conecte-se conosco


Política

Saúde: projeto prevê albergue para pacientes

Publicado

em

A situação é comum. Pessoas que precisam de tratamento médico ou atendimento ambulatorial, mas que não o encontram na região em que moram e precisam se deslocar para outra cidade. Para viabilizar que esses cidadãos possam efetivamente receber o tratamento médico-hospitalar, ou até para a realização de exames médicos, enquanto executados fora do domicílio ou residência permanente, o deputado Delegado Lorenzo Pazolini (sem partido) quer que sejam instituídas no Espírito Santo as “Casas de Passagem”, também conhecidas como albergues.

O Projeto de Lei (PL) 951/2019 prevê que o Estado incentive a instituição e a manutenção das casas de passagem. “É meritória a instituição de programa que tenha por finalidade principalmente alcançar dita prática, permitindo, por intermédio de auxílios, o efetivo alcance do consagrado direito constitucional do atendimento aos malefícios à saúde”, justifica o parlamentar.

Segundo Pazolini, as dificuldades encontradas pelas pessoas que necessitam de atendimento na área são enormes, especialmente enquanto se soma o diferencial em questão, que é a busca pela recuperação das suas condições normais de vida. “Além disso, naturalmente quando a pessoa está com a saúde debilitada aparecem também sinais de dificuldades financeiras, o quem vem a dificultar ainda mais as suas condições de tratamento e de cura. A preservação da saúde é um ato de cidadania e dever do Poder Público”, afirma.

A matéria começou a tramitar em novembro de 2019 e será analisada pelas comissões de Justiça, Cidadania, Assistência Social, Saúde e Finanças.

Comentários do Facebook
Leia mais:  Rússia pede que EUA desistam de ‘plano irresponsável’ para derrubar Maduro
publicidade

Política

Líder do PT foi o parlamentar que mais gastou verba do Senado em 2019

Publicado

em

source
Senado arrow-options
Marcos Oliveira/Agência Senado

Plenário do Senado

Locomoção, hospedagem, alimentação, contratação de serviços, verba para aluguel de imóveis, passagens aéreas. Os gastos de um senador no Brasil com esse tipo de serviço variam, atualmente, de R$ 0 a mais de R$ 600 mil por ano. Em 2019 não foi diferente. Humberto Costa (PE), líder do PT na Casa, foi o parlamentar que mais gastou no ano passado: R$ 607.404,64. Por outro lado, Paulo Albuquerque (PSD-AP) não usou da verba.

Estes ‘privilégios’ estão inclusos na chamada Cota para Exercício da Atividade Parlamentar (CEAPS), um recurso que varia entre R$ 25 mil e R$ 41 mil mensais disponibilizados para cada um dos 81 senadores do Congresso Nacional.  O valor também é somado a uma outra verba,  utilizada para os gastos com viagens oficiais, correio e combustível. Além disso, os senadores ainda recebem o salário e auxílio-moradia ou imóvel funcional. 

O maior número de gastos de Humberto Costa foi com locomoção, hospedagem, alimentação e combustíveis: R$ 151.263,65, seguido de passagens aéreas, aquáticas e terrestres nacionais. Procurado pela reportagem, o senador afirmou que gasta porque trabalha, além de viajar ou mandar funcionários para cobrir a demanda da população em outros estados e no interior. O parlamentar disse ainda que o preço da passagem de avião “aumentou violentamente”. 

Líder do PT no Senado%2C Humberto Costa (PE) arrow-options
Waldemir Barreto/Agência Senado

Líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE)

“Eu gasto recurso porque trabalho e não recebo mesada de empresário, faço o que a legislação permite que eu faça. Se eu quisesse ficar sem fazer nada, não gastaria. Eu trabalho, estou viajando e prestando conta para a população, então não vejo problema”, argumentou. 

Telmário Mota (RR), líder do PROS, e Eduardo Braga (AM), líder do MDB, também foram os senadores líderes em gastos na Casa: R$ 552.755,06 e R$ 545.575,59, respectivamente. Por outro lado, os três que menos gastaram – além de Paulo Albuquerque – foram Prisco Bezerra (PDT-CE), com R$ 154,60, e Reguffe (PODE-DF), com R$ 500,23.

Leia mais:  Presidente do STJ manda soltar ex-governador do Paraná Beto Richa

Confira o ranking:



Correio é “vilão” de gastos no Senado

Dos milhões de reais gastos por ano no Senado, um se destaca: o valor gasto com correspondências. Em 2019, os 81 parlamentares gastaram R$ 1,89 milhão em verba pública nos Correios. Cada senador tem uma cota mensal destinada ao fim. Quanto maior a população do Estado pelo qual foi eleito e menor o indicador oficial de utilização da internet, maior a verba.

No ano passado, o campeão em gastos no Senado foi também o que mais utilizou o serviço: dos mais de R$ 600 mil gastos por Humberto Costa em 12 meses, R$ 134.874,12 foram para enviar cartas e pacotes. São R$ 528 reais por dia útil. Apenas no mês de junho, o senador gastou mais de R$ 44 mil com o envio de impressos e PACs.

Ciro Nogueira (PI), vice-líder do PP, ficou em segundo lugar em gastos com correio: R$ 110.918,62; seguido de Irajá (PSD-TO), que gastou 90.886,83.

correio arrow-options
Arquivo pessoal

Pacotes de Vade Mecum enviados do gabinete de Humberto Costa

Procurado pela reportagem,  o líder petista afirmou que 99,9% do que gasta com correspodnências é para enviar Vade Mecum – livro que traz a Constituição, códigos e leis brasileiras –  a estudantes e universidades. “Os estudantes pedem, o pessoal que faz concurso pede, eu mando pro interior, para outros estados”, afirmou. 

Apenas quatro senadores não registraram nenhum gasto com correio em 2019: Weverton (PDT-MA), Reguffe (PODE-DF), Jorge Kajuru (Cidadania-GO) e Paulo Albuquerque (PSD-AP). Por outro lado, os três que menos gastaram foram Oriovisto Guimarães (PODE-PR), que gastou R$ 5,40, Prisco Bezerra (PDT-CE), R$ 75,65, e Izalci Lucas (PSDB-DF), R$ 85,70. 

Leia mais:  São Paulo tem dia chuvoso e máxima de 19ºC nesta quinta-feira

Comentários do Facebook
Continue lendo
Estadual2 horas atrás

Governador e ministro discutem apoio federal na reconstrução de cidades atingidas pelas chuvas no ES

Em visita ao Estado, o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, confirmou o apoio do Governo Federal na reconstrução das...

Esportes3 horas atrás

Helicóptero que caiu com Bryant tinha nove pessoas a bordo

Em entrevista coletiva realizada pela polícia de Calabasas, na Califórnia, as autoridades afirmaram que havia nove pessoas a bordo do...

Esportes5 horas atrás

Helicóptero que matou Bryant tinha nove pessoas a bordo

Em entrevista coletiva realizada pela polícia de Calabasas, na Califórnia, as autoridades afirmaram que havia nove pessoas a bordo do...

Internacional5 horas atrás

Homem acha que tem trombose e passa por constrangimento com diagnóstico real

arrow-options Reprodução Escritor americano se assusta com pigmentação de sua nova calça jeans, que acabou ficando no corpo A história...

Internacional5 horas atrás

Jovem reclama na polícia de atraso na entrega de documento falso comprado online

arrow-options Reprodução Jovem escolheu nome de personagem de filme para documento falso As autoridades de Norfolk County, no Canadá, estão...

Saúde6 horas atrás

Contaminações do coronavírus ultrapassam 2 mil em todo o mundo

O coronavírus, surgido na cidade de Wuhan, na China, já atingiu mais de 2.116 pessoas em todo o mundo e...

Mulher6 horas atrás

Não sabe por que foi traída? Veja o que pode levar à infidelidade

É fato: a infidelidade é uma realidade em muitos relacionamentos. Não são raros os casos de traição que abalam os...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana