conecte-se conosco


Tecnologia

Saiba o que você faz que pode comprometer a saúde da bateria do seu celular

Publicado

em

Desde o ano passado, alguns modelos de iPhone com a  versão iOS 11.3
ou posterior conseguem acessar o recurso chamado “saúde da bateria”. Nele, é possível conferir qual é a atual capacidade máxima de energia e se o aparelho já teve o desempenho limitado para evitar que ele desligue de modo automático. Mas o que compromete essa “saúde”?


bateria de celular
shutterstock
bateria de celular

Ao iG Tecnologia
, Maurício Vilar, técnico master da rede Suporte Smart, explica que a saúde da bateria
é, basicamente, a vida útil dela. “Quanto mais utilizamos e carregamos, ela se desgasta. Isso diminui a capacidade de armazenamento de energia, logo faz com que nosso aparelho fique longe de uma tomada por menos tempo”, afirma.

Apesar de variar de aparelho para aparelho, existem duas práticas que são as maiores “vilãs” quando o assunto é ter uma bateria saudável; são elas: 

1. Carregar o celular durante a noite

Se você chega em casa, coloca seu smartphone para carregar e só o tira quando acorda pela manhã do dia seguinte, é melhor rever esse hábito. Segundo o profissional, essa prática é uma das piores quando o assunto é cuidar da vida útil dessa bateria. 

Isso porque quando você coloca o celular
na tomada e vai dormir, ele continua funcionando e sempre vai perder um pouco dessa carga. Automaticamente, o  carregador
tenta compensar a energia perdida até chegar em 100% e o aparelho continua sendo carregado a noite toda, o que faz com que ele esquente e reduz a capacidade da bateria com o tempo. 

2. Usar acessórios falsos

O uso de acessórios de baixa qualidade também tem faz com que você precise substituir sua bateria mais rápido. “Acessórios ruins tendem a enviar uma carga descontrolada de energia para a bateria, causando um ‘stress’ muito alto e danos a curto prazo”, explica Maurício. 

Leia mais:  Smartphone da Xiaomi lidera lista dos 10 celulares mais buscados por brasileiros

Os acessórios falsos não possuem as tecnologias embarcadas como a dos originais ou aqueles que são homologados pelas fábricas, o que diminui a autonomia da bateria. 

Então, as dicas para manter uma bateria saudável são bem simples: carregue seu aparelho com os acessórios originais e, de preferência, quando a porcentagem estiver próxima aos 20%. Além disso, não esqueça de tirá-lo da tomara quando atingir 100%! “Essas prática podem aumentar em até 30% a vida útil da bateria”, afirma. 

Leia também: 10 táticas simples que podem te ajudar a economizar a bateria do seu celular

Como saber a saúde da bateria do meu celular?


bateria de celular
Reprodução
Você pode saber se a saúde da bateria do seu celular está em 100% observando quão rápido ela acaba ou através de apps


O técnico diz que a melhor forma de monitorar se a saúde da sua bateria está desgastada é no dia a dia. “Caso note que sua bateria tem durado cada vez menos e que você precisa carregá-la cada vez mais,  já é um sinal que ela deve ser substituída”, diz.

No caso do iPhone é possível ver a capacidade da bateria nas configurações, já se você tem um celular Android, existem aplicativos, como o AccuBattery, que fazem essa medição através do software do aparelho. Em ambos os casos, quanto mais perto do 100%, menor é o desgaste. 

Se a porcentagem estiver muito baixa, seu celular estiver desligando sozinho ou você precise ficar o dia inteiro com o carregador, procure uma assistência técnica
. A dica é pesquisa por uma empresa que te ofereça garantia e ler depoimento de outros clientes. 

Maurício também explica que é possível fazer a troca sem afetar a vida útil do aparelho e a  saúde da bateria
volte ao 100%. “No geral, aparelhos com cerca de um ano ou um ano e meio de uso tendem a dar mais problemas, uma vez que é durante esse período que a bateria perde sua capacidade e há a necessidade de trocá-la”, finaliza. 

Leia mais:  Amazon Music ultrapassa 55 mi de usuários e ameaça outros serviços de streaming

Comentários do Facebook
publicidade

Tecnologia

Assim como futebol americano, EUA quer criar liga de Fortnite nas escolas

Publicado

em

source

Olhar Digital

Fortnite arrow-options
Divulgação/Epic Games

Fortnite se torna esporte em escolas norte-americanas


A startup PlayVS fez um contrato de parceria com a Epic Games para promover torneios competitivos oficiais de Fortnite em escolas e universidades dos Estados Unidos . A ideia é formar uma liga semelhante a esportes tradicionais como basquete ou futebol americano.

Além da produtora do jogo, a startup também fechou parceria com a NFHS – Federação Nacional das Associações de Escolas de Segundo Grau, o órgão que define as regras de competição para a maioria dos esportes do ensino médio nos EUA .

Leia também; Games e educação: como o Minecraft ensinou crianças sobre tragédias ambientais

Escolas, pais ou os próprios alunos poderão pagar US$ 64 por jogador para competir na liga contra escolas vizinhas, como qualquer outro esporte. A PlayVS é a primeira empresa a fechar uma parceria oficial com a Epic Games , e isso permite que escolas e organizações não precisem de muito trabalho para participar dos torneios. Atletas acessam a partida diretamente pela plataforma da startup e a PlayVS fornece estatísticas e insights diretamente do jogo para treinadores, fãs e até recrutadores.

Desde o lançamento, mais de 13 mil escolas já aderiram à lista de espera para obter uma equipe de esports através da PlayVS, que representa 68% da rede de ensino dos EUA . Para efeitos comparativos, 14 mil escolas têm um programa de futebol americano, o esporte tradicional mais popular do país.

Comentários do Facebook
Leia mais:  Amazon Music ultrapassa 55 mi de usuários e ameaça outros serviços de streaming
Continue lendo
Economia18 minutos atrás

Perfil paulistano: veja as profissões com mais oportunidades em São Paulo

arrow-options Marcelo Camargo/ABr São Paulo é a terra das oportunidades para profissionais como vendedores e analista de sistemas A cidade...

Tecnologia18 minutos atrás

Assim como futebol americano, EUA quer criar liga de Fortnite nas escolas

arrow-options Divulgação/Epic Games Fortnite se torna esporte em escolas norte-americanas A startup PlayVS fez um contrato de parceria com a...

Tecnologia2 horas atrás

LGPD passa a valer em agosto: lei irá mesmo proteger nossos dados?

arrow-options Marcello Casal Jr/Agência Brasil Maioria das empresas não tem como atender à Lei de Proteção de Dados Chegou a...

Nacional7 horas atrás

Vale distribuirá a acionistas mais que dobro do gasto com indenizações

arrow-options Lucas Hallel Ascom/Funai Indígenas Pataxó Hã-hã-hãe vivem na aldeia Naõ Xohã, às margens do rio Paraopeba, em Brumadinho Para...

Nacional7 horas atrás

Mulher é presa transportando 5 kg de dinamite na mochila do filho de 3 anos

arrow-options shutterstock PM diz que abordagem a mãe acompanhada por uma criança não é comum; contato com outro homem da...

Nacional7 horas atrás

Cerca de 9 mil pessoas estão desalojadas em Itaperuna por conta das chuvas

arrow-options reprodução / Twitter Fortes chuvas castigam a cidade de Itaperuna Cerca de 9 mil pessoas estão desalojadas na cidade...

Nacional7 horas atrás

Número de mortes por conta das chuvas em Minas Gerais chega a 30

arrow-options Telmo Ferreira/Agência O Globo Maior parte das mortes ocorreram por deslizamentos de terra O Corpo de Bombeiros e a...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana