conecte-se conosco



SEDH e Governo Federal celebram convênio para implantação do Nupop

Publicado

em

Um convênio para a implantação do Núcleo de Defesa dos Direitos Humanos da População em Situação de Rua (Nupop) foi celebrado entre a Secretaria de Direitos Humanos (SEDH) e a Secretaria Nacional de Proteção Global do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.

 O projeto foi contemplado pelo convênio e tem como objetivo o atendimento a casos de violência contra a população em situação de rua, o fortalecimento de políticas de defesa de direitos e da rede de atendimento, além de permitir registrar, encaminhar e acompanhar os casos de violências contra a população em situação de rua.

 Será realizado também uma formação e capacitação em Direitos Humanos para a população em situação de rua, gestores, profissionais da área e sociedade civil contribuindo, assim, no fortalecimento da rede socioassistencial de atendimento ao público beneficiado.

 “Com esse projeto, continuaremos a consolidação de políticas públicas para a população em situação de rua. É importante lembrar que, em 2019, já conseguimos avançar com a criação da coordenação especifica para este público e, agora, com a celebração do convênio conseguiremos avançar ainda mais em melhorias para essa população, bem como oportunizar direitos”, ressalta a secretária de Estado de Direitos Humanos, Nara Borgo.

 Para a coordenadora de Políticas de População em Situação de Rua, Neiriele Marques, o projeto vai contribuir nas políticas públicas. “Esperamos que o projeto auxilie na articulação da rede de atendimento a esta população e na desmitificação que fazem sobre essas pessoas, além de contribuir para as políticas públicas de combate à violência contra esse público”, acrescenta Neiriele.

 O Nupop prevê o convênio com uma Instituição que será selecionada por meio de Edital de Chamamento Público, que vai atuar na execução do atendimento, escuta entre pares, encaminhamento dos casos recebidos, entre outras atividades relacionadas ao projeto. O convênio foi possível por meio de Emenda Parlamentar com valor global de R$ 204 mil, que terá início de execução ainda este ano.


Informações à Imprensa:

Assessoria de Comunicação da SEDH
Renata Alves (respondendo)
(27) 3636-4380/ 98138-7623
[email protected]

Fonte: Governo ES

Comentários do Facebook

Empates fecham primeira rodada da Série C

Publicado

em


.

Dois jogos realizados na noite de segunda-feira (10) encerraram a primeira rodada da série C do Campeonato Brasileiro. No estádio Dilzon Melo, em Varginha (Minas Gerais), o Boa Esporte empatou em 2 a 2 com o Volta Redonda (Rio de Janeiro). Na outra partida, no estádio do Café, o Londrina (Paraná) também ficou na igualdade, mas sem gols, com o Criciúma (Santa Catarina), graças ao goleiro Danton, do Tubarão, que defendeu um pênalti a favor dos catarinenses.

Os confrontos foram válidos pelo grupo B da competição, que reúne dez equipes das regiões Sul e Sudeste do país. Por enquanto esta chave é liderada por Ituano (São Paulo), Brusque (Santa Catarina) e São José, que estrearam com vitória no torneio. Destaque para o triunfo da equipe do interior paulista, que derrotou, por 3 a 0, o Tombense, que decide o título mineiro com o Atlético-MG.

No grupo A ficam outros dez times do Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Ferroviário (Ceará) e Remo largaram na frente ao vencerem Botafogo-PB e Jacuipense (Bahia). O Ferrão ganhou dentro de casa por 2 a 0 na Arena Castelão, em Fortaleza. Já o Leão Azul surpreendeu fora dos domínios paraenses, batendo os baianos por 2 a 1, de virada, na Arena Valfredão.

A rodada de abertura ficou a dever apenas um duelo. Em virtude do novo coronavírus (covid-19), o jogo entre Treze (Paraíba) e Imperatriz (Maranhão) não pôde acontecer no último domingo (9) no Estádio Amigão, em Campina Grande. De acordo com a CBF, 12 dos 19 jogadores inscritos pela equipe maranhense na competição testaram positivo.

A competição vai até janeiro de 2021, e nesta edição tem um novo formato. Os quatro melhores colocados de cada grupo se classificam para dois quadrangulares. De um lado, o primeiro e o terceiro do grupo A com o segundo e o quarto do grupo B. Do outro, o primeiro e o terceiro do Grupo B com o segundo e quarto do Grupo A. Na sequência, os clubes se enfrentam dentro das chaves. Os dois melhores de cada lado conquistam o acesso à Série B e os vencedores de cada chave se classificam às finais.

Edição: Fábio Lisboa

Comentários do Facebook
Continue lendo

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!