conecte-se conosco



Economia

Receita paga restituições do lote residual de janeiro do IR nesta quarta-feira

Publicado

em

source

Agência Brasil

leão ir arrow-options
shutterstock

Receita paga restituições do lote residual de janeiro do IR nesta quarta (15)

A Receita Federal paga nesta quarta-feira (15) as restituições do lote residual do Imposto de Renda de Pessoa Física de janeiro. O dinheiro será depositado nas contas informadas na declaração.

Leia também: Após polêmica, EUA confirmam apoio à entrada do Brasil na OCDE

Ao todo, serão desembolsados R$ 725 milhões para declarações de 2008 a 2019, beneficiando 185.891 contribuintes que estavam na malha fina , mas regularizaram as pendências com o Fisco.

As restituições terão correção de 4,77%, para o lote de 2019, a 113,05%, para o lote de 2008. Em todos os casos, os índices têm como base a taxa Selic (juros básicos da economia) acumulada entre a entrega da declaração até este mês.

A lista com os nomes está disponível a partir das 9h no site da Receita na internet. A consulta também pode ser feita pelo Receitafone, no número 146. A Receita oferece ainda aplicativo para tablets e smartphones, que permite o acompanhamento das restituições.

Leia também: Em 2019, inflação para famílias mais pobres foi maior do que para as ricas

O contribuinte que não receber a restituição deverá ir a uma agência do Banco do Brasil ou ligar para os telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para ter acesso ao pagamento.

Comentários do Facebook
Leia mais:  Smart Fit instala botão contra “conduta inapropriada” no banheiro; veja polêmica
publicidade

Economia

Após crise, governo federal anuncia demissão do presidente do INSS

Publicado

em

source
Renato Vieira%2C presidente do INSS%2C em imagem de arquivo arrow-options
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Renato Vieira, presidente do INSS, em imagem de arquivo

O secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, anunciou que o presidente do INSS, Renato Vieira deixará o comando do instituto. O substituto será Leonardo Rolim, que é atualmente secretário da Previdência. Ainda não há definição de quem o substituirá no ministério.

Renato Vieira foi nomeado no início do governo do presidente Jair Bolsonaro, e ficou pouco mais de um ano no cargo. De acordo com a gestão, a saída de Renato Vieira foi por uma vontade própria.

INSS: Ministério Público e TCU querem suspender contratação de militares

A troca no comando no INSS ocorre após a crise das filas de atendimento para pedidos de aposentadoria e benefício. Atualmente existem quase 2 milhões de pedidos de benefícios na fila.

O prazo para regularizar essa situação, segundo o próprio governo, é de seis meses.

“Ele consolidou sua disposição de sair do INSS a pedido. Foi uma conversa amadurecida ao longo dos últimos 15 dias”, afirmou o secretário Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho.

“Ano passado foi bastante intenso, esse ano será muito desafiador. O Renato acha que precisa se dedicar a seus projetos, e nós aceitamos sua demissão. Comunicamos ao [ministro da Economia] Paulo Guedes e [ao presidente da República Jair] Bolsonaro, e amanhã haverá consolidação desse ato, com indicação do seu substituto”, declarou.

Entenda a crise

O INSS admite que houve uma diminuição da produtividade no processamento de novos benefícios. O órgão atribui a este fator ao aumento de 36% nos pedidos mensais desde a digitalização dos processos, a formação de uma fila de quase 2 milhões de requerimentos que não são analisados dentro do prazo legal de 45 dias.

Leia mais:  Governo do Rio apresenta emendas à Previdência que poupariam R$ 500 mi por ano

Para demonstrar a perda de produtividade, porém, o órgão não aponta os dados de 2019, o primeiro do governo de Jair Bolsonaro, mas de 2018, ano em que “o INSS registrou o maior fluxo de novos requerimentos já registrado e a menor produtividade dos últimos quatro anos (2016 a 2019)”, como consta em nota enviada ao jornal o Globo, nesta terça-feira (21).

Demora na concessão de benefícios pode gerar prejuízo de R$ 14 milhões ao INSS

O INSS já havia diagnosticado há pelo menos seis meses a necessidade de mais de 13,5 mil servidores para lidar com o estoque formado de 1,4 milhão de processos e com os novos pedidos que aportavam no órgão. A crise se agravou, não houve incremento de funcionários e esse estoque chegou a quase 2 milhões num prazo de seis meses.

Comentários do Facebook
Continue lendo
Estadual16 minutos atrás

Policiais federais prendem suspeito de tráfico em operação

A partir de dados coletados durante a operação, a PF vai dar continuidade às investigações, com intuito de identificar outros...

Nacional22 minutos atrás

Menina mata homem a tijoladas e chutes, após tentativa de estupro

O homicídio aconteceu por volta das 23h, na noite desta terça-feira (28/1). Em depoimento, a jovem declarou matar a vítima...

Entretenimento26 minutos atrás

Pocah posa com look curtinho e exibe decote turbinado: “Que deusa”

A cantora Pocah resolveu atualizar seu Instagram, nesta terça-feira (28), ao posar de top e shortinho curto. O cabelão da musa também chamou...

Entretenimento31 minutos atrás

Promoter revela se Anitta é ativa ou passiva

David Brazil trouxe à tona as preferências sexuais da amiga Nesta semana, David Brazil surpreendeu a todos ao fazer uma revelação um...

Entretenimento35 minutos atrás

Carol Nakamura ostenta bumbum extremamente gigante e leva web à loucura

A famosa deixou os fãs boquiabertos com suas curvas Carol Nakamura causou o maior rebuliço nas redes sociais na última terça-feira...

Regional40 minutos atrás

Mulher é morta com tiros no peito e cabeça em Pancas

Na última terça-feira (28), a agricultora estava trabalhando no desbrotamento do café na comunidade de São Bento, no Distrito de...

Tecnologia44 minutos atrás

Samsung lança primeiro tablet 5G do mundo

arrow-options Reprodução Samsung lança Galaxy Tab S6 equipado com 5G A Samsung anunciou nesta quarta-feira (29) o lançamento do primeiro...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana