  Médicos, bombeiras, cerveja e Netflix: veja o que mais bombou no Tinder em 2018

Prioridade alta: considerada a prioridade alta, urgente, com tempo para início da execução em até três meses. É norteada por situações que devem ser observadas e jamais ignoradas como: infiltrações, instalações antigas como de fiação elétrica e hidráulica, revestimentos soltando, esquadrias emperradas ou em mal funcionamento e rachaduras .

Dica da Helô: podemos considerar nessa lista um imóvel recém adquirido caso o prazo para a mudança seja curto. Nessa situação, invista em pequenas mudanças de layout e aposte em opções que visam acelerar os prazos.

Prioridade Baixa: dependendo da complexidade ou dimensões das intervenções, invista seu dinheiro (e tempo) para iniciar uma reforma entre um e cinco anos. Essa intervenção passa pela substituição completa de revestimentos, grandes adaptações de layout, repaginada completa, valorização do imóvel com adequações sustentáveis, são exemplos de intervenções não emergenciais, melhorias que, ao longo prazo, justificam o investimento.

Não podemos nos esquecer de que, entre essas duas prioridades, existe sempre a situação intermediária, ou seja, casos que começam com prioridade baixa e que no decorrer da obra podem exigir maior ou menor intervenção, por exemplo – o que é muito comum.

Lembre-se que a reforma é um processo de execução vivo, onde podem ocorrer diversas situações não previstas. Prepare-se e peça ajuda a profissionais capacitados.

 Leia mais:

Como evitar acidentes com aquecedores a gás em casa? Confira dicas

Fonte: IG Delas
Comentários do Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Variedades19 minutos atrás

FA 1113 / 24 DE AGOSTO DE 2019

Comentários do Facebook Leia mais:  Mãe exibe barriga dois anos pós-parto: “Você nunca mais vai ter o mesmo corpo “

Entretenimento2 horas atrás

Modelo leva fãs à loucura com tamanho do bumbum. Veja fotos

Aos 24 anos, a jovem possui mais de 10 milhões de seguidores nas redes sociais e atualiza seu perfil com...

Mundo2 horas atrás

Acre decreta emergência por causa de seca e incêndios florestais

arrow-options Comunidade Huwã Karu Yuxibu Comunidade Huwã Karu Yuxibu foi uma das atingidas pelas queimadas no Acre A escassez de...

Mundo2 horas atrás

Acompanhe ao vivo os protestos em defesa da Amazônia que acontecem pelo Brasil

Yago Sales / iG Manifestantes se reúnem em São Paulo em defesa da Amazônia Manifestantes em defesa da Amazônia se...

Mundo2 horas atrás

Criminalidade em São Paulo apresenta queda em julho

arrow-options Divulgação/PM A criminalidade em São paulo apresentou queda durante o mês de julho. Os principais indicadores de criminalidade do...

Mundo2 horas atrás

Manifestações pela Amazônia devem acontecer em mais de 70 cidades pelo Brasil

arrow-options Fotos Públicas Efeitos das queimadas na Amazônia são sentidos em diversas partes do País Mais de 70 cidades e...

Estadual2 horas atrás

Homem não aceita fim de relacionamento e agride ex com pé de cabra no ES

A ferramenta utilizada pelo agressor foi recolhida e será entregue ao Plantão da Mulher, em Vitória Uma mulher foi agredida...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana