conecte-se conosco


Nacional

Ricardo Boechat será velado no Museu da Imagem e do Som em São Paulo

Publicado

em


Ricardo Boechat morreu em acidente de helicóptero nesta segunda-feira (11)
Reprodução
Ricardo Boechat morreu em acidente de helicóptero nesta segunda-feira (11)

O corpo do jornalista Ricardo Boechat será velado a partir das 22h desta segunda-feira (11) no Museu da Imagem e do Som (MIS), no bairro Jardim Europa, em São Paulo. O local estará aberto ao público.

O jornalista do Grupo Bandeirantes  morreu na queda de um helicóptero
na Rodovia Anhanguera, quando retornava de uma palestra em Campinas. O velório de Ricardo Boechat
segue até às 14h desta terça-feira (12).

A Band não divulgou o local do sepultamento, que será em cerimônia reservada para a família. O acidente ocorreu no início da tarde de hoje (11). O piloto da aeronave, Ronaldo Quatrucci, também morreu.

De acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o helicóptero
que transportava o jornalista se  encontrava em situação regular
junto a agência reguladora. A Anac informou ainda que dados do Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB) mostram que o helicóptero estava com o Certificado de Aeronavegabilidade (CA) válido até maio de 2023 e a Inspeção Anual de Manutenção (IAM) em dia até maio de 2019, ou seja, a aeronave estava em situação regular.

A pedido do presidente Jair Bolsonaro
, o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, irá representá-lo no velório do jornalista. Bolsonaro disse que ele e Boechat eram amigos “há mais de 30 anos” e que ele apelidou o jornalista de “Jacaré”.

Boechat tinha 66 anos, era apresentador do Jornal da Band e da rádio BandNews FM e tinha uma coluna semanal na revista ISTOÉ. O jornalista nasceu em Buenos Aires, na Argentina, quando o pai Dalton Boechat, diplomata, estava a serviço do Ministério das Relações Exteriores. Dono de um humor ácido, usava essa característica para noticiar fatos e criticar situações. O tom era frequente nos comentários de rádio, televisão e também na imprensa escrita.

Leia mais:  Governo do Pará divulga lista de mortos do massacre em presídio de Altamira

Leia também: Testemunha diz à polícia que viu homem pular do helicóptero antes do acidente

Boechat teve diferentes cargos nas redações em que passou, mas sempre manteve a veia jornalística, talvez a sua maior característica profissional. Ele ganhou três prêmios Esso: em 1989, 1992 e 2001. Venceu oito vezes o Prêmio Comunique-se. Políticos, magistrados e organizações vieram a público para lamentar a morte do jornalista. Ricardo Boechat
deixa mulher, cinco filhas e um filho.

Fonte: IG Nacional
Comentários do Facebook
publicidade

Nacional

Quatro estados pedem ajuda das Forças Armadas para combate a incêndios

Publicado

em

source
Queimadas arrow-options
Fernando Frazão/ABr
Queimadas na Amazônia subiram 82% neste ano

O governo confirmou hoje (24) que os estados de Roraima, Rondônia, Tocantins e Pará pediram ajuda do Executivo federal para combater  incêndios florestais . Segundo o Ministério da Defesa, cerca 44 mil militares das Forças Armadas estão continuamente na Região Amazônica e poderão ser empregados nas operações.

LEIA MAIS: Pronunciamento de Macron sobre Amazônia irrita apoiadores de Bolsonaro

A confirmação foi feita pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, durante entrevista à imprensa. Salles adiantou ainda que aguardava os pedidos de ajuda do Acre e de Mato Grosso. Ele participou de uma reunião na manhã deste sábado com o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva. 

Ontem (23), o presidente Jair Bolsonaro assinou o decreto que autoriza o emprego das Forças Armadas para ajudar no combate aos incêndios na Floresta Amazônica. O decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) vale para áreas de fronteira, terras indígenas, unidades federais de conservação ambiental e outras áreas da Amazônia Legal. 

Segundo o ministro da Defesa, a adesão dos governos locais é importante para que o trabalho de combate a crimes ambientais e a incêndios não se limitem às áreas federais.

“É importante a adesão dos governos senão nós vamos ficar limitados às áreas federais, que são as unidades de conservação e as terras indígenas. Já é alguma coisa, mas não é o suficiente. Tem que ser uma união de todos. Todo mundo ajudando é melhor”, disse o ministro. 

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, disse que os estados terão apoio do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), órgãos que pertencem à pasta, para o combate aos incêndios. 

Leia mais:  Ernesto Araújo diz que Fernández é ‘boneca russa’ com Lula e Chávez dentro

“Não é possível desenvolver atividades de fiscalização sem o apoio estadual. Com a GLO Ambiental tenho certeza que, com envolvimento do Ministério da Defesa, das Forças Armadas, teremos muita efetividade naquilo que já vínhamos tentando fazer com muita força desde o início do ano”, afirmou. 

LEIA MAIS: Forças Armadas iniciam combate ao fogo na Amazônia

Segundo o Estado-Maior das Forças Armadas, que coordena as operações, as primeiras medidas foram tomadas neste sábado. Um helicóptero do Ibama e dois aviões de combate a incêndios serão enviados para Porto Velho. 

Um centro de operações instalado no ministério coordena as ações. 

O ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, também disse que a pasta tem previsto no orçamento R$ 28 milhões para gastos com ações de GLO, mas o valor está contingenciado. No entanto, segundo ele, o descontingenciamento já foi acertado com o ministro da Economia, Paulo Guedes, durante uma reunião. “Eu estou numa fase em que eu só acredito quando eu abrir o cofre e ver”, afirmou. 

Presidente

Bolsonaro arrow-options
Alan Santos/PR
Bolsonaro: “o que podemos fazer, estamos fazendo”

O presidente Jair Bolsonaro comentou o trabalho do governo federal ao sair hoje (24) do Palácio do Alvorada a caminho de um almoço marcado com o vice-presidente, Hamilton Mourão, no Palácio do Jaburu.

“O que nós podemos fazer estamos fazendo. Se eu tivesse milhões de pessoas não conseguiria fazer prevenção. Pessoal faz queimada. É quase uma tradição da região”, afirmou Bolsonaro, destacando que, se for preciso, vai à Amazônia conferir de perto a situação.

Apoio aéreo

A Força Aérea Brasileira (FAB) disponibilizou duas aeronaves C-130 Hércules para apoio aos trabalhos de combate aos incêndios florestais. Os aviões que saem de Porto Velho (RO) já estão sobrevoando as áreas atingidas pelo fogo.

Leia mais:  Sol predomina nesta sexta, mas chuvas rápidas atingem a capital no final do dia

De acordo com a FAB, as aeronaves tem um equipamento composto por cinco tanques e dois tubos que se projetam pela porta traseira do avião, podendo carregar até 12 mil litros de água.

Fonte: IG Mundo
Comentários do Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Entretenimento1 minuto atrás

Quem será vencedor na final do Mastechef Brasil 2019?

arrow-options Reprodução/Instagram Um dia antes da final do Masterchef, Rodrigo e Lorena brincam com rivalidade durante o almoço O Masterchef...

Entretenimento1 minuto atrás

Anitta cumpre promessa e publica vídeo rebolando de calcinha em prol da Amazônia

Neste sábado (24), Anitta compartilhou um vídeo no Instagram rebolando de calcinha ao som de seu novo single “Fuego”, parceria...

Entretenimento1 minuto atrás

Rede Brasil lança reality culinário durante programa “Papo Em Dia”

Nesta sexta-feira (23), os apresentadores Luciano Faccioli e Gisele Alves anunciaram o reality “Cozinhando no Papo Em Dia”, novo quadro...

Nacional2 minutos atrás

Quatro estados pedem ajuda das Forças Armadas para combate a incêndios

arrow-options Fernando Frazão/ABr Queimadas na Amazônia subiram 82% neste ano O governo confirmou hoje (24) que os estados de Roraima, Rondônia, Tocantins e...

Agricultura2 horas atrás

Feira da Agricultura Familiar leva otimismo para produtores

Considerada pelos produtores como a colheita do ano, a 21ª Feira da Agricultura Familiar na Expointer, que começou neste sábado...

Agricultura2 horas atrás

Conclusão das Negociações do Acordo de Livre Comércio entre o MERCOSUL e a EFTA – Nota Conjunta dos Ministérios das Relações Exteriores, da Economia e da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Foram concluídas nesta sexta-feira (23/08), em Buenos Aires, as negociações do acordo de livre comércio entre o MERCOSUL e a...

Entretenimento3 horas atrás

Fotos! Conheça Gabriela Valadares, vencedora de concurso de ‘tatoo’ e musa do Atlético-MG

Mineira, de 25 anos, vem fazendo sucesso nas Internet Minas Gerais – Dona de um belo corpo, Gabriela Valadares tem...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana