conecte-se conosco


Esportes

Serviço de Segurança Federal da Rússia evitou terrorismo na Copa do Mundo 2018

Publicado

em


Estádios da Copa do Mundo Rússia tiveram ataques terroristas movidos por drone
LUCAS FIGUEIREDO/CBF

Estádios da Copa do Mundo Rússia tiveram ataques terroristas movidos por drone

Segundo a agência de notícias Tass , as forças de segurança russa impediram ataques terroristas durante a Copa do Mundo Rússia da Fifa . Segundo o representante do Serviço de Segurança Federal, Alexander Bortnikov, a inteligência do país encontrou drones que seriam usados contra jogadores e políticos.

Leia também:  Assassino de Daniel convidou jogador para fazer sexo com sua mulher

Bortnikov disse que seus agentes “tomaram medidas para detectar e impedir tentativas de terroristas de usar drones durante a preparação e montagem de vários eventos político e esportivo, principalmente durante a Copa do Mundo Rússia 2018”.

De acordo com a agência estatal, o Serviço de Segurança não conseguiu identificar os autores dos ataques e nem revelaram como os drones foram destruídos.

O caso dos hooligans russos era uma preocupação da polícia local muito antes do evento. Em entrevista a agencia Interfax, o ministro do interior Vladimir Kolokoltsev, afirmou que os agentes impediram sete grupos ‘nacionalistas’ de atacarem torcedores da Argentina, Inglaterra, Senegal e Polônia.

Em ambos os casos, os porta-vozes do governo de Vladimir Putin não revelaram os processos judiciais ou sentenças aplicadas nas ações.

Durante o período da Copa do Mundo, os policias receberam ajudam de modernas tecnologias de vigilância eletrônica como câmeras que incluíam reconhecimento facial e scanners. A equipe de segurança também teve a disposição o uso do ‘ID do Fã’, uma credencial fornecida pelo governo para todos os torcedores que participaram dos jogos.

Leia também:  Cristiano Ronaldo fica de fora da convocação de Portugal para amistosos

O único incidente registrado no período do evento da Fifa e que foi registrado pelas câmeras foi a invasão de campo do grupo feminista de punk Pussy Riot. Quatro pessoas entraram no gramado e interromperam a final da Copa entre Croácia e França.

Leia mais:  Conmebol anuncia sedes da Copa América no Brasil; Morumbi recebe a abertura

Integrante do Pussy Riot em invasão de campo na final da Copa do Mundo Rússia 2018
Reprodução

Integrante do Pussy Riot em invasão de campo na final da Copa do Mundo Rússia 2018

O ato relembrou o poeta Dmitriy Privoy, morto em 2007, e o cineasta Oleg Sentsov, que é crítico de Putin e foi condenado a 20 anos de prisão por acusações de terrorismo.

O grupo ficou preso por 15 dias, mas uma alegação de envenenamento elevou os ânimos dos manifestantes. Segundo o grupo Pussy Riot, um dos integrantes que participou do protesto, Pyotr Verzilov, foi envenenado. O garoto adoeceu de repente na cadeia e precisou ser transferido para a Alemanha. Os médicos que cuidaram dele disseram que a possibilidade de envenenamento era alta.

Leia também:  Buffon revela que torcerá para o Boca Junior na final da Libertadores. Entenda

Além da acusação pós Copa do Mundo Rússia 2018, o governo de Putin é apontado como mandatário de dois outros casos de envenenamento de cidadãos russos pelo mundo.

Comentários do Facebook
publicidade

Esportes

Jogadores ingleses repudiam racismo em vitória sobre Montenegro: “Vergonha”

Publicado

em

A Inglaterra venceu Montenegro, por 5 a 1, nesta segunda-feira, pelas eliminatórias da Eurocopa, mas a goleada ficou marcada por atos de racismo cometido por torcedores montenegrinos contra diversos jogadores ingleses, como Callum Hudson-Odoi, Raheem Sterling e Danny Rose.

Leia também: Escalação irregular de brasileiro pode custar pontos a Ucrânia nas Eliminatórias


Sterling foi uma das vítimas de racismo durante vitória da Inglaterra sobre Montenegro por 5 a 1
Reprodução/Twitter

Sterling foi uma das vítimas de racismo durante vitória da Inglaterra sobre Montenegro por 5 a 1

Após a partida, jogadores e também o técnico inglês, Gareth Southgate, manifestaram seus repúdios contra os atos de racismo . Sterling, que fez gol na vitória, respondeu aos racistas na comemoração e também em suas redes sociais.

“Melhor caminho para silenciar os ‘haters’ (e sim, eu falo dos racistas)”, escreceu o camisa 7 inglês em seu Twitter. “Eu claramente ouvi ofensas a Danny Rose quando ele recebeu um cartão no final. Não é aceitável. Não há dúvida na minha cabeça do que acontece, e vamos levar o caso à Uefa”, disse o treinador.

Leia também: Danilo comemora 10 anos de carreira e coloca Copa do Mundo como obsessão

Odoi, o mais jovem a estrear pela seleção inglesa principal desde Rooney, em 2003, demonstrou sua indignação em entrevista ao canal BeIN Sports . “Eu não acho que a discriminação caiba em qualquer lugar, somos iguais”, afirmou.

“Quando você está ouvindo coisas como essas dos fãs, não é certo, nem aceitável. Tomara que a Uefa lide com isso adequadamente. Quando eu e Rosey fomos até lá, estavam imitando macacos. Tivemos que manter a cabeça no lugar”, acrescentou o jovem de 18 anos.

Além da postagem, Sterling também reclamou das ofensas em entrevista: “Estamos em 2019, é uma vergonha que isso aconteça. É hora de as pessoas no poder tomarem uma medida. Você pode multá-los, mas e aí? Você precisa fazer algo que vá fazê-los pensar duas vezes”, ponderou.

Leia mais:  Guardiola defende Mourinho após demissão: “Como técnicos, estamos sozinhos”

“Na Inglaterra , temos um país diverso, com diferentes faces. As pessoas no comando têm que tomar as medidas cabíveis”, completou o jogador do Manchester City.

Leia também: Neymar Jr. aparece duas vezes em lista das contratações mais caras do futebol

Em campo, além do racismo , a Inglaterra goleou após sair atrás de Montenegro. Os gols foram marcados por Keane, Barkley duas vezes e Sterling também duas vezes. Vesovic abriu o placar para os montenegrinos.

Fonte: IG Esportes
Comentários do Facebook
Continue lendo
Esportes47 minutos atrás

Jogadores ingleses repudiam racismo em vitória sobre Montenegro: “Vergonha”

A Inglaterra venceu Montenegro, por 5 a 1, nesta segunda-feira, pelas eliminatórias da Eurocopa, mas a goleada ficou marcada por...

Esportes47 minutos atrás

Especialista explica imbróglio entre Nantes e Cardiff City no caso Emiliano Sala

Divulgação Emiliano Sala morreu em acidente aéreo no Canal da Mancha No mês passado, o Nantes, da França, entrou com...

Esportes48 minutos atrás

Escalação irregular de brasileiro pode custar pontos a Ucrânia nas Eliminatórias

Reprodução/@shakhtar_brasil Escalação irregular do atacante brasileiro pode custar pontos a Ucrânia nas Eliminatórias da Euro 2020 Uma grave denúncia pode...

Nacional48 minutos atrás

Em novo recuo, MEC revoga portaria que suspendia avaliação da alfabetização

Luis Fortes/MEC – 2.1.19 Essa não é a primeira vez que o ministro da Educação Ricardo Vélez Rodríguez volta atrás...

Nacional48 minutos atrás

Treze dias após ataques, alunos voltam a ser recebidos em escola de Suzano

Ueslei Marcelino/ABr Volta às aulas oficial na escola Raul Brasil, em Suzano, não tem data marcada; hoje, a unidade funciona...

Nacional48 minutos atrás

Após quatro dias preso na PF do Rio, Temer volta para casa, na capital paulista

Beto Barata/Divulgação Ex-presidente Temer desembarcou na capital paulista por volta das 21h15 desta segunda-feira O ex-presidente da República, Michel Temer,...

Policial1 hora atrás

Dono de loja assaltado e agredido a coronhada no centro de São Mateus

SÃO MATEUS (ES) – Em plena manhã desta segunda-feira (25) um bandido armado de revólver assaltou a loja de eletroeletrônicos...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana