conecte-se conosco



Estadual

Procon-ES orienta sobre compras e faz alerta para fraudes na Black Friday

Publicado

em


Faltam poucos dias para a realização da Black Friday Brasil, uma campanha de vendas on-line anual que oferece altos descontos nos estabelecimentos credenciados. Com tanta facilidade e variedade de lojas, é preciso cautela antes de realizar a compra para evitar problemas futuros.

O comércio eletrônico brasileiro movimenta bilhões de reais todos os anos. Valores mais baixos, facilidade para pesquisar os preços dos produtos em diferentes lojas e comodidade são alguns dos motivos pelos quais os consumidores optam pelas lojas virtuais, mas é preciso atenção na hora da compra para evitar prejuízos com fraudadores e outros problemas.

O consumidor que vai participar pela primeira vez da Black Friday precisa saber que nem todos os produtos à venda nos sites credenciados participam da promoção. Sendo assim, é preciso que os produtos com desconto estejam destacados e identificados por meio do selo “Black Friday”.

Segundo o diretor-presidente do Procon-ES, Rogério Athayde, a primeira dica para quem está pensando em comprar algo é pesquisar desde já os preços dos produtos em diferentes lojas virtuais participantes da campanha. Até mesmo em lojas físicas para verificar se o produto ofertado tem, de fato, uma redução no preço.

“Se o consumidor não conseguir realizar a compra devido a problemas no site, poderá reclamar. Também são questões passíveis de reclamação o descumprimento à oferta, a publicidade enganosa (promoção com preços iguais aos praticados dias antes da Black Friday), a mudança de preço no momento da finalização da compra e a falta de informações sobre a empresa e o produto”, ressaltou Athayde.

Atenção às fraudes

– Pesquise se existem muitas reclamações sobre a empresa nos órgãos de defesa do consumidor e/ou em sites de reclamações na internet;

– Nesse período de promoções muitas lojas promovem descontos. Cuidado! Busque referências sobre o site e desconfie de preços muito abaixo do mercado;

– Desconfie dos sites que oferecem como única forma de pagamento o depósito em conta corrente, transferência ou boleto bancário;

– Atenção com a segurança! Uma fraude muito comum no universo de quem é adepto das compras virtuais está relacionada à clonagem de sites, que ficam idênticos aos das lojas oficiais. Os fraudadores capturam os dados do cartão de crédito, números dos documentos e senhas do consumidor no momento em que ele pensa estar realizando a sua compra. Pesquise as lojas credenciadas no site www.blackfriday.com.br e observe o nome e o endereço do site, no link que aparece na barra do navegador, que pode ser parecido, mas não é igual ao da loja oficial;

– O consumidor também deve ter muita atenção nas compras realizadas pelo Instagram. Existem perfis falsos na rede social;

– Cuidado com o golpe do boleto falso. Para fugir de fraudes com boletos falsos, verifique sempre os dados do beneficiário e do pagador, pois eles precisam estar corretos para assegurar que o boleto é verdadeiro. Na dúvida, entre em contato com a empresa para maiores informações;

– Outro golpe comum está relacionado ao contato de golpistas por meio do envio de mensagens falsas ou contatos telefônicos em nome de bancos ou sistemas de pagamento, visando a confirmar os dados pessoais do consumidor com o discurso de estabelecer acesso ou confirmar dados de pagamento. Atenção! Números de documentos, cartão de crédito, senha e código de segurança não são solicitados por empresas idôneas. Ao receber uma notificação de empresa verifique se foi enviado de um endereço legítimo.

Dicas para comprar com segurança

– Instale no seu computador pessoal programas de antivírus e o firewall (sistema que impede a transmissão e/ou recepção de acessos nocivos ou não autorizados) e os mantenha atualizados;

– Não faça as transações em computadores de uso público, garantindo a segurança dos seus dados pessoais e do cartão de crédito;

– Antes da compra, observe os procedimentos e recursos adotados para garantir a segurança da transação. A política de privacidade adotada pelo fornecedor deve ser clara e explícita, assegurando que os dados pessoais e de consumo não sejam divulgados sem o consentimento expresso do consumidor;

– Procure no site a identificação da loja (razão social, CNPJ, endereço, e-mail e telefone fixo). Caso ocorra algum problema, localizar a empresa será fundamental para a solução. Se o fornecedor não possuir essas informações, escolha outro e denuncie, pois a disponibilização dessas informações é obrigatória;

– Procure informações sobre características, preços, valores de fretes, despesas adicionais, prazo de entrega ou execução, condições e formas de pagamento, antes de se decidir pela compra. Essas informações devem constar obrigatoriamente na página;

– Os sites devem deixar claros os meios adequados para que o consumidor exerça o direito de “arrependimento de compra”, que é o cancelamento no prazo de até sete dias;

– Ao confirmar a contratação, imprima ou guarde sob a forma digital todos os documentos que atestem a relação comercial, como número da compra, confirmação do pedido, comprovante de pagamento, contrato ou anúncios;

– Exija a nota fiscal da mercadoria e guarde;

– A qualquer sinal de irregularidade, entre em contato com o fornecedor para registrar a ocorrência e tente resolver o problema. Guarde os números de protocolo e os e-mails trocados com o fornecedor como garantia.

Reclamações

Reclamações podem ser registradas pelo App Procon-ES (Android) ou pelo Fale Conosco, disponível no site www.procon.es.gov.br (iPhone). Os atendimentos presenciais são agendados pelo site. As dúvidas são esclarecidas pelos mesmos canais de atendimento ou pelo telefone 151, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h. É importante guardar a oferta anunciada, bem como a tentativa de compra, por meio das cópias das telas do anúncio e da transação.

 

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação do Procon Estadual
Amanda Ribeiro
(27) 3132-1840
[email protected]

Fonte: Governo ES

Comente Abaixo
Saúde11 minutos atrás

Ocupação de UTIs ultrapassa 71% em hospitais privados de São Paulo

A taxa de ocupação de leitos em unidades intensivas de tratamento (UTIs) destinados a pacientes com covid-19 está acima de...

Policial11 minutos atrás

BPMA apreende arma de fogo durante atendimento de denúncia em Muniz Freire

Uma equipe do 2º pelotão da 4ª CIA do Batalhão de Polícia Militar Ambiental apreendeu um revólver calibre .22 e...

Economia11 minutos atrás

Bolsonaro diz que tentará aumentar faixa isenta do IR para R$ 3 mil até 2022

Reprodução/Youtube Bolsonaro durante sua live semanal nesta quinta-feira (14), ao lado do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello O presidente Jair...

Nacional11 minutos atrás

Vídeo: PM apreende 33 cilindros de oxigênio escondidos em caminhão em Manaus

Reprodução cilindros Em meio à crise no sistema de saúde do Amazonas, com a falta de leitos e de oxigênio,...

Polícia Federal11 minutos atrás

Publicado edital do concurso da Polícia Federal

Foi publicado nesta sexta-feira, dia 15/01, o edital do concurso para os cargos de Delegado, Agente, Escrivão e Papiloscopista da...

Tecnologia11 minutos atrás

Google suspende anúncios políticos até a posse de Biden nos EUA; entenda

Unsplash/ Charles Deluvio Anúncios políticos são cancelados no Google O Google anunciou a seus parceiros que a partir desta quinta-feira...

Tecnologia11 minutos atrás

Instagram pode voltar a mostrar número de curtidas em publicações

Unsplash/Prateek Katyal Curtidas podem voltar a aparecer no Instagram Retirado em julho de 2019, o recurso para exibir o número...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!