conecte-se conosco



Política

Sede do PSOL recebe ameaças antissemitas, injúrias raciais e LGBTfóbicas

Publicado

em

source
panfleto arrow-options
Reprodução

Ameaça foi denunciada pelo Psol

Membros do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) em Niterói, na Região Metropolitana, denunciaram ter sofrido ameaças por escrito na noite desta quarta-feira, em um texto intitulado “Marielle Ausente! Comunista bom é comunista morto! Um ultimato ao PSOL.”. As informações são do jornal O Dia.

Em uma postagem nas redes sociais, o deputado estadual Flávio Serafini relatou o ocorrido. “O discurso de ódio está por toda parte. Em mais uma tentativa de nos intimidar, recebemos na noite de ontem (19), na sede do PSOL Niterói, um extenso documento repleto de ofensas antissemitas, injúrias raciais e LGBTfóbias e ameaças. O documento, que foi jogado por um homem enquanto ocorria uma reunião em nossa sede, escancara o ódio à figuras públicas e parlamentares da esquerda e à nossa companheira Marielle Franco”, escreveu. 

Leia também: “Há cheiro de queima de arquivo no ar”, diz Boulos sobre morte de miliciano

De acordo com Serafini, foi registrado um boletim de ocorrência na 77ª DP (Icaraí). 

A deputada federal Talíria Perone também comentou o episódio. “Um neonazista deixou no PSOL Niterói um panfleto racista e misógino ameaçando a sede e os militantes. Se o PSOL não retirasse a candidatura à prefeitura incendiariam a sede e atropelariam militantes. Filmamos a cara dele. Nenhum passo daremos atrás”, disse a parlamentar. Procurada, a Polícia Civil não havia comentado o caso até esta publicação. 

Comentários do Facebook

Política

“Médico não abandona paciente”, diz Mandetta sobre pedir demissão

Publicado

em

source
Luiz Henrique Mandetta arrow-options
Isac Nóbrega/PR

Ministro Luiz Henrique Mandetta

O ministro Luiz Henrique Mandetta negou novamente durante em entrevista coletiva nesta sexta-feira (3) que vá pedir demissão do Ministério da Saúde em meio à pandemia da Covid-19 . “Médico não abandona paciente”, afirmou o chefe da pasta. “Eu já peguei plantão e na minha hora de sair o meu colega não apareceu. Eu cheguei a ficar 24 no hospital. O foco é no serviço e a diferença agora é que o paciente é o Brasil”, completou Mandetta.

A manifestação do ministro ocorre um dia depois de o presidente Jair Bolsonaro dizer que falta “humildade” a ele e negar tenha o desejo de demiti-lo, embora tenha lembrado que nenhum membro da equipe ministerial é “indemissível”.

Leia também: Mandetta quer sair do governo, mas não vai pedir demissão, diz jornal

Na avaliação de Mandetta, é normal que haja conflitos dele com Bolsonaro. “De minha parte isso é tranquilo, eu entendo que as reações sejam assim. O que eu vejo nisso é uma vontade de acertar, de participar. A minha conduta, se estiver certa ou errada, pode ser criticada pelo paciente, que nesse caso é representado pela presidência da República”, afirmou Mandetta.

Sobre continuar seguindo orientações científicas, o ministro garantiu que esse continuará sendo o objetivo da pasta. “Meu compromisso é com a verdade. O presidente me colocou aqui para eu cuidar do Brasil e é isso que eu estou fazendo, nada vai nos abalar nesse compromisso. Não vamos fazer esse caso maior do que ele já é. No final disso tudo talvez seja melhor mais importante eu discutir medidas contra a Covid-19 em outro lugar, vamos ver”, disse.

Comentários do Facebook
Continue lendo
Nacional28 minutos atrás

Óbitos em São Paulo pelo novo coronavírus triplicam em sete dias

arrow-options Veja SP/ Divulgação Quarentena continua valendo na capital paulista Os óbitos relacionados ao novo coronavírus no estado de São...

Estadual36 minutos atrás

ES tem mais 15 casos confirmados de Covid-19 e total chega a 154

Informação foi divulgada durante pronunciamento transmitido pela internet, nesta sexta-feira (3). O Espírito Santo registrou 15 novos casos de novo...

Educação37 minutos atrás

Covid-19: Aulas no ES suspensas até 30 de abril

Medida tem como objetivo evitar o avanço do novo coronavírus no estado. Também continua suspenso o passe escolar. As aulas...

Internacional41 minutos atrás

Mortes em asilos aumentam número de vítimas na França

arrow-options Polícia Nacional Francesa/Twitter Quase 5.400 vidas foram perdidas por causa da epidemia O número de mortes causadas pela Covid-19...

Política41 minutos atrás

“Médico não abandona paciente”, diz Mandetta sobre pedir demissão

arrow-options Isac Nóbrega/PR Ministro Luiz Henrique Mandetta O ministro Luiz Henrique Mandetta negou novamente durante em entrevista coletiva nesta sexta-feira...

Saúde41 minutos atrás

Covid-19: mortes somam 359 e infectados são 9 mil no Brasil

. O número de casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus no Brasil subiu de 7.910 para 9.056 entre ontem...

Saúde41 minutos atrás

Óbitos em São Paulo pelo novo coronavírus triplicaram em uma semana

. Os óbitos relacionados ao novo coronavírus no estado de São Paulo triplicaram em apenas uma semana. Na última sexta-feira...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana