conecte-se conosco



Nacional

Sargento da PM-SP é suspeito de assassinar pessoas a mando do PCC

Publicado

em


source
sirene
Creative Commons

Imagem ilustrativa

Um sargento da Polícia Militar de São Paulo identificado como Farani Salvador Rocha Júnior é suspeito de ser um dos principais matadores de aluguel do  Primeiro Comando da Capital (PCC) em São Paulo. A revelação, feita pelo jornal Folha de S.Paulo, é baseada em um pedido de prisão emitido no nome de Farani no mês de julho.

O policial, que ganharia até R$ 100 mil pelos crimes ordenados pelo Comando, passou a ser investigado logo após o assassinato de outro PM, identificado como Wanderley Oliveira de Almeida, morto no mês de fevereiro na Zona Leste de São Paulo. Dias antes de morrer, Wanderley tinha confessado a amigos o medo de ser assassinado pelo suspeito, que considerou como uma pessoa “perigosíssima”.

A briga entre os dois giraria em torno de um dossiê preparado pela vítima sobre as possíveis atividades criminais do policial após os dois disputarem uma vaga em um batalhão de operações especiais. A execução de Wanderley ocorreu em uma emboscada na qual ele foi alvejado 22 vezes.

Entre as evidências levantadas pela vítima contra Farani estavam as pesquisas feitas por ele no sistema da polícia. Pelo menos dois dos homens buscados pelo policial foram assassinados poucas horas depois.

Em resposta à Folha de S.Paulo, o advogado do policial militar, Eduardo Kuntz, afirmou que o cliente é inocente. Ele apontou a ligação feita com o PCC como um “contrassenso”, garantiu que Farani auxiliou com as investigações da morte de Wanderley e afirmou que as provas da defesa terão como função “afastar todos os indícios da investigação”.

Comentários do Facebook

Nacional

Propaganda eleitoral começa hoje; veja o que candidatos podem e não podem fazer

Publicado

em


source
Urna
Agência Brasil

Propagandas no rádio e na televisão começam apenas em outubro.

Neste domingo (27), um dia após o término do prazo para o registro de candidaturas para as eleições municipais de 2020, começa a propaganda eleitoral em todo o Brasil. A partir de hoje, os candidatos poderão divulgar suas candidaturas e chapas para tentar conquistar votos no pleito, cujo primeiro turno está marcado para o dia 15 de novembro .

Entretanto, a Justiça Eleitoral estabeleceu regras que os candidatos a prefeitos e vereadores deverão cumprir na hora de fazerem suas propagandas. Confira abaixo o que eles podem fazer a partir de hoje:

Presencial

No campo presencial, os candidatos poderão distribuir santinhos e adesivos até as 22h do dia 14 de novembro, véspera da eleição . Os adesivos poderão ser colocados em bens privados – como carros e imóveis – desde que sigam o as regras de não ter mais que 0,5m² e conter CNPJ ou CPF do responsável por confeccionar o adesivo. O nome do contratante também deve estar visível.

Os candidatos poderão montar mesas para distribuir materiais de campanha ao longo das vias públicas, com a condição de não obstruírem o trânsito de pessoas ou veículos. Também está permitida a realização de comícios , desde que tenha uma autorização prévia da polícia local.   Anúncios na imprensa estão liberados desde que respeitam o tamanho máximo por edição.

Alto-falantes e amplificadores de som poderão ser utilizados dentro da legislação local e o uso de carros de som só será permitido em carreatas ou comícios – estando dentro do limite de 80 decibéis e respeitando as normas de cada localidade.

Online

A Justiça Eleitoral também estabelece regras para a campanha na Internet . Os candidatos poderão fazer propagandas nos próprios sites e nos portais dos partidos ou de suas coligações – o endereço eletrônico deverá ser enviado à Justiça. Mensagens eletrônicas poderão ser enviadas para endereços previamente cadastrados pelos candidatos ou por seus partidos e coligações.

A propaganda também poderá ser feita em blogs , sites de mensagem instantânea ou redes sociais , desde que os candidatos e suas equipes sejam responsáveis por gerar ou editar o material. A expressão ” Propaganda Eleitoral ” deverá estar presente no material, assim como o CPNJ do responsável.

O que é proibido?

No âmbito presencial, é proibida a propaganda através de serviços de telemarketing . Já na parte online, está proibido o disparo em massa de mensagens sem a autorização do destinatário. O impulsionamento de postagens ou mensagens por terceiros e propagandas em sites de pessoas jurídicas ou de entidades do poder público também estão vedados.

Rádio e na televisão

Apesar de começar nesse domingo, a propaganda eleitoral só chegará às rádios e emissoras de televisão no dia 9 de outubro.

Comentários do Facebook
Continue lendo

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!