conecte-se conosco


Carros e Motos

Renault lança nova geração do elétrico Zoe na Europa, onde chega no fim do ano

Publicado

em

Renault Zoe azul
Divulgação
Renault Zoe da nova geração tem autonomia de até 389 quiômetros, de acordo com a fabricante

Os europeus terão a nova geração do elétrico Renault Zoe a partir do fim do ano. O carro tem suas primeiras imagens oficiais e detalhes divulgados pela fabricante que não deu previsão de quando a novidade chegará ao Brasil, onde o elétrico é vendido com preço sugerido de R$ 149.990.

LEIA MAIS:  Renault Zoe 2019: primeiras impressões do modelo elétrico na cidade

Entre as principais novidades do Renault Zoe 2020 está a bateria de 52 kwh fabricada para dar uma autonomia de 389 km ao carro, o que significa implica em uma capacidade 30% maior sem aumento de tamanho. Além disso, a marca promete menor tempo de recarga.

Conforme as novas especificações, o Zoe da segunda geração pode ter 90% da recarga (o que garante rodar 145 km) em 30 minutos em um carregador de 50 Kw. Porém, em um aparelho doméstico, de 7 kw, será preciso 9 horas de 25 minutos para atingir 100% da carga.

O motor do novo Zoe tem 135 cv e bons 25 kgfm de torque, força suficiente para acelerar de 0 a 100 km/h em 10 segundos, conforme dados da fabricante. E para retomar de 80 a 120 km/h, ainda de acordo com a marca francesa, o carro elétrico leva 7,1 segundos, uma melhora de 2,2 segundos na comparação com a primeira geração do modelo, de 110 cv.

Renault Zoe fica mais sofisticado 


Renault Zoe interior
Divulgação
Interior do novo Renault Zoe fica mais refinado e com sistema multimídia com tela de 10 polegadas entre as novidades

Entre outros recursos, o Renault Zoe 2020 tem o chamado “B mode”, opção do sistema de transmissão que reduz a velocidade do carro apenas tirando o pé do acelerador, o que ajuda a recarregar as baterias e torna possível dirigir usando apenas um pedal, em trechos urbanos. Há também o sistema de faz o carro estacionar sozinho entre os itens disponíveis.

Leia mais:  Vazamimagens oficiais da nova geração do Chevrolet Tracker

LEIA MAIS: Kwid e Zoe representam os dois extremos da Renault

Aliás, a lista de equipamentos do novo Zoe inclui alertas de frenagem de emergência e de mudança indevida de faixa, bem como dispositivo que lê placas de trânsito e outro que muda automaticamente o facho dos faróis de alto para baixo para não ofuscar quem vier no sentido contrário. 

Por fora, a renovação do design inclui novos componentes, como grade dianteira e para-choques, além de faróis e lanternas de LED no lugar de lâmpadas, além de novas cores e rodas. E no interior as mudanças ficam por conta do novo painel, do acabamento mais caprichado e do sistema multimídia com tela de 10 polegadas compatível com Android Auto e Apple Car Play.

 LEIA MAIS: Carros elétricos e híbridos da VW entrarão no lugar dos a combustão, em 2026

Ainda entre os principais recursos do novo Renault Zoe , destaca-se a possibilidade de controlar algumas funções do carro por aplicativo de celular, como programar o acionamento do o ar-condicionado, checar a autonomia das baterias e saber como anda a recarga das baterias. 

Fonte: IG Carros
Comentários do Facebook
publicidade

Carros e Motos

Novos carros elétricos da Ford vão usar a plataforma MEB da Volkswagen

Publicado

em

Carros elétricos arrow-options
Divulgação
Plataforma MEB será a base para o desenvolvimento do novo modelo que iniciará a Ford entre os carros elétricos

A aliança entre a VW e a Ford está cada vez mais trazendo novidades. Além da confirmação das novas gerações das picapes Ranger e Amarok para 2022, a montadora norte-americana anunciou que utilizará a plataforma MEB da Volks para seus próximos carros elétricos. O desenvolvimento deste projeto está sob a responsabilidade do centro de pesquisas da Ford em Merkenich, nas proximidades de Colônia (Alemanha), e deverá ser concluído em 2023.

LEIA MAIS: Veja 5 fatos que já sabemos sobre o novo Toyota Corolla

É neste ano que a empresa promete colocar a novidade do segmento de carros elétricos para emplacar uma quantidade audaciosa de 600 mil unidades nos seis anos seguintes. Segundo o CEO responsável pela aliança VW-Ford , Herbert Diess: “Olhando para o futuro, ainda mais clientes e o meio ambiente se beneficiarão da arquitetura EV da Volkswagen. Nossa aliança global está começando a demonstrar uma promessa ainda maior, e continuamos a analisar outras áreas nas quais podemos colaborar”.

Plataforma MEB arrow-options
Divulgação
Plataforma de Volkswagen elétrico e cada um de seus componentes, que formam o trem de força

Além da novidade, já foi antecipado por ambas as montadoras que, nesse meio tempo, também vão desenvolver outro elétrico com a plataforma MEB , mas com foco na Europa. Enquanto isso, para os EUA, planejam a picape elétrica F-150 EV e o futuro SUV inspirado no Mustang, mas ambos virão forma independente.

LEIA MAIS: JAC Motors terá cinco veículos elétricos no Brasil até meados de 2020

Outro ponto importante se refere à empresa Argo AI, responsável por desenvolver tecnologias de condução autônoma. Com foco nos novos carros elétricos, tanto a Ford quanto a VW possuem participação conjunta nas ações, que quando somadas, detém a porção majoritária do conselho. A Argo é avaliada em US$ 7 bilhões e, após o acordo, receberá pelo menos US$ 1 bilhão em investimentos.

Leia mais:  Tiggo7 mostra que Caoa Chery está pronta para crescer

Mais expectativas

VW I.D arrow-options
Divulgação
VW I.D: O futuro “Pai’ de todos os elétricos da VW, Ford e das outras duas montadoras a serem anunciadas pela aliança

O Grupo Volkswagen espera que 10 milhões de veículos sejam produzidos sobre a MEB já na primeira leva. Por enquanto, há poucas informações práticas sobre a plataforma, como os tamanhos de carro que ela pode proporcionar, ou o entre-eixos deles. Outra grande expectativa fica por conta de saber exatamente como serão os detalhes dos modelos que receberão a nova plataforma, mas garantiu que, até 2023, 27 deles e 4 marcas diferentes (Ford, Volks e mais duas) usarão a MEB.

LEIA MAIS: Novas tecnologias substituem estações de recarga de carros elétricos

Segundo a Volkswagen, os novos modelos também contarão com baterias mais eficientes. Em carregadores rápidos, uma recarga de 80% vai levar cerca de 30 minutos — algo já obtido em alguns elétricos atuais e, na maioria dos casos, garantirá uma autonomia entre 400, 500 e até 600 km antes de qualquer recarga. Ao todo, o equivalente a R$ 5,3 bilhões já foram investidos — de uma verba total de mais de R$ 26 bilhões — para o desenvolvimento das novas tecnologias. Com isso, vai se tornar a maior planta de desenvolvimento de carros elétricos de toda a Europa.

Fonte: IG Carros
Comentários do Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Policial21 minutos atrás

Jaguaré: Bandidos fazem família refém em assalto 

A família do fazendeiro Jair Livramento, moradora em uma propriedade em Barra Seca, no município de Jaguaré foi surpreendida por...

Entretenimento44 minutos atrás

Marina Ruy Barbosa tem o Instagram hackeado: “providências estão sendo tomadas”

A atriz Marina Ruy Barbosa teve seu Instagram hackeado na manhã desta terça-feira (16). A informação foi confirmada por sua...

Entretenimento44 minutos atrás

Christian Chávez no Brasil: Alinne Rosa é participação confirmada em show no Rio

A vinda do mexicano Christian Chavéz ao Brasil está cada vez mais perto! Com quatro apresentações no mês de setembro,...

Entretenimento44 minutos atrás

Globoplay aposta em Luan Santana para atrair mais assinantes

A Globoplay está investindo pesado para bater de frente com sua principal concorrente do streaming: a Netflix. Depois de adquirir...

Entretenimento44 minutos atrás

Grazi Massafera conta com ajuda de veteranos para emplacar em nova novela

Grazi Massafera já acumula uma extensa carreira na televisão. Das dúvidas do tempo de “BBB” não restou mais nada, e...

Direto de Brasília44 minutos atrás

Operação Muzema prende milicianos ligados a construções ilegais

arrow-options Divulgação Operação Muzema mira milicianos ligados a construções ilegais A Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) faz,...

Direto de Brasília44 minutos atrás

Contrato com empresa privada prevê cobrança de taxa em Noronha até 2025

arrow-options Arquivo pessoal/Ricardo Mello Parque em Fernando de Noronha é administrado pela Econoronha Defendida pelo presidente Jair Bolsonaro, a extinção do...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana