conecte-se conosco


Carros e Motos

Salão de Detroit 2019 revela nova geração do SUV Ford Explorer

Publicado

em

O Ford Explorer 2020 acaba de ser apresentado no Salão de Detroit 2019 (EUA) em sua nova geração. Reformulado, o SUV americano está mais leve, graças à nova plataforma. Com 1.970 kg, o Ford Explorer 2020 surge bem diferente, trazendo faróis duplos de LED e grade hexagonal cromada. O para-choque proeminente tem luzes de neblina também em LED, bem como estreia aberturas para refrigeração do motor na parte central e inferior do pára-choques dianteiro. Já as lanternas traseiras são compactas e deixam livre a tampa do porta-malas, enquanto o para-choque chama atenção pelo opcional de saídas de escape e fixador de engate para reboque.

LEIA MAIS: Infiniti revela imagem de novo SUV elétrico conceitual antes da estreia

Por dentro, os visitantes do Salão de Detroit 2019 poderão conhecer um ambiente que promete entregar conforto. Tem central multimídia de 10,1 polegadas elevada e, enquanto isso, o cluster digital é maior ainda, com 12,1 polegadas. Além disso, traz muitos acabamentos que imitam madeira e couro marrons. Entre outros equipamentos, destacam-se botão para trocas de marchas, modos de condução, sistema SYNC 3 com Android Auto e Apple Car Play, ar-condicionado de duas zonas, bancos dianteiros com ajustes elétricos e climatização, e sistema de som Bang&Olufsen Play com 14 alto-falantes.

LEIA MAIS: Audi S8 poderá estrear no Salão de Detroit com motor de Porsche Panamera

De série na novidade do Salão de Detroit 2019


O Salão de Detroit 2019 é muito favorável ao SUV, uma vez que seu mercado nos EUA é muito forte
Divulgação

O Salão de Detroit 2019 é muito favorável ao SUV, uma vez que seu mercado nos EUA é muito forte

O banco traseiro pode ter duas telas de entretenimento, ampliando o conforto em viagens. O pacote Co-Pilot360, com assistência para manobras, frenagem automática de emergência, assistente de faixa, câmera-retrovisor, controle de cruzeiro adaptativo, entre outros recursos, chegam de série à novidade.

Leia mais:  Volvo XC60 diesel: eficiência sueca

LEIA MAIS: Salão de Detroit fará a estreia do Subaru WRX STI S209, de edição limitada

O SUV conta com uma gama de motores que inclui motor EcoBoost 2.3, de 304 cv e 42,7 kgfm e um V6 3.0, EcoBoost, que entrega 370 cv e 52 kgfm. Mais adiante, haverá uma opção híbrida, com o V6 3.3 Ti-VCT, de 305 cv, e a esportiva Explorer ST , com 405 cv e 55 kgfm a partir de um 3.0 V6 EcoBoost Biturbo. O câmbio é sempre automático, de 10 marchas do Mustang, e a tração é traseira ou 4×4, dependendo da configuração do cliente.

LEIA MAIS: Porsche mostra 718 T no Salão de Detroit antes de vender o esportivo no Brasil

O novo Ford Explorer do Salão de Detroit 2019 começará a ser vendido nos EUA na metade do ano, com preços a partir de US$ 32.765 (cerca de R$ 120,9 mil). Será uma volta ao passado do SUV, com tração traseira, motores potentes e muitos equipamentos. Ele precisará de tudo isso para enfrentar os muitos rivais que terá nos EUA, como o novo Hyundai Santa Fe e o Volkswagen Atlas.

Comentários do Facebook
publicidade

Carros e Motos

Flagra! Novo Chevrolet Prisma é visto em testes, ainda camuflado

Publicado

em


Nova geração do Chevrolet Prisma é flagrada em testes, ainda camuflada. Deverá chegar às lojas no fim do ano
Leonardo Gomes/ Reprodução

Nova geração do Chevrolet Prisma é flagrada em testes, ainda camuflada. Deverá chegar às lojas no fim do ano

Um apressado sedã foi visto na Rodovia dos Imigrantes, em São Paulo, conforme publicado pelo site Auto Aventura. Apesar da camuflagem que esconde boa parte de suas linhas, podemos ver que se trata da nova geração do Chevrolet Prisma, que está nas etapas finais dos testes, assim como o hatchback Onix. O modelo seguirá os passos do Prisma chinês, com linhas que lembram o Cruze e o Monza do mercado asiático.

LEIA MAIS: Vazam imagens oficiais da nova geração do Chevrolet Tracker

O Chevrolet Prisma da nova geração é feito sobre a plataforma GEM (Global Emerging Market), que servirá de base para boa parte dos veículos da Chevrolet na virada da década em mercados emergentes. Os novos modelos estão sendo desenvolvidos em parceria com a SAIC, braço da GM na China. As lanternas dianteiras ficarão mais afiadas e esportivas, diferentemente do modelo atual que é reconhecido pelos lustres grandes. A grade dianteira também fica maior, sendo cortada apenas por um estreito filete que leva a “gravatinha” da Chevrolet.

Com 4,47 metros de comprimento e 2,61 de entre eixos, fica claro que o objetivo da GM é criar um modelo capaz de brigar com os modelos intermediários, como VW Virtus , Honda City e Fiat Cronos . Na categoria dos sedãs de entrada, é possível que a atual geração do Prisma continue sendo vendida como uma versão Joy. Vale lembrar que a estratégia de manter modelos de baixo custo em linha foi determinante para que a GM fosse líder de mercado em 2018. Dentro dessa estratégia, é possível que o sedã Cobalt deixe de ser oferecido no Brasil. 

Leia mais:  Como na Autolatina, Salão de Detroit deve testemunhar aliança entre Ford e VW

LEIA MAIS: Segredo! Nova picape da GM chega em 2020 para concorrer com a Fiat Toro

Mais detalhes do Chevrolet Prisma 2020


Nova geração do Chevrolet Prisma será bem diferente da atual, inclusive, como nova plataforma
Reprodução/Autohome

Nova geração do Chevrolet Prisma será bem diferente da atual, inclusive, como nova plataforma

Ainda entre as novidades da nova geração do Prisma também se destacam os novos motores que vão sair da fábrica de Joinville (SC) a partir do terceiro trimestre do ano que vem. Entre os quais estará o 1.0, de três cilindros, que segue o projeto da Opel, marca alemã que era da GM e agora faz parte da Peugeot-Citroën. A novidade promete ser mais eficiente e moderna que o atual, uma vez que a linha Onix e Prisma tem alguns entre os motores mais defasados do mercado brasileiro. Para se ter uma ideia, trata-se da mesma família de motores que equipou o antigo Corsa.

LEIA MAIS: Flagra! Novo Peugeot 208 é visto em testes, ainda disfarçado

Na China, o novo Chevrolet Prisma será equipado com um 1.0 turbo, de três cilindros, capaz de render 116 cv e 1.3, que também deverá ser triciclíndrico, mas aspirado, de 103 cv. Ainda não se sabe se essas duas versões vão fazer parte das que vão estar disponíveis no Brasil. De qualquer forma, o sedã vai subir de nível, não apenas pelo porte de carro intermediário, mas pelo grau de sofisticação e de equipamentos. Na China, o Chevrolet Prisma da nova geração terá até teto-solar, equipamento que dificilmente aparecerá no modelo brasileiro.

Fonte: Autoaventura

Comentários do Facebook
Continue lendo

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana