conecte-se conosco


Estadual

Sesa cria Comitê Operativo de Emergência contra derramamento de óleo no litoral brasileiro

Publicado

em

Diante da preocupação com a possibilidade de chegada das manchas de óleo ao litoral do Espírito Santo, a Secretaria da Saúde (Sesa) criou o Comitê Operativo de Emergência (COE), que tem como objetivo preparar ações preventivas e mitigadoras para a possível chegada do óleo que atingiu o litoral do nordeste, no Espírito Santo.

O Comitê é formado por setores específicos da Gerência de Vigilância em Saúde (GEVS) como Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS), o Núcleo Especial de Vigilância Ambiental (NEVA), Vigilância da Saúde do Trabalhador e Centro de Atendimento Toxicológico do Espírito Santo (Toxcen), além da assistência do setor de Urgência e Emergência.

Na Sesa, a coordenação do COE é de Gilton Almada, coordenador do CIEVS. Já a coordenação geral do COE é realizado pela Marinha do Brasil, Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Seama), Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema) e Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil do Espírito Santo (CEPDEC).

De acordo com Almada, a criação desse comitê tem como objetivo principal organizar as ações do SUS em situação de desastre. Mas, destacou, não há situação de desastre no Espírito Santo e sim uma situação em potencial. “Esse comitê organiza quais as competências das áreas da Saúde, e também quais questões são de responsabilidade do Estado e quais são dos municípios”, disse.

Ele disse ainda que uma das medidas de precaução é sensibilizar e orientar a população sobre os riscos à saúde de exposição aos resíduos do petróleo cru. “Foi elaborada uma nota técnica orientando os profissionais de saúde sobre como atender as pessoas que tiverem contato com o óleo e também os cuidados de proteção individual que devem ser adotados por esses profissionais”, explicou.

Leia mais:  Protesto contra reforma da Previdência é encerrado em Venda Nova e continua em João Neiva

Almada afirmou ainda que o Espírito Santo já está preparado com aproximadamente 400 profissionais capacitados da Defesa Civil, Marinha e Exército para a realização do recolhimento desse material caso seja necessário. Ele destaca que não será necessário a ajuda voluntária da população, para evitar que haja casos de intoxicação por inalação, contato com a pele ou ingestão. “Orientamos a população a não entrar em contato com o óleo. O Espírito Santo tem cerca de 400 profissionais capacitados para fazer o recolhimento desse material nas praias, por isso não há necessidade de voluntários”, destacou.

Nesta quinta-feira (07), o Colegiado de Secretários Municipais do Espírito Santo (COSEMS/ES) realizou, no auditório da Escola Técnica do Sistema Único de Saúde (ETSUS), em Vitória, sua 7ª Assembleia Geral Ordinária. Entre outros assuntos da pauta, o grupo debateu o derramamento de óleo no litoral brasileiro. Participaram da reunião gestores municipais, apoiadores, representantes das câmaras técnicas e da Secretaria da Saúde (Sesa), incluindo o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes.

 

Recomendações à população:

– Não entrar em contato direto com a substância (petróleo), especialmente crianças e gestantes;

– Evitar contato com a água e o solo nas regiões atingidas;

– Seguir as orientações dos órgãos de meio ambiente sobre atividades recreacionais e de pesca nas regiões afetadas;

– Em caso de exposição ou aparecimento de sintomas, contatar o Toxcen pelo telefone 0800-2839904, e procurar atendimento médico. O atendimento é 24 horas.

– Seguir as orientações da Vigilância Sanitária para consumo de peixes e frutos do mar nas regiões afetadas. 

Recomendações aos profissionais de saúde:
Aos profissionais de saúde recomenda-se atenção aos sinais e sintomas característicos de intoxicação aguda. Ressalta-se que os casos suspeitos e confirmados (em trabalhadores) de intoxicação exógena devem ser notificados na respectiva ficha do Sistema Nacional de Agravos de Notificação (SINAN).

Leia mais:  Ales comemora 50 anos da Associação dos Avicultores do ES

Em caso de dúvidas, recomenda-se consultar o documento “Instruções para preenchimento da Ficha de Investigação de Intoxicação Exógena no Sinan”, e consultar o Toxcen.

 

 

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da Sesa
Syria Luppi / Kárita Iana / Paula Lima / Luciana Almeida / Thaísa Côrtes 
(27) 3347-5642 / 3347-5643
[email protected]

Fonte: Governo ES

Comentários do Facebook
publicidade

Estadual

Espírito Santo ocupa 2ª posição em ranking de liberdade econômica do País

Publicado

em

Um estudo elaborado pelo Centro Mackenzie de Liberdade Econômica (CMLE), em São Paulo, mostra que o Espírito Santo ocupa o 2º lugar no Índice de Liberdade Econômica Estadual (IMLEE) do Brasil. O levantamento mostra, na prática, que dentre as unidades da Federação, o Espírito Santo tem um dos menores índices de intervenção do Estado na economia. O estudo foi divulgado neste mês de novembro, e considerou como pilares de avaliação os gastos públicos, tributação e mercado de trabalho.

Confira a publicação na íntegra

O secretário de Estado de Desenvolvimento, Marcos Kneip, comemorou o índice apresentado no estudo. “O ranking é uma ferramenta que contribui para a segurança dos investidores e mostra para as empresas que elas têm liberdade para empreender no Estado. Estamos muito satisfeitos com o resultado alcançado”, destacou.

Kneip também apontou medidas que contribuem para a melhoria do ambiente de negócios no Estado. “Além do equilíbrio fiscal, reforçado com conquista da nota A pela Secretaria do Tesouro Nacional, desde 2012, o Espírito Santo tem buscado diferentes alternativas para manter sua competitividade, reduzindo a burocracia processual para a abertura de negócios e, consequentemente, garantindo maior liberdade às empresas. Uma dessas ferramentas é o programa Simplifica-ES, que facilita o atendimento aos empreendedores, reduzindo o tempo de abertura de novos negócios”, explicou.

O secretário reforçou ainda a importância dos incentivos oferecidos pelo Estado. “Diferentemente de outros estados que regulam seus benefícios por intermédio de Medida Provisória, o Espírito Santo regulamentou sua política de incentivos fiscais como os programas Invest-ES e o Compete-ES em legislação própria. Isso é algo de extrema importância para os investidores, já que garante segurança jurídica aos negócios”, pontuou.

O índice

O ILMEE varia de zero (menos liberdade) a dez (mais liberdade) e é uma medida relativa de desempenho dos estados e do distrito federal.
De acordo com a publicação do Centro Mackenzie, o estado do Amapá lidera o ranking, e São Paulo aparece na terceira posição. Já os estados do Acre, Mato Grosso do Sul e Piauí correspondem às 24ª, 25ª e 26ª posições, respectivamente

Leia mais:  Protesto contra reforma da Previdência é encerrado em Venda Nova e continua em João Neiva

De acordo com CMLE, entre os três primeiros colocados, podem-se verificar características fundamentais de liberdade econômica que reforçam a nota, como por exemplo, o tamanho do governo desses estados, que no Amapá vale 9,18, no Espírito Santo fica em 8,91, e em São Paulo foi de 8,46. Contudo, a nota de mercado de trabalho acaba por derrubar a média, no caso do Amapá, consideravelmente, já que fica em 5,79. O Espírito Santo ficou com 7,22 e São Paulo apresentou a maior nota dos três com 7,51.

O relatório 2019 é baseado em dados de 2017 (ano mais recente de dados comparáveis disponíveis) e mede a liberdade econômica (níveis de escolha pessoal, capacidade de entrar em mercados, respeito à propriedade privada, estado de direito, etc.), analisando as políticas dos 26 estados brasileiros e o Distrito Federal.

Simplifica-ES

O Simplifica é o Programa Estadual de Desburocratização do Ambiente de Negócios, que visa a facilitar o atendimento aos empreendedores, reduzindo o tempo de abertura de empresas. Sua atuação é voltada para a revisão de processos e procedimentos que causam morosidade no registro e na legalização de negócios, integrando órgãos e centralizando serviços.

A média para abrir uma empresa de porte médio era superior a 110 dias, e hoje é de 48 horas. A meta do Simplifica-ES é que esse prazo chegue a 24 horas e que o empreendedor faça os procedimentos sem sair de casa.

O Simplifica ES estimula a formalização e tem entre os seus objetivos:
Redução do tempo no processo de registro e licenciamento de empresa;
Otimização de procedimento de registro e licenciamento;
Entrada única de dados pelo Portal do Empreendedor;
Desburocratização e redução na duplicidade de exigências de documentos;
Possibilidade de autodeclaração pelo empreendedor;
Criação do Escritório do Empreendedor para orientar a abertura de negócios;
Integração de todos os municípios e órgãos do Estado para melhorar o ambiente de negócios.

Leia mais:  Ales comemora 50 anos da Associação dos Avicultores do ES

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da Sedes/Aderes/Ipem
Andreia Foeger
(27) 3636.9707 – 99942-9537
[email protected]
Cintia Dias (27) 3636.9708 – 99234-1291
[email protected]

Fonte: Governo ES

Comentários do Facebook
Continue lendo
Policial19 minutos atrás

Ex-funcionário de hamburgueria suspeito de participar de tentativa de latrocínio é preso por policiais civis

A equipe da Delegacia Especializada de Segurança Patrimonial (DSP) prendeu, nessa terça-feira (12), um suspeito de ter envolvimento em uma...

Policial19 minutos atrás

Policiais civis prendem suspeito de roubo de celular em São Gabriel da Palha

Nesta quarta-feira (13), a equipe da Delegacia de Polícia (DP) de São Gabriel da Palha cumpriu um mandado de prisão...

Economia19 minutos atrás

Mega-Sena: veja o resultado do concurso 2207 desta quarta-feira

arrow-options Reprodução Sorteio desta quarta-feira (13) pode pagar R$ 6,5 milhões para quem acertar as seis dezenas A Caixa Econômica...

Estadual32 minutos atrás

Espírito Santo ocupa 2ª posição em ranking de liberdade econômica do País

Um estudo elaborado pelo Centro Mackenzie de Liberdade Econômica (CMLE), em São Paulo, mostra que o Espírito Santo ocupa o...

Estadual32 minutos atrás

Kleber Andrade recebe semifinal do Campeonato Brasileiro Sub-20 entre Flamengo e Corinthians

O Estádio Estadual Kleber Andrade, em Cariacica, será palco do segundo jogo da semifinal do Campeonato Brasileiro Sub-20 entre Flamengo...

Estadual32 minutos atrás

Perdeu a placa na enchente? Veja como solicitar uma nova ao Detran|ES

Com as fortes chuvas desta quarta-feira (13) na Grande Vitória e em municípios do interior, alguns proprietários de veículos acabaram...

Estadual32 minutos atrás

Operação do Transcol enfrenta atrasos por conta de vários alagamentos na Grande Vitória

A circulação dos ônibus do Sistema Transcol continua difícil por conta de diversos pontos de alagamento em toda a Grande...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana