conecte-se conosco



Regional

Seca e avanço das queimadas preocupam agricultores do Noroeste do ES

Publicado

em

Seca no Rio do Norte, em Boa Esperança (Foto: Agricultor André Valani)

A seca provocada pela estiagem prolongada dos últimos meses, e o avanço das queimadas vem preocupando os agricultores do Noroeste do Estado. A região é a mais castigada pela falta de chuva desde o fim do primeiro semestre deste ano.

Os dados mais recentes do Monitor de Seca da Agência Nacional de Águas (ANA), apontam que houve um avanço da seca fraca até a parte central do Espírito Santo, onde as chuvas foram ligeiramente abaixo da normalidade nos últimos meses e os indicadores de seca de curto prazo apresentaram piora.

Para o agricultor e pecuarista de Boa Esperança, Pablo Antunes Colle, os baixos volumes dos reservatórios de água preocupam. “A preocupação nossa é se a estiagem se prolongar. Os nossos reservatórios de água são pequenos e a gente busca fazer o mínimo com que o temos, buscando fazer um uso consciente dos recursos hídricos. Nós irrigamos nossa agricultura uma vez por semana, quando o ideal seria mais vezes, mas temos consciência da gravidade da situação. Se não chover nos próximos trinta a sessenta dias, teremos dias difíceis e a safra de café do próximo ano ficará comprometida”.

Segundo o técnico agrícola do Incaper, Ivanildo Schmith, que é mestre em agricultura tropical e especialista em gestão ambiental, no período de abril a setembro é comum que ocorra a diminuição da precipitação no Espírito Santo, mas faz um alerta. “É normal, mas é claro que a ação humana e o baixo orçamento [para a área], agravam o problema”.

“O aquecimento global está influenciando demais [no clima e no meio ambiente]. Os fatores climáticos estão acontecendo de forma mais rápida e imprevisível. Temos conscientizado os agricultores sobre a importância da preservação das nascentes, da implantação de um sistema de irrigação eficiente, mas a situação está no limite”, relatou.

Queimadas

O clima seco também tem favorecido para a ocorrência de queimadas em vários municípios da região Noroeste do Estado. Nesta quinta-feira (17), pelo menos três incêndios no interior de Nova Venécia, assustaram os moradores e trouxeram prejuízos aos agricultores. O fogo destruiu pastos, lavouras de café, plantação de eucaliptos e parte de uma área da mata atlântica. Segundo a Defesa Civil, cerca de 50 alqueires de propriedades já foram consumidos pelo fogo no município nos últimos dias.

No patrimônio do XV, o incêndio atingiu a fazenda de Taciana Valani. Segundo a tia dela, Adma Valani, a suspeita é que o fogo tenha começado a partir de um curto-circuito na fiação da propriedade. “Foi um susto muito grande. O fogo se alastrou rapidamente, chegou próximo das casas, destruiu a pastagem e plantações. Tive que retirar meus pais correndo com medo das chamas atingirem a casa. Tivemos a ajuda da Defesa Civil, e os moradores da comunidade se mobilizaram para evitar uma tragédia. Prejuízo enorme, e uma perca irreparável da fauna e da flora”.

Ela falou sobre a preocupação caso as chuvas não venham. “Tá um tempo muito diferente. Essa seca chegou rapidamente e de forma estranha. Os rios da região estão com seu nível muito baixo e estamos preocupados com isso”.

O tenente Davi Pedroza, do Corpo de Bombeiros de Nova Venécia, disse que esse período do ano reúne todas as condições para a ocorrência de queimadas e citou os principais desafios da corporação para combater esses incêndios. “É um período de muita seca, muito vento, onde a vegetação está muito seca e robusta. Isso facilita com que o fogo se propague rapidamente. O grande problema que a gente tem é o efetivo baixo e a questão de material. A gente não consegue atender todas as ocorrências”.

O militar do Corpo de Bombeiros também falou sobre a dificuldade de se controlar os incêndios típicos desse período. “É difícil controlar um incêndio desses, é difícil apagar, e muitas vezes não tem nem o que ser feito quando a vegetação está muito grande. Numa média, por ocorrência, a gente está apenas com três militares para dar conta de todos os incêndios da região. Outros dois ficam na ambulância, e se eu colocar esses dois no combate a incêndio em vegetação, a cidade fica sem ambulância para socorrer acidentes, e outras ocorrências. É complicado”.

» Vegetação queima em incêndio no interior de Nova Venécia


(*Site Barra)

 

 

Comente Abaixo
Economia29 minutos atrás

Deputado bolsonarista se recusa a usar máscara em voo e companhia aciona PF

Reprodução / Facebook Silveira disse ter atestado médico para viajar sem o equipamento de proteção A companhia aérea Gol acionou...

Economia1 hora atrás

Mega acumulada desta quinta vai a R$4 milhões; ainda dá tempo de apostar!

Agência Brasil Sorteio acontece ainda hoje, corra para a loteria ou acesse o app da caixa! Como  ninguém acertou os...

Economia1 hora atrás

“Dinheiro sai ou não sai?”: o impasse de Bolsonaro sobre renovar auxílio em 2021

Agência Brasil O auxílio emergencial pago durante a pandemia foi encerrado em janeiro deste ano “E aí, esse dinheiro sai...

Mulher1 hora atrás

“Ainda temo pela minha vida”, diz Cristiane Machado após violência doméstica

Filipe Lisboa Vítima de violência doméstica, Cristiane Machado foi uma das primeiras mulheres no Rio de Janeiro a ter Botão...

Mulher1 hora atrás

Gravidez tubária: entenda o que fez a influencer Camila Monteiro perder o bebê

Reprodução/Instagram Camila Monteiro perdeu seu bebê devido a uma gravidez tubária Na última semana, a influenciadora Camila Monteiro, afirmou que...

Nacional1 hora atrás

Amazonas: MP pede prisão do prefeito de Manaus e de secretária de Saúde; entenda

Jornal A Crítica/Divulgação David Almeida é investigado por irregularidades em vacinação na cidade O Ministério Público (MP) do Amazonas pediu,...

Economia2 horas atrás

MP junto ao TCU vê indício de superfaturamento em gasto com leite condensado

Agência Brasil Subprocurador-geral afirmou que despesa “afronta princípio da moralidade administrativa” O Ministério Público junto ao Tribunal de Contas fez...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!