conecte-se conosco


São Mateus

Professor se contradiz na CPI sobre morte de cachorro em São Mateus

Publicado

em

SONY DSC

O professor da Ufes – São Mateus, Wellington Gonçalves, se contradisse por várias vezes durante depoimento na CPI dos Maus Tratos da Assembleia Legislativa, para esclarecer a morte de um cão, dia 22 de agosto, no bairro Lago do Cisne, em São Mateus. Wellington é acusado de ter atirado no animal. A CPI, presidida pela deputada estadual Janete de Sá, ouviu as testemunhas do caso e a dona do animal, no plenário da Câmara de Vereadores de São Mateus nesta quinta-feira (12).

Além do depoimento contraditório do professor que mora no mesmo bairro onde ocorreu o crime, houve momento de emoção quando a dona animal que tinha o nome de Grande, Claudeci Aguiar Pereira não se conteve e foi às lágrimas. “Grande era um excelente animal e querido por mim e meus filhos. Sentimos muito sua falta…ele não fazia mal a ninguém, era um cão dócil”, desabafou, lembrando que o corpo do animal está enterrado no quintal de sua casa e todos os estes dias os filhos vão colocar flores na sepultura.

A presidente da CPI advertiu o professor de que não adiantaria negar a autoria do disparo que matou o cão porque há evidências de que foi ele quem cometeu o delito. “O senhor pode até negar, como está fazendo, mas nós já produzimos provas de que não há dúvida de que foi quem matou o animal”, observou Janete de Sá.

LEIA TAMBÉM: Cachorro é perseguido e morto a tiros

A todo o momento que o professor se contradizia, os populares que lotaram as dependências da Câmara se manifestavam, mesmo com a observação da presidente da CPI de que não era permitido manifestações.

Acompanharam o trabalho da CPI o delegado que presidiu o inquérito e indiciou o professor pelo crime, Leonardo Malacarne e o procurador da Assembleia Legislativa Custódio Junqueira.

Ao final da audiência a deputada Janete não descartou ouvir outras pessoas até concluir os trabalhos que está apenas começando. O último passo será encaminhar a peça para o Ministério Público que decidirá se pronuncia ou não o professor pelo crime de maus tratos do animal. 

Comentários do Facebook
Leia mais:  PRF inicia operação Proclamação da República nas estradas federais do ES
publicidade

São Mateus

Escola do balneário de Guriri reforça segurança após alunos planejarem ataque

Publicado

em

Por meio de aplicativo de conversa, estudantes teriam combinado ataque como o que aconteceu em escola do interior de São Paulo, em março deste ano, quando 10 pessoas foram mortas

Uma escola do balneário de Guriri, em São Mateus, Região Norte do Estado, precisou reforçar a segurança após alunos ameaçarem um ataque à instituição de ensino. Em um aplicativo de conversa, os estudantes teriam planejado atacar o colégio, inspirados pelo massacre de Suzano (SP), que aconteceu em março deste ano e 10 pessoas foram mortas.

A Secretaria de Educação de São Mateus confirmou, em nota, o que chamou de “suposta tentativa de ataque” à Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Professora Herinéia Lima Oliveira. Segundo a pasta, foram tomadas diversas medidas para reforçar a segurança no local.

Entre as medidas, os familiares dos alunos envolvidos foram convocados pela escola e comunicados da situação. Além disso, estes estudantes estão sendo devidamente acompanhados por profissionais.

A Polícia Civil foi comunicada do ocorrido e a direção registrou um boletim de ocorrência. A escola ainda protocolou no Ministério Público do Espírito Santo (MPES) as ações que foram tomadas e solicitou o acompanhamento do órgão.

Para garantir a segurança dos alunos, professores e funcionários, a Polícia Militar passou a acompanhar os horários de entrada e saída dos estudantes e a Guarda Patrimonial tem feito uma ronda no estabelecimento de ensino. Um guarda é mantido diuturnamente no portão.

A nota da secretaria salienta que “todos os órgãos acionados pelo município estão cumprindo o seu papel de acompanhar, apurar e elucidar tal situação, bem como desarticular esta ou qualquer outra ação”.

Além disso, a pasta afirma que a escola continua sendo um local seguro para seus estudantes e profissionais, e solicita que os familiares dos alunos que queiram mais informações procurem a direção escolar.

INVESTIGAÇÕES

Procurada pela reportagem, a Polícia Militar disse que movimenta, junto com a prefeitura, as instituições que podem auxiliar na resolução do conflito, como o MPES e a Polícia Civil. A PM atua preventivamente, de forma ostensiva, nos horários de maior fluxo de pessoas. Uma viatura faz ponto base no horário de entrada e saída dos alunos.

Já a Polícia Civil informou que o caso é investigado pela Delegacia de Infrações Penais e Outras (Dipo) de São Mateus. Informações adicionais ainda não foram passadas para não atrapalhar a apuração do fato.


(*G1)

Comentários do Facebook
Leia mais:  BPMA realiza ação de Educação Ambiental em São Mateus
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Entretenimento3 horas atrás

De jogador de futebol a Ex-BBB’s: confira todos participantes de “A Fazenda 11”

Estreou nesta terça-feira (17) a 11ª temporada de “A Fazenda”, reality show da Record TV . Tradicionalmente sigilosa quanto ao...

Entretenimento3 horas atrás

Sucesso literário, no cinema “O Pintassilgo” tem prejuízo histórico

Como filme, “O Pintassilgo” está longe de ser notável: são terríveis 26% de resenhas positivas no site Rotten Tomatoes ....

Entretenimento3 horas atrás

Whindersson Nunes sensualiza e provoca Marina Ruy Barbosa: “por que tá chorando”

Nesta terça (17) Whindersson Nunes, humorista e marido de Luísa Sonza , atualizou seu perfil nas redes sociais com um...

Entretenimento3 horas atrás

Padre Fábio de Melo dá risada de sósia sarado que viralizou na web

Nesta terça-feira (17) um sósia do Padre Fábio de Melo fez sucesso na internet ao comparilhar um clique no Instagram...

Entretenimento3 horas atrás

Susana Vieira ataca Sônia Abrão e apresentadora reage

O clima pesou entre Susana Vieira e a apresentadora Sonia Abrão nesta terça-feira (17) durante o programa “A Tarde é...

Nacional4 horas atrás

Assessores já admitem que Bolsonaro pode não ir à ONU

arrow-options Alan Santos/PR – 1.9.19 Assessores já admitem que Bolsonaro pode não ir à ONU Apesar de o presidente Jair...

Nacional4 horas atrás

Deputados do centrão vão rejeitar acordo do Senado que fatiou reforma partidária

arrow-options Waldemir Barreto/Agência Senado – 17.9.19 Presidente da CCJ no Senado, Simone Tebet (MDB-MS) Líderes do centrão na Câmara dos...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana