conecte-se conosco


Saúde

Sem urinar direito, idoso retira mais de 100 pedras da bexiga

Publicado

em

Sem urinar direito, idoso retira mais de 100 pedras da bexiga

Um homem de 83 anos identificado como Liu teve mais de 100 pedras retiradas de sua bexiga em uma única cirurgia. O caso ocorreu na província de Jiangsu, oeste da China, e foi compartilhado pelos médicos do Hospital Zhongda, que trataram o caso. As informações são da Revista Galileu.

Segundo os profissionais, o paciente chegou à emergência reclamando de dores ao urinar e logo foi examinado pela equipe, que decidiu fazer um raio-X. O resultado foi surpreendente: na imagem, era possível observar diversas pedras de tamanhos diferentes dentro do órgão do paciente.

Reprodução Zhongda Hospital

“Após uma inspeção cuidadosa, ficamos surpresos ao descobrir que a bexiga dele estava cheia de pedras”, afirmou Sun Chao, um dos médicos de Liu, ao Pear Video. “Durante a operação, a bexiga foi aberta e um grande número de pedras foi retirado. Havia mais de 100 grandes e pequenos cálculos”, disse o profissional ao Nanjing Daily.

De acordo com os médicos, pedras na bexiga são fragmentos de minerais que podem se formar dentro do órgão quando a pessoa segura muita urina e consome pouco líquido. Mas casos como o de Liu não são comuns: segundo os profissionais, o paciente contou ter dificuldades para urinar há pelo menos uma década, mas disse nunca ter procurado ajuda antes.

Reprodução Zhongda Hospital

O caso do chinês foi agravado pelo fato de ele sofrer de hiperplasia prostática benigna (HPB), um aumento não canceroso da próstata que causa dificuldade para urinar. Segundo os especialistas, a condição é comum e afeta metade dos homens com mais de 50 anos e 90% daqueles com mais de 80 anos.

“Depois que as pedras na bexiga de Liu foram removidas, uma análise de componentes foi realizada para determinar se [sua composição] tinha altos níveis de ácido úrico”, explicou Sun Chao. Segundo o médico, idosos têm alto teor dessa substância na urina, mas os especialistas ainda não sabem se esse fato pode contribuir para a formação de pedras na bexiga.

Para evitar casos como o de Liu, Sun Chao recomenda o consumo de pelo menos dois litros de água por dia, tal como uma alimentação saudável e idas regulares ao médico. “Eu trabalho nesse campo há mais de 10 anos e nunca tinha visto um caso como esse”, afirmou o especialista.

Comentários do Facebook
Leia mais:  Brasil reforça vacinação em 16 municípios de fronteira
publicidade

Saúde

Prefeitura de São Paulo lança Corujão do Câncer

Publicado

em

A prefeitura de São Paulo lançou hoje (21) um programa para acelerar o atendimento dos pacientes com câncer de estômago, colorretal, tireoide e próstata, os tipos que registram maior incidência da doença. Essa será a primeira fase do chamado Corujão do Câncer, que começa a atuar na próxima quinta-feira (23).

O programa terá 2,3 mil vagas para colonoscopia, exame que detecta câncer do intestino para pessoas com idade acima de 65 anos. O objetivo é agilizar o tratamento da doença.

Durante a apresentação do programa, o prefeito Bruno Covas citou seu caso, lembrando que em menos de uma semana teve o diagnóstico de um câncer e já iniciou o tratamento quimioterápico. “É inaceitável que o prefeito, que tem condições de pagar um plano de saúde, tenha esse tipo de agilidade e a população, que não tem condições de pagar um plano de saúde, tenha que esperar dias para continuar e ter acesso a um tratamento.”

O início da segunda fase do programa está previsto para março e priorizará os pacientes com diagnóstico de câncer de pele, ginecológico, hematológico, neurológico, pneumológico, oftalmológico e pediátrico. O programa aumentará a oferta de exames como Ecocardiograma, Densitometria Óssea, Ultrassonografia Mamária, Endoscopia. Serão 70.953 vagas com a ampliação de horário de atendimento das 19h às 22h,  em 21 unidades municipais, sendo 13 Hospitais Dia e oito AMA-E (Assistência Médica Ambulatorial de Especialidades).

Este é o terceiro corujão feito na cidade e, segundo o prefeito, assim como os outros, a ideia é reduzir ou zerar a fila de atendimento existente, por isso o programa não é permanente.

“Se a qualquer momento voltar a acontecer, pode-se ter um novo corujão. Ele não é um programa duradouro porque tem uma ação específica. Esperamos que não seja necessário voltar lá na frente a esse Corujão do Câncer, mas se houver necessidade ele retorna, para que o tempo médio de atendimento possa permanecer”, explicou.

Leia mais:  Veja os cuidados necessários com os dentes das crianças durante as férias

Os hospitais parceiros do Corujão do Câncer serão o AC Camargo, Instituto de Câncer Dr. Arnaldo (CAVC), Hospital Municipal Dr. Gilson de Cássia Marques de Carvalho/Einstein (Vila Santa Catarina) e Hospital Sírio-Libanês. A parceria dura por todo o período de tratamento, em toda a linha de cuidado, pelo período estimado de dois a cinco anos. Cada paciente terá um custo mensal estimado de R$ 26 mil para o município. O total de investimento no programa é de R$ 15 milhões.

“O que nós acreditamos é que atacando essas especialidades que são as mais prevalentes, com as 11.040 vagas anuais que já temos, conseguiremos ter uma administração mais regular do acesso. Essa ampliação vai ser bastante importante e com isso podemos ter um tempo de espera muito menor”, afirmou o secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido.

Apesar de o nome sugerir que o atendimento seja feito exclusivamente à noite, o secretário esclareceu que o programa funcionará 24 horas para os exames de colonoscopia, na primeira fase, e das 7h às 22h, na segunda etapa.

De acordo com o secretário, o município de São Paulo já atende à Lei 12.732/2012, que determina que o paciente diagnosticado com câncer deve ser tratado em menos de 60 dias. A meta da prefeitura é reduzir a espera para a realização de exames em 30 dias até o final de 2020.

O tratamento do câncer é feito por meio de repasse de recursos do governo federal para o município. Em 2019, o município de São Paulo atendeu 10.839 pessoas com câncer, na rede municipal do Sistema Único de Saúde (SUS).

Edição: Valéria Aguiar
Fonte: EBC Saúde

Comentários do Facebook
Continue lendo
Entretenimento6 minutos atrás

Inimigos da HP agitarão pré-Carnaval de SP com bloco “Toca Um Samba Aí”

Os foliões que estão ansiosos para o Carnaval 2020 já podem comemorar e começar a se preparar para os dias...

Estadual6 minutos atrás

Marca de produtos esportivos é condenada por enviar mais itens que o encomendado por loja

Em decisão, o juiz entendeu que a cobrança dos produtos não solicitados era indevida. Uma marca de produtos esportivos foi...

Estadual6 minutos atrás

2ª Câmara Cível nega recurso de candidato de concurso que não passou em teste físico

O autor alegou falta de previsão legal sobre a necessidade de realização do teste de aptidão física e psicológica para...

Estadual6 minutos atrás

Município de Vitória é condenado a indenizar vítima de queda em bueiro no Centro

Em decisão, o juiz entendeu que a empresa de água e esgoto não contribuiu para o acidente O município de...

Estadual6 minutos atrás

Mais um participante da campanha Esperando Por Você é adotado

Kauan, de Nova Venécia, já está vivendo com a nova família em Minas Gerais. A campanha foi criada pelo TJES...

Entretenimento19 minutos atrás

Karol Conka, Skank e mais; veja a programação do aniversário de São Paulo 2020

Para comemorar o aniversário de 466 anos da cidade de São Paulo , a Prefeitura oferecerá uma grande programação cultural...

Entretenimento19 minutos atrás

Ozzy Osbourne é diagnosticado com Doença de Parkinson

Ozzy Osbourne foi diagnosticado com uma forma da Doença de Parkinson. O cantor britânico, de 71 anos, revelou que foi...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana