conecte-se conosco



Estadual

Prorrogado fechamento das escolas, universidades e faculdades para até 30 de junho

Publicado

em


.

O Governo do Estado prorrogou a suspensão das aulas presenciais e, consequentemente, o fechamento das escolas, universidade e faculdades, das Redes de Ensino pública e privadas, por conta da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). A determinação segue o previsto no Decreto  Nº 4659-R, publicado no Diário Oficial desse domingo (31).  

Enquanto as escolas estão fechadas, a Rede Estadual conta com as Atividades Pedagógicas Não Presenciais (APNPs) por meio do Programa EscoLAR, que engloba a transmissão de teleaulas pela TV, o acesso patrocinado do Governo do Estado ao Google Sala de Aula, além de outras formas de integração escola-família e aluno-professor. Apesar de não contar como dia letivo, a ação proporciona a continuidade do acesso aos conteúdos. O engajamento ao Google Sala de Aula no primeiro mês do Programa foi de 70%.

Inicialmente, a previsão é de que as Atividades não contem como dia letivo pelo fato de o Espírito Santo já ter uma carga horária acima do que prevê a Lei de Diretrizes e Bases (LDB). O Estado tem 900 horas/aula, enquanto o previsto na lei são 800 horas.

Cada escola conta com turmas criadas, automaticamente, com os professores vinculados às salas e os alunos já enturmados. Além disso, os componentes curriculares estão organizados por tópicos, na aba “ATIVIDADES” das Salas. Dessa forma, cada aluno terá apenas uma sala, com todos os componentes curriculares dentro dela.

Quando o aluno acessar o aplicativo EscoLAR usando sua conta institucional via celular, mesmo que não tenha internet em casa ou que seu pacote de dados móveis esteja zerado, poderá interagir na sua Sala de Aula Google para esclarecer dúvidas com os professores e com seus colegas de classe. O estudante pode ainda realizar atividades elaboradas via Formulários Google (testes, Quiz, avaliações, revisões, dentre outros).

As atividades são de responsabilidade dos professores que, ao utilizarem esse espaço, podem gerenciar atividades, além de distribuir tarefas, se comunicar, enviar feedbacks direto e em tempo real e ver tudo em um único lugar. Já os alunos podem acompanhar as atividades e acessar os materiais para estudos, compartilhar recursos e interagir no mural da turma ou por e-mail, enviar atividades e receber feedback das atividades.

 

Assessoria de Comunicação da Sedu
Mirela Marcarini / Geiza Ardiçon/ Soraia Camata
(27) 3636-7705/ 7706 / 7707 / 7888 / 99956-2479 / 99802-9043
[email protected]/ [email protected]

 

Fonte: Governo ES

Comentários do Facebook

Estadual

Supervisor dos Juizados Especiais fala sobre implantação do Pje em novo Podcast

Publicado

em


.

Para o desembargador Fernando Bravin, o processo judicial eletrônico é o caminho natural.

A implantação do Processo Judicial Eletrônico (Pje) no Poder Judiciário Estadual é o tema do novo episódio de Just Talk – o Podcast do TJES, que conta com a participação do desembargador Fernando Estevam Bravin Ruy, supervisor dos Juizados Especiais do TJES e presidente do Comitê de Governança de Tecnologia da Informação e Comunicação.

Com um breve panorama, o desembargador explicou que o sistema foi implantado inicialmente em  Colatina, Cachoeiro de Itapemirim e comarcas próximas. Em seguida, alcançoutoda a área da Execução Fiscal. No final do ano de 2018 e 2019, passou a abranger as competências de Juizados do interior. E por fim, agora em junho, foi implantado em todas as unidades dos Juizados Especiais Cíveis da capital.

“O panorama principal é que a implementação já realizada,  que representa basicamente 50% de todas as distribuiçõesem termos numéricos do Estado do Espírito Santo, vai ser ampliada. A ideia é continuar. É realmente viabilizar que o processo de papel saia e fique na História do Estado do Espírito Santo. E o meio eletrônico prevaleça de forma eficaz e moderna”.

Sobre as vantagens do Pje para a sociedade, o desembargador ressalta:  “A grande vantagem do processo judicial eletrônico é a celeridade e a modernidade. Você pode ver o seu processo no celular, na sua residência, no seu local de trabalho, ou no escritório do advogado”.

O desembargador também fala sobre a celeridade natramitação do processo eletrônico em relação ao físico e sobre a economia que representa:

“A ideia de economia do processo judicial eletrônico é viabilidade para que o jurisdicionado tenha um instrumento muito melhor do que o processo físico. Eu economizo tempo para aquele que busca o Poder Judiciário? Sim. Eueconomizo deslocamento? Sim. A economia principal é essa efetividade. É esse produto que o Poder Judiciário entrega ao cidadão e deve entregar de forma mais rápida,de forma mais célere, de forma eficiente”.

Ainda de acordo com o desembargador, a tendência do Processo Judicial Eletrônico é propiciar a servidores, juízese estagiários mais do que um ambiente limpo, organizado, sem pilhas de processos físicos:

“Nós queremos um ambiente  virtual em que todos possam trabalhar no processo sem a necessidade de um ambiente único para aquela atividade. É trabalhar com qualidade em qualquer lugar.”

Para aqueles que ainda são resistentes às transformaçõestecnológicas, o desembargador tem uma mensagemtranquilizadora: “O Poder Judiciário não vai fechar suas portas porque chegou o processo eletrônico, pelo contrário.Ele amplia as portas, inclusive para as pessoas que mais necessitam, principalmente as que buscam os Juizados Especiais, que não optaram por constituir advogado. Esse serviço não vai acabar, pelo contrário, tende a ficar melhor,mais rápido, com menos filas, menos espera e mais eficiente”.

Para o desembargador, o Pje é o caminho natural do PoderJudiciário:

“Existem muitas coisas na nossa vida em que temos que olhar para trás para saber que um dia realizamos. Oprocesso físico, provavelmente na próxima geração, vai ser parte da história. Vai-se contar a existência do processofísico como hoje contamos a história da sentenças escritas à mão. Será mais ou menos isso. A questão não é caminho sem volta ou com volta. É o caminho da vida”.

Ouça o episódio na íntegra.

Leia a transcrição completa.

Vitória, 29 de junho de 2020

 

Informações à Imprensa

Assessoria de Imprensa e Comunicação Social do TJES
Texto: Tais Valle | [email protected]

Maira Ferreira
Assessora de Comunicação do TJES

[email protected]
www.tjes.jus.br

Fonte: TJES

Comentários do Facebook
Continue lendo
Política46 minutos atrás

CPI resgata gatos vítimas de maus-tratos

. A CPI dos Maus-tratos Contra os Animais da Assembleia Legislativa, presidida pela deputada Janete de Sá (PMN), resgatou na...

Estadual2 horas atrás

Supervisor dos Juizados Especiais fala sobre implantação do Pje em novo Podcast

. Para o desembargador Fernando Bravin, o processo judicial eletrônico é o caminho natural. A implantação do Processo Judicial Eletrônico...

Internacional3 horas atrás

Trump posta vídeo de casal apontando armas em direção a manifestantes

AFP O presidente americano Donald Trump está envolto em polêmicas O presidente Donald Trump retuitou , nesta segunda-feira (29), um...

Saúde3 horas atrás

Vacina de Oxford pode ser distribuída este ano, diz Astrazeneca

. A vacina contra o covid-19, desenvolvida pela Universidade de Oxford, na Inglaterra, com testes no Brasil, poderá ficar disponível...

Esportes3 horas atrás

De olho em Tóquio, carateca treina com atletas da seleção de taekwondo

. Vice-campeã mundial em 2016, a carateca paulista Valéria Kumizaki não mede esforços para chegar em plena forma no Pré-Olímpico...

Economia3 horas atrás

Último dia: envie declaração do IR 2020 em 30 minutos e não pague multa

Pixabay Amanhã às 23h59, termina o prazo para envio da declaração do Imposto de Renda (IR); Multa mínima é de...

Nacional3 horas atrás

Governador do DF decreta estado de calamidade pública

Marcello Casal Jr/Agência Brasil O estado de calamidade pública é decretado quando ocorrem danos à saúde e aos serviços públicos...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!