Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
conecte-se conosco


São Mateus

Saúde em São Mateus vira “caos” com debandada de 10 médicos

Publicado

em

SÃO MATEUS (ES) – O atendimento na área de saúde em São Mateus que já há algum tempo vinha sendo precário, agora tornou-se ainda pior depois de uma denúncia que teve o protagonismo do prefeito Daniel Santana Barbosa. Conclusão: dez médicos que atendiam na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), pediram demissão. E o que é pior: trabalhavam sem qualquer vínculo empregatício com o município. E, pior ainda: atendiam pacientes nos plantões fora dos padrões determinados pelo Conselho Regional de Medicina (CRM).

Mas os problemas não param por aí. Há notícias dando conta do pedido de exoneração do Secretário de Saúde Eduardo depois que o prefeito em um vídeo que circulou em redes sociais teria anunciado que “cobraria dele” explicações sobre casos de não atendimento de pacientes na UPA, o que gerou o estopim para a crise na saúde no município de São Mateus.

Reprodução: Redes Sociais

A ex-coordenadora da Unidade Vitória Valadares Motta – ela está entre os 10 profissionais que pediram demissão em solidariedade à médica Nayra Fundão que foi repelida no vídeo pelo prefeito Daniel – revelou que a UPA não oferece qualquer condição de trabalho, sem contar que extrapola a quantidade de atendimento preconizado pelo CRM. “A UPA é uma extensão do Pronto Socorro que precisou ser fechado. Os médicos não possuem condições clinicas para trabalhar, faltando o básico para oferecer atendimento condizente a quem a procura”, explicou.

A reportagem tentou por diversas vezes contato com Eduardo para saber se realmente havia pedido demissão e também respondesse sobre a carta de repúdio, mas nas mensagens por telefone remetia que estava em reunião e não poderia atender.

 

Em nota de repúdio os profissionais que atendiam na UPA justificam a razão do pedido de demissão:

 

NOTA DE REPÚDIO

  São Mateus/ES, 11 de setembro de 2018.

Dos profissionais médicos da UPA São Mateus/ES ao Senhor Prefeito Daniel Santana.

Leia mais:  Paulo Hartung visita indústria de frutas em São Mateus

C/c ao Presidente do CRM Regional São Mateus/ES.

 Nós, médicos da UPA São Mateus, ficamos estarrecidos com a exposição desnecessária, gratuita e midiática feita pelo Senhor Dilton Pinha, junto ao Senhor Prefeito na página “Boca do Trombone” acerca de um atendimento neste serviço. Ações essas que foram divulgadas nas redes sociais com o objetivo de denegrir a imagem médica.

No dia 9 de setembro de 2018, a médica Nayra Fundão deixou o plantão às 17:50h, após 97 atendimentos, previamente acordado com a direção deste estabelecimento. No dia 09 de setembro não havia médico clínico na escala da UPA.  A profissional acima se colocou à disposição para cobrir o plantão na condição de deixar o mesmo até às 18h, pois às 19h assumiria plantão na UMI em Jaguaré/ES. Para cobertura dos atendimentos encontravam-se na UPA os médicos Wandra Prado e Marcos Tafuri. Em nenhum momento a UPA deixou de ter médico presente durante o período do plantão (7-19h).

Segundo informações coletadas com a recepcionista Maria Célia, uma paciente adentrou às dependências da UPA por volta de 18 horas. Ao ser questionada sobre atendimento a recepcionista informou que o mesmo ocorreria a partir das 19h.

Celia relata que não houve resistência por parte da paciente e seu acompanhante, tampouco a paciente relatou o motivo do atendimento, pois uma vez que fosse informado que a mesma apresentava dor, qualquer um dos médicos supracitados estava à disposição para atendê-la. Em seguida o acompanhante saiu ao telefone.

Por volta de 18:15h o prefeito Daniel Santana e Dilton Pinha entraram na UPA. Ao mesmo momento a paciente começou a chorar e falar em tom alto que não tinha recebido atendimento pois não havia médico. A ficha da paciente foi gerada às 18:34h e atendida imediatamente pelo médico Marcus Tafuri.

O que se viu foi uma total falta de respeito, com difamação da reputação de médicos em uma atitude desrespeitosa e lamentável. Nossos colegas e os usuários da internet puderam assistir às cenas de opressão, constrangimento e consternação dos citados em vídeo.

Leia mais:  Jovem é assassinado com três tiros no balneário de Guriri

Após a divulgação dos vídeos no Facebook ocorreu uma verdadeira campanha de desvalorização do profissional envolvido, que foi exposto e se sentiu constrangido pelo efeito catastrófico da publicação que incitou o ódio da população contra ele e os demais profissionais, com comentários jocosos e desrespeitosos. Houve ainda a generalização de toda uma categoria profissional. Mesmo trabalhando em condições precárias, atendendo mais que o dobro preconizado pelo CFM por plantão (40 pacientes a cada 12h), sem equipe de limpeza e de segurança adequadas, com falta de exames e de mão de obra especializada, somos constantemente insultados.

Não satisfeito com o ocorrido o Sr. Dilton vem por vários episódios insistindo em ofender a reputação médica, e em forma de perseguição faz diversas publicações de caráter difamatório. Não é segredo o objetivo deste blog desde sua criação, bem como os inúmeros processos por calúnia e difamação que o mesmo apresenta.

Citamos ainda ocorrido em 8 de setembro de 2018, por volta de 22:30h, onde um homem armado adentrou nas dependências da UPA, rendeu pacientes e o motorista da ambulância, gerou pânico local e saiu em posse de uma caminhonete e um cordão de ouro. Fato esse que pode ser comprovado via boletim de ocorrência feito no ato. Nos causa estranheza que o ocorrido não tenha repercutido no mesmo blog. Fica comprovado a vulnerabilidade do serviço e a objetivo de induzir a população a estar contra o servidor público.

Nós, médicos, trilhamos um duro caminho para atingir o objetivo de atender nossos pacientes da melhor forma possível, mas são necessárias condições mínimas para que isso ocorra. Somos cobrados pela sociedade por resultados imediatos, mas não temos as ferramentas necessárias para tal. Atendemos uma demanda infinitamente superior a ideal em todos os níveis de atenção e isso certamente compromete a qualidade da prestação de serviços. Muitas vezes somos cobrados por produtividade em detrimento à qualidade de atendimento, movidos pelas diretrizes e repasses financeiros entre as diferentes esferas de governo.

Leia mais:  Lar dos Velhinhos pede socorro em São Mateus

Nos posicionamos terminantemente contrários à exposição da imagem de qualquer profissional médico em seu exercício profissional, bem como a divulgação de seus nomes em qualquer tipo de mídia. Esperamos que situações semelhantes não sejam reincidentes, e desejamos que, assim como o escárnio foi público, que a retratação também seja.

Espera-se do Senhor Prefeito que procure se empenhar em melhorar os padrões dos serviços médicos e em assumir sua responsabilidade em relação à saúde pública, à educação sanitária e à legislação referente à saúde. Também se espera que seja solidário com os movimentos de defesa da dignidade profissional, seja por remuneração digna e justa, bem como por condições de trabalho compatíveis com o exercício ético-profissional da medicina e seu aprimoramento técnico-científico. Desejamos que a gestão seja baseada no diálogo com os profissionais da rede, cujas considerações e vivências não podem e não devem ser ignoradas.

Por fim pedimos o desligamento dos profissionais médicos que não concordam com a maneira em que a situação acima foi colocada, bem como não acreditam que exposição midiática sem diálogo entre os envolvidos vá resolver qualquer falta que exista no âmbito da saúde. Não podemos permitir que nossa reputação seja denegrida.

Atualmente o corpo clínico da UPA é composto por 6 médicos efetivos, 1 médica em licença maternidade e 14 médicos contratados, dos quais 10 pedem o desligamento imediato. Pedimos também a exclusão dos dados dos profissionais do CNES.

Estão abaixo listados os médicos lotados nesta instituição e que concordam na totalidade com o descrito acima.

Este documento torna-se válido a partir da sua entrega e divulgação.

 


Abaixo segue vídeo do prefeito Daniel na internet:

publicidade
1 comentário

1 comentário

  1. lulu lulu

    13 de setembro de 2018 a 02:34

    que nada vcs medicos são todos mercenarios infelizmente trata a população pior que cachorro não merecem os salários que recebem , agora o prefeito está fiscalizando e cobrando estão se rebelando vai embora somi outros que realmente queiram trabalhar viram vcs mercenarios que abandonaram os paciêntes não vão fazer falta.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

São Mateus

Prefeitura de São Mateus fica impedida de realizar obras por ultrapassar limite de gastos com pessoal

Publicado

em

SÃO MATEUS (ES) – O Secretário Municipal de Obras, Infraestrutura e Transporte, Valter Pigati, sabatinado em reunião das comissões da Câmara de São Mateus, no plenário Lizete Conde Rios, esta semana, revelou que o inchaço na folha de pagamento da prefeitura paralisou cerca de 40 projetos em sua pasta.  Pigati informou aos vereadores que as obras ainda não saíram do papel porque a prefeitura não consegue cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal, com a folha de pagamento ultrapassando o limite de 54% determinado por lei.

Por descumprir a legislação fiscal o Poder Executivo Municipal fica impedido pelo Tribunal de Contas do ES de receber a certidão que permite celebrar convênios, até ser feito o ajuste nas contas públicas. “Por causa dessa ultrapassagem nos gastos com a folha dos servidores tá tendo a dificuldade da certidão”, justificou Pigati.


SOLICITAÇÃO

O secretário prestou esclarecimento às comissões na reunião de segunda-feira (12), por solicitação dos vereadores Aquiles Moreira da Silva (PMN), presidente da Comissão de Constituição, Justiça, Direitos Humanos, Cidadania e Redação; Antônio Luiz Cardoso, o Temperinho (PRTB), Presidente da Comissão de Obras, Urbanismo e Infraestrutura Municipal e pelo Vice-Presidente desta mesma comissão, Jerri Pereira (PRTB). Os onze parlamentares da Câmara participaram da sabatina e tiveram oportunidade de esclarecer, entre outros pontos, os projetos paralisados na secretaria, reparos emergenciais sem solução definitiva em áreas castigadas por alagamentos, obras que começam e não terminam, pontos críticos como a Rua da Graça, no Bairro Santo Antônio Avenida Dom José Dalvit, região do Mercado Municipal, no centro, além da contenção de encostas, falhas nos serviços de iluminação pública e transporte público.

Segundo Pigati, algumas obras serão retomadas ou refeitas de forma correta, uma delas na região do Córrego da Bica, aumentando o tamanho das manilhas com tubo ármico e galerias (do INSS até a Ladeira da Antártica).


GURIRI

Confiante em que a prefeitura receberá a certidão do Tribunal de Contas ainda este ano, o secretário apresentou aos vereadores cópia do projeto de mobilidade urbana de Guriri em convênio com o Governo do Estado, que prevê a retirada do tráfego de veículos, transformando o trecho central do balneário (da antiga Cascata até a entrada da Av. Oceano índico) em um grande calçadão, com a retirada dos canteiros centrais, transferência da rede de iluminação pública para as laterais, próximo às calçadas do comércio que devem ser padronizadas e projeto de drenagem. “Vai ter galeria subterrânea e PV de drenagem de quinze em quinze metros. Vai ter uma caixa que vai ser bombeada, da cascata para um local pré-determinado em área pública para drenar a água”, explicou o secretário.

Questionado sobre o valor do projeto, não soube precisar o volume de recursos. Disse apenas que a previsão é começar as obras ainda este ano. A maioria dos vereadores alertou que o tempo é curto, por causa da temporada de verão e a previsão de muita chuva até o fim do ano. “Prevemos terminar a obra num prazo máximo de 45 dias. pode ser que faça até depois do verão, eu vou até levar essa sugestão, mas a obra tem que ser feita”, disse Pigati.


PRAÇA WILSON GOMES

Sobre a denúncia de destruição da praça do centro de Guriri, Pigati não entrou em detalhes sobre o novo projeto, apenas explicou que estão rebaixando o piso cerca de 20 centímetros para deixar no nível da avenida. Esclareceu que a prefeitura teria oferecido ao dono de um estabelecimento de churros, situado há muitos anos na pracinha, um espaço na Praça Vinícius Cavaleiro Mileri, no lado norte do balneário.


LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL

A observância ao Limite de Gastos com Pessoal no Setor Público é tratada com grande importância na Lei de Responsabilidade Fiscal.

A Lei Complementar nº 101 de 4 de Maio de 2000, a conhecida Lei da Responsabilidade Fiscal, revogou a Lei Complementar 96 de 3 de Maio de 1999. Esta lei chamada Lei Rita Camata já trazia o Limite de Gastos com Pessoal que era de 60% da Receita Corrente Líquida. Estes limites para os Municípios são 54% para o Poder Executivo e de 6% para o Poder Legislativo. A LRF manteve este limite, porém acrescentou o Limite Prudencial de Despesa com Pessoal de 51,3% e o Limite de Alerta de 48,6%

O Artigo 59 da LRF que trata da Fiscalização da Gestão Fiscal pelo Controle Externo (Tribunais de Contas, Câmaras Municipais e Ministério Público) determina no Inciso II do Parágrafo 1º que o Gestor deverá ser alertado se a Despesa Com Pessoal ultrapassar 90% do Limite Máximo, ou seja 48,6%.


(*Assessoria de Comunicação da CMSM)

Leia mais:  Lar dos Velhinhos pede socorro em São Mateus
Continue lendo
Esportes1 minuto atrás

Lebron dá show pelo Lakers e se torna o 5° maior pontuador da história da NBA

Reprodução / Lakers Lebron James se tornou o 5º maior pontuador da história da NBA Lebron James teve uma noite...

Economia24 minutos atrás

Roberto Campos Neto é indicado por Bolsonaro para chefiar o Banco Central

Arquivo/Agência Brasil Caberá a Roberto Campos Neto, futuro chefe do Banco Central, zelar pela política cambial, fixar a taxa de...

Política24 minutos atrás

Chega a 59 o número de mortes em incêndio na Califórnia, que já dura uma semana

Divulgação/Departamento de Saúde Pública da Califórnia Incêndios na Califórnia já obrigaram mais de 52 mil a deixarem suas casas Subiu...

Entretenimento47 minutos atrás

Deborah Secco e famosas curtem dia ensolarado no início do feriado!

Após o fim de “Segundo Sol”, Deborah Secco e o marido, Hugo Moura, estão curtindo dias de férias nas Ilhas...

Nacional1 hora atrás

Premiê britânica defende Brexit no Parlamento e vê onda de renúncias em gabinete

Reprodução/UK Prime Minister Thereza May durante leitura do novo texto do Brexit no Parlamento do Reino Unido A primeira-ministra britânica,...

Direto de Brasília2 horas atrás

Premiê britânica defende Brexit no Parlamento e vê onda de renúncias em gabinete

Reprodução/UK Prime Minister Thereza May durante leitura do novo texto do Brexit no Parlamento do Reino Unido  No dia em...

Entretenimento2 horas atrás

Cris Vianna relembra foto de biquíni em dia de #TBT: “Adoro sol”

A atriz Cris Vianna relembrou com seus milhares de seguidores no Instagram um clique pra lá de sensual usando um...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana