conecte-se conosco


Mundo

Satanás está atacando a masculinidade bíblica, alerta pastor

Publicado

em

O pastor norte-americano Tony Evans, da igreja Oak Cliff Bible Fellowship em Dallas, EUA, fez um alerta sobre os designos de satanás em minar os homens e desintegrar a família e a sociedade.

“O que estamos vendo, e continuaremos a ver, é a dizimação da família, porque o homem é a base da família e a família é a base da sociedade”, declarou ele em entrevista ao The Christian Post.

Ele acredita que a masculinidade bíblica vem sendo ameaçada exatamente para cumprir o papel de destruir a família. “O que o inimigo está fazendo é tentar se livrar do caráter masculino, psicologicamente, emocionalmente e funcionalmente, e é isso que a cultura está fazendo atualmente”, completou.

Na visão do pastor, o mesmo que aconteceu na época de Moisés está acontecendo nos dias de hoje, isso é, querem matar os homens. “Nos dias de Moisés e nos dias de Jesus, eles mataram todos os homens, porque queriam controlar o que estava acontecendo em uma comunidade de pessoas entre os judeus”.

Evans, que também é fundador e presidente do ministério ‘The Urban Alternative’, apontou que na comunidade afro-americana, por exemplo, quase 70% das crianças nascem de mães solteiras, o que significa que a maioria das crianças é criada sem uma influência masculina positiva na vida delas.

“Então, você está à beira do desastre como comunidade”, disse ele. “Não que as mulheres não sejam ótimas e capazes, mas isso é pedir que elas façam mais do que aquilo que elas foram criadas para fazer. Então, retornar à visão correta do casamento e uma visão correta da família é fundamental, e isso começa com a visão correta do homem”.

O pastor entende que há algumas razões para essa guerra contra os homens, a primeira delas é a lacuna deixada por aqueles que falharam em seus papéis. Outra causa seria a mudança cultural que tem levado os homens a distorcerem os seus papéis.


(*MSN)

Comentários do Facebook
Leia mais:  Criador da boneca Momo diz que jogou a escultura no lixo: “Ela está morta”
publicidade

Mundo

Papa diz que pessoas que rejeitam homossexuais ‘não têm coração humano’

Publicado

em

Pontífice afirmou a comediante gay que não se deve colocar adjetivos na frente de substantivos – ou seja, discriminar em virtude de características pessoais

O papa Francisco afirmou, em vídeo divulgado pela rede de televisão BBC nesta sexta-feira, 19, que pessoas que rejeitam homossexuais “não têm coração humano”.

A fala do pontífice ocorreu em uma conversa com o comediante Stephen K. Amos, em uma entrevista que irá ao ar na emissora britânica nos próximos dias. No trecho antecipado pela BBC, Amos diz ao papa que viajou a Roma “em busca de respostas e fé”, mas que ele, como homem gay, não se sente aceito.

O papa Francisco já havia defendido em várias ocasiões a necessidade de respeitar pessoas homossexuais e, na viagem de retorno a Roma após uma visita ao Brasil, em 2013, perguntou quem era ele para julgar os gays.

Além disso, no Sínodo de Bispos sobre a família realizado em outubro de 2014 foi aprovado um extenso documento no qual lançava uma reflexão sobre problemas da família atual, como os divorciados casados novamente, e apoiava uma Igreja Católica que acolhesse todos, incluindo os homossexuais.

Imigrantes

Outro grupo que teve menção especial do pontífice na Sexta-Feira da Paixão foram os imigrantes. Em discurso durante a celebração da data, o Papa Francisco criticou o que chamou de “todas as cruzes” de sofrimento do mundo, incluindo aquelas suportadas por imigrantes que encontram fronteiras fechadas e crianças que sofrem em sua “inocência e pureza”.

Francisco disse que os imigrantes têm encontrado “as portas fechadas devido ao medo e aos corações endurecidos por cálculos políticos”. A Itália adotou nos últimos anos uma das mais duras leis de imigração, na esteira de movimentos semelhantes nos Estados Unidos e na Hungria.

O papa também condenou a “cruz dos pequenos, feridos em sua inocência e pureza”. Francisco não citou diretamente os escândalos sexuais da Igreja.


(*EFE)

Comentários do Facebook
Leia mais:  Governo abre linha de crédito a micro e pequenas empresas
Continue lendo

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana