conecte-se conosco



Agricultura

Recurso de concessão florestal gera desenvolvimento para o município de Terra Santa (PA)

Publicado

em

Os recursos gerados pela concessão florestal na Floresta Nacional (Flona) de Saracá-Taquera já começaram a transformar a realidade do município de Terra Santa, no Pará. Desde o ano passado, quando se habilitou para o primeiro repasse, a prefeitura do município já recebeu cerca de R$ 430 mil. O recurso foi aplicado em uma central comunitária de beneficiamento de produtos não madeireiros e na estruturação da Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

Terra Santa tem área em duas unidades de manejo florestal sob concessão na Flona de Saraca-Taquera e assim, conforme a lei que rege as concessões florestais (Lei de Gestão de Florestas Públicas, N°11.284/06), tem direito a receber parte do recurso pago pelas empresas concessionárias pela madeira colhida. Para se habilitar aos repasses, o município teve que atender uma série de exigências legais, como formar e manter ativo um conselho municipal de meio ambiente e elaborar um plano de aplicação dos recursos, contemplando ações para promover o uso sustentável de seus recursos florestais.

Manejo Comunitário

O primeiro repasse recebido pelo município, de cerca de R$ 81 mil, em novembro de 2018, foi investido em ações de capacitação, fortalecimento de associações comunitárias e na compra de equipamentos para uma usina de beneficiamento de produtos não-madeireiros, na comunidade de Urubutinga. A usina foi instalada na comunidade em 2006, fruto de uma compensação ambiental devido à construção de uma linha de transmissão de energia elétrica, mas ainda não estava devidamente equipada.

Já o segundo repasse, recebido em julho deste ano, foi de R$ 350 mil e será investido na construção da nova sede para a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e na compra de um veículo para apoiar as ações da pasta.

Para o secretário de Meio Ambiente do município, Jonas Pessoa, a concessão florestal tem contribuído para a conservação da cobertura florestal e para a geração de emprego e renda no município, além de beneficiar as comunidades locais com o repasse dos recursos. “Logo de início foi difícil para a população entender as concessões florestais porque eram poucas as pessoas que entendiam como funciona o manejo sustentável. Hoje sabemos que o manejo florestal é viável e sustentável. E é um dos melhores modelos para podermos usar a floresta, sem prejudica-la”, afirmou.

Beneficiamento de Castanha

O secretário contou que a comunidade de Urubutinga realiza o manejo de cerca de 5 mil castanheiras e que as ações de capacitação e fortalecimento do cooperativismo visam aprimorar a gestão do negócio e possibilitar o beneficiamento da castanha e de outros produtos florestais na própria comunidade, aumentando a geração de renda. Além das castanheiras, os extrativistas de Urubutinga aproveitam outras espécies florestais como o tucumã, a andiroba, o cumaru e o buriti. Este último produto, segundo o secretário, ainda é pouco explorado mas possui grande potencial comercial.

“Queremos usar esse recurso das concessões para dinamizar a economia local. Queremos que os produtos florestais sejam beneficiados aqui mesmo na comunidade, gerando benefícios para a sociedade”, afirmou.

Recurso das Concessões

Desde o início das operações de manejo em áreas de concessão florestal, em 2010, o Serviço Florestal Brasileiro já arrecadou mais de R$ 62 milhões. O valor arrecadado, após a retirada do percentual do Valor Mínimo Anual (VMA), que cabe ao Serviço Florestal Brasileiro, foi disponibilizado para o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (40%), o Fundo Nacional de Desenvolvimento Florestal (20%), os estados de Rondônia e Pará (20%), e os municípios que possuem em seu território áreas concedidas (20%).

Fonte: Serviço Florestal Brasileiro

Comentários do Facebook

Agricultura

Ufes registra primeira cultivar de café conilon ‘Monte Pascoal’ para o estado da Bahia

Publicado

em

 

A Diretoria de Inovação Tecnológica (DIT) da Ufes conseguiu o registro de uma cultivar de Coffea canephora adaptada para o sul da Bahia, em altitude inferior a 500 metros. Batizada de Monte Pascoal, essa é a primeira cultivar de café conilon para o estado baiano. O Registro Nacional de Cultivares (RNC) é realizado no Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

As cultivares são espécies de plantas que foram melhoradas devido à alteração ou à introdução, pelo homem, de uma característica que antes não possuíam. Elas se distinguem das outras variedades da mesma espécie de planta por sua homogeneidade, estabilidade e novidade.

A cultivar de Coffea canephora Pierre ex A. Froehner (conilon ou robusta) é composta por seis genótipos/clones (AD1, AP, Imbigudinho, LB1, P2, Peneirão), que alcançaram a melhor produtividade dentre os 42 genótipos utilizados no experimento.

Segundo o professor do Departamento de Ciências Agrárias e Biológicas do Centro Universitário Norte do Espírito Santo (Ceunes) Fábio Luiz Partelli, que coordenou a pesquisa, os trabalhos começaram em abril de 2014, numa parceria entre pesquisadores e produtores rurais. Foram plantados 42 genótipos de café conilon descobertos em lavouras capixabas em uma área no município de Itabela, na Bahia, num “ensaio de competição”, propagados por estacas, a aproximadamente 140 metros de altitude.

Produtividade

Os pesquisadores acompanharam a produção em quatro colheitas, nos anos de 2016, 2017, 2018 e 2019. A média das quatro colheitas dos seis genótipos foi de 129,97 sacas por hectare ao ano, enquanto a média dos demais genótipos foi inferior a cem sacas.

Dentre as características avaliadas na pesquisa, além da produtividade, para constituir a nova cultivar estiveram o sistema radicular, a maturação, o vigor e a resistência a pragas e a doenças.

Participaram do registro os engenheiros agrônomos Fábio Luiz Partelli (coordenador), André Covre, Gleison Oliosi e o produtor rural Daniel Covre.

“Nenhuma outra instituição havia, até então, feito estudo e registro de cultivar de conilon para o estado da Bahia. O registro é uma forma de atestar que esses seis materiais são os recomendados para a região pelas condições de adaptação ao local. A Bahia é o terceiro maior produtor de conilon do país, somente atrás do Espírito Santo e de Rondônia, daí a importância dessa pesquisa”, afirmou Partelli.

O professor informou que o mesmo experimento, com os 42 genótipos testados na Bahia, está sendo feito numa lavoura no município capixaba de Nova Venécia. Lá, porém, serão seis colheitas antes do pedido de registro da cultivar.

 

Comentários do Facebook
Continue lendo
Esportes5 minutos atrás

Ferj não marca retorno para a volta do futebol no Rio

. A autorização do governo estadual já estava dada, mas faltava a Federação de Futebol do Estado do Rio de...

Saúde5 minutos atrás

Hospital em Brasília dá atenção especial a mães na hora do parto

. Equipes médicas que atuam no combate ao novo coronavírus (covid-19) têm dado atenção especial às grávidas com suspeitas de...

Política1 hora atrás

“Cientistas pedem desculpas por erro”, diz matéria compartilhada por Bolsonaro

Reprodução/Twitter Imagem compartilhada pelo presidente no Twitter O presidente Jair Bolsonaro compartilhou na tarde deste sábado (6) uma publicação sobre...

Entretenimento1 hora atrás

Após se separar de Whindersson, Luísa Sonza é flagrada com Vitão

A cantora Luísa Sonza foi flagrada ao lado do cantor Vitão , na última sexta-feira (5), em Alphaville, São Paulo. Pela...

Internacional1 hora atrás

Manifestantes se juntam em Washington para o 12° dia de mobilizações

Wikipedia Expectativa é que mais de 100 mil pessoas se manifestem na capital dos EUA Milhares de manifestantes se juntam...

Esportes2 horas atrás

Bayern de Munique cada vez mais perto do octacampeonato alemão

. Cinco jogos, neste sábado (6), foram realizados pela 30ª rodada do Campeonato da Alemanha, onde o título caminha pela...

Saúde2 horas atrás

SP registra mais de 9 mil óbitos e 140,5 mil casos de coronavírus

. O estado de São Paulo registrou neste sábado (6) 9.058 mortes e 140.549 casos confirmados do novo coronavírus. Entre...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!