conecte-se conosco



Internacional

Queda do Muro de Berlim faz 30 anos: veja relatos de quem esteve lá

Publicado

em

Este sábado (9) marca a passagem dos 30 anos da queda do Muro de Berlim, o chamado “muro da vergonha” que durante 28 anos separou a histórica capital germânica em duas até a reunificação da Alemanha Ocidental (República Federal da Alemanha) e da Alemanha Oriental (República Democrática Alemã) em um só país.

O geógrafo Telmo Amand Ribeiro e o jornalista Silvio Queiroz, moradores de Brasília, foram testemunhas oculares daquele momento. Estiveram em Berlim quando o muro era derrubado. Eles conversaram com a equipe da Agência Brasil sobre o 9 de novembro de 1989, quando o mudou o mundo para sempre.

A queda da barreira de cimento, ferro no meio de Berlim representou o colapso do socialismo real sob a liderança da extinta União Soviética (formada pela Rússia, Armênia, Azerbaijão, Bielorrússia, Cazaquistão, Estónia, Geórgia, Lituânia, Letônia, Moldávia e Ucrânia) e também implementado pela Bulgária, Hungria, Polônia, Romênia e Tchecoslováquia, além da Alemanha Oriental –  países que formavam a cortina de ferro que separava o mundo capitalista e o mundo socialista.

O fim da matriz europeia do socialismo é a antessala do século 21. Um tempo sem Guerra Fria entre americanos e soviéticos, mas com outros riscos a paz e outros muros – maiores e até menos transponíveis do que o Muro de Berlim, como lembra Telmo Amand Ribeiro.

Veja o relato do geográfico Telmo Amand Ribeiro

Silvio Queiroz, então repórter de Veja (hoje no Correio Braziliense), rememora as diferenças e desconfianças entre os alemães do ocidente e os alemães do oriente no início da reunificação, e as dificuldades para a Alemanha se tornar o país de “um só povo” como adotou o governo adotou como lema.

Veja o relato do jornalista Silvio Queiroz

Confira reportagem sobre a queda do Muro de Berlim na TV Brasil:

Edição: Bruna Saniele

Comentários do Facebook

Internacional

Itamaraty acompanha situação de brasileiros em Beirute após explosão

Publicado

em


.

O Ministério das Relações Exteriores (MRE) emitiu nota oficial nesta terça-feira (4) em que manifesta solidariedade ao povo e ao governo do Líbano após uma grande explosão ter ocorrido na região portuária de Beirute, capital do país, que fica no Oriente Médio, à beira do Mar Mediterrâneo. Autoridades locais apontam mais de 50 mortos e milhares de feridos, mas esse número deve crescer nas próximas horas. 

De acordo com o Itamaraty, “não há, até o momento, notícia de cidadãos brasileiros mortos ou gravemente feridos”. A pasta acompanha a situação por meio da embaixada brasileira no país, cuja sede fica a cerca de 8 quilômetros da zona onde ocorreu a explosão. Também foram disponibilizados números de telefone e e-mail para contato com a assistência consular no país e também em Brasília. 

Confira a íntegra da nota do governo brasileiro:

“O governo brasileiro solidariza-se com o povo e o governo do Líbano pelas vítimas fatais e pelos feridos atingidos pelas graves explosões que tiveram lugar hoje no porto de Beirute.

O Ministério das Relações Exteriores acompanha com atenção os acontecimentos na cidade e está pronto para prestar a assistência consular cabível. Não há, até o momento, notícia de cidadãos brasileiros mortos ou gravemente feridos.

O Itamaraty seguirá acompanhando a situação por meio da Embaixada do Brasil em Beirute, em coordenação com a Divisão de Assistência Consular (DAC) em Brasília.

O telefone de plantão consular da Embaixada do Brasil em Beirute está disponível para informações sobre a situação dos brasileiros no Líbano pelo número +961 70108374. O núcleo de assistência a brasileiros do MRE em Brasília também está à disposição para informações, de segunda a sexta-feira, das 9h às 19h, pelos telefones +55 61 2030 8820/6756/6753 e pelo e-mail [email protected] Nos demais horários, poderá ser contatado o telefone do plantão consular da Secretaria de Assuntos de Soberania Nacional e Cidadania do Itamaraty pelo número +55 61 98197-2284.”

Edição: Aline Leal

Comentários do Facebook
Continue lendo
Agricultura5 minutos atrás

Comissão do Ministério da Economia aprova financiamento externo de US$ 230 milhões para AgroNordeste

.   A Comissão de Financiamentos Externos (Cofiex), do Ministério da Economia, aprovou projeto do Ministério da Agricultura, Pecuária e...

Saúde20 minutos atrás

Covid-19: Brasil chega a 2,8 milhões de casos; 70,3% estão recuperados

. Desde o início da pandemia, 2.801.921 de brasileiros contraíram o vírus. O total de mortes chega a 95.819. Há 3.600 óbitos...

Nacional20 minutos atrás

Crime: Perícia descarta que marmitas tenham sido envenenadas em igreja

FreePik O alimento foi doado por um homem ainda não identificado A perícia descartou, nesta terça-feira (4), que as marmitas...

Saúde50 minutos atrás

Rio tem 13.715 mortos por covid-19 e quase 169 mil infectados

. O estado do Rio de Janeiro registra 13.715 óbitos por covid-19 desde o primeiro caso da doença em março e...

Esportes50 minutos atrás

Ginasta usa tecnologia para acompanhar treino da seleção em Portugal

. A seleção brasileira de Ginástica Artística inicia a terceira semana de dois meses de treinos previstos para a equipe...

Estadual1 hora atrás

Infraestrutura, Segurança, Agricultura e Meio Ambiente obtêm maiores destaques nas audiências públicas do Orçamento 2021

. As áreas estratégicas de Infraestrutura para Crescer, Segurança em Defesa da Vida e Agricultura e Meio Ambiente foram as...

Economia1 hora atrás

Objetivo é voltar com a CPMF, diz Collor sobre proposta de reforma tributária

undefined O senador Fernando Collor foi o entrevistado do iG nesta terça-feira O senador pelo estado de Alagoas, Fernando Collor...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!