conecte-se conosco



Política

“Secom não será usada”: Governo nega anunciar em sites de Fake News

Publicado

em


source
Fábio Wajngarten, chefe da Secom do governo
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

Fábio Wajngarten, chefe da Secom do governo

O secretário de Comunicação, Fábio Wajngarten, afirmou que não houve  investimento em sites de Fake News por parte da Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom). A fala foi feita em uma coletiva de imprensa na noite desta quarta-feira (3).

Leia também: STF autoriza acesso a inquérito das fake news a advogados de investigados

A declaração da Secom foi feita após um relatório realizado pela CPMI das Fake News ter afirmado que o Governo Federal publicou 653.378 anúncios em 47 canais de notícias falsas. 

“A Secom não será usada. A Secom não fez investimento de nenhum real em qualquer blog que seja por minha determinação. Na Secom do presidente Bolsonaro não há desvios, não há favorecimento”, afirmou o chefe da secretaria Fábio Wajngarten .

O secretário de Publicidade, Glen Valente, explicou que “o investimento que foi referido na mídia hoje, ele foi utilizado via uma plataforma do Google que chama Adsense , que na verdade ela é utilizada via as agências de publicidade. A secom não compra nada diretamente”.

Os dados analisados abrangem canais que mais veicularam inserções da campanha “Nova Previdência” do governo , entre 6 de junho e 13 de julho de 2019. 

O documento da CPMI das Fake News foi produzido por consultores legislativos com base em informações enviadas pela Secretaria de Comunicação Social , por meio do Serviço de Informação ao Cidadão (e-Sic). O relatório da CPMI das Fake News foi revelado pelo jornal O Globo .

Leia também: Deputados acusados no inquérito das fake news dizem ao STF que não vão depor

Veja o pronunciamento da Secom sobre anúncios em sites de Fake News :

Comentários do Facebook

Política

Defesa de Flávio Bolsonaro pede para STF arquivar ação sobre “rachadinha”

Publicado

em


source
bolsonaro
Pedro França/Agência Senado

Advogados alegam ao STF que o caso de Flávio é diferente dos precedentes da Corte


Os advogados de defesa do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos/RJ) solicitaram, nesta segunda-feira (13), ao Supremo Tribunal Federal (STF) o arquivamento da ação do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro sobre o foro privilegiado  concedido ao senador no caso das “rachadinhas”.


O MP é contra a decisão da 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio, que  autorizou o uso do foro privilegiado por Flávio, permitindo, assim, que as investigações saíssem da primeira instância. Segundo o MP, o caso deve retornar à primeira instância com os promotores do Grupo de Atuação Especializada no Combate à Corrupção e do juiz Flávio Itabaiana, na 27ª Vara Criminal.

A defesa do senador argumenta, no pedido ao STF, que o caso é diferente dos precedentes da Corte, já que Flávio apenas trocou de mandatos, não deixando de ter foro. 

“No caso do senador o que houve foi uma sequência de mandatos em período ininterrupto. Ele deixou de ser deputado estadual na véspera de assumir um cargo de maior envergadura no mesmo Poder da República. […] O requerente [senador], assim, nunca deixou de ter a prerrogativa do foro especial, bastando saber-se, agora, em que foro deve ser julgado um Senador, quando os fatos a ele atribuídos referem-se ao período da sua legislatura imediatamente anterior como Deputado Estadual? Esta é a questão”, escreveu a defesa.

Comentários do Facebook
Continue lendo
Economia56 minutos atrás

‘Lembra o feudalismo’, diz economista sobre trabalhadores essenciais na crise

Reprodução Roda Viva/TV Cultura Branko Milanovic, economista, disse que Brasil deve pensar na arrecadação Nesta segunda-feira (13), o economista Branko...

Estadual2 horas atrás

Funcionário é amarrado durante assalto e criminosos levam cofre com R$ 200 mil

A vítima contou que eram três bandidos. Eles teriam pulado um muro. Na tentativa de não serem flagrados, o trio...

Mulher2 horas atrás

Atriz conta que foi estuprada por diretor: ‘Me enganou, me drogou e me estuprou’

  Atriz com passagens pela “Malhação” da Globo e pela Record, Juliana Lohmann carregou nos últimos 12 anos um trauma...

Nacional2 horas atrás

Justiça determina quebra de sigilo bancário da Backer

Divulgação A cervejaria Backer, muito conhecida em Minas Gerais, ganhou notoriedade nacional após consumidores da cerveja serem intoxicados e hospitalizados...

Economia2 horas atrás

Milionários pedem que governos aumentem seus impostos diante da pandemia

iStock Milionários dizem que aumentar taxa de impostos é “a única escolha” Em meio à crise da pandemia do novo...

Entretenimento2 horas atrás

Gabi Martins faz ensaio sensual usando calcinha fio dental: “Que popotão”

Na tarde deste domingo (12), Gabi Martins compartilhou o resultado de um ensaio sensual que fez na laje e deixou os seguidores...

Nacional3 horas atrás

Celular explode e mãe encontra menina de 5 anos “em chamas”

Ao chegar no cômodo, Liliane Cristina Rodrigues Pissaia, 37, viu a filha em chamas. “Parecia barulho de tiro”, disse Uma...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!