conecte-se conosco


Internacional

Príncipe da família real britânica teria apalpado o peito de uma jovem

Publicado

em

O príncipe Andrew, que faz parte da família real britânica, foi acusado de tocar no peito de uma jovem de 16 anos. Na época, ele estava nos Estados Unidos na mansão do bilionário Jeffrey Epstein , que estava preso com acusações de tráfico sexual e foi achado morto na prisão neste sábado (10).

Príncipe Andrew
Reprodução/Instagram/@hrhthedukeofyork
Príncipe Andrew pode ter apalpado jovem de 16 anos

As alegações estavam em uma parcela de documentos judiciais de um caso de difamação envolvendo Ghislaine Maxwell , uma socialite britânica acusada de oferecer meninas menores de idade para Jeffrey e outros homens ricos e famosos.

Ghislaine foi processada por Virginia Giuffre, em 2015. A jovem alegou que a socialite a difamava e que o bilionário para quem a socialite trabalhava a coagiu para que ela tivesse encontros íntimos com o príncipe Andrew .

O Palácio de Buckingham negou as alegações de Virginia e enfatizou que o príncipe não teve nenhum contato sexual com a acusadora. “É enfaticamente negado que o Duque de York [Andrew] tivesse qualquer forma de contato sexual ou relacionamento com [Virginia]. As alegações feitas são falsas e sem qualquer fundamento”, acrescentou a casa real.

Os documentos que estão essas acusações foram arquivados pelo advogado de Virginia contém o depoimento de Joanna Sjoberg, outra mulher que acusou a socialiete e Jeffrey. Em seu depoimento, ela contou como eram tratadas e uma foto que mostra o príncipe com as mãos em volta da cintura de Virginia, que na época tinha 16 anos, corrobora tudo o que foi dito. Os acusados sempre negaram todas as acusações.

Comentários do Facebook
Leia mais:  Brexit: faltam duas semanas para Reino Unido sair da União Europeia
publicidade

Internacional

Irã e Estados Unidos trocam prisioneiros após meses de tensão

Publicado

em

O Irã e os Estados Unidos (EUA) fizeram neste sábado (7) uma troca de prisioneiros, em um avanço diplomático raro entre os dois países. A troca ocorreu em Zurique, na Suíça, e envolveu um investigador sino-americano detido por Teerã e um cientista iraniano detido pelos EUA.

O movimento diplomático ocorre no momento em que o Irã enfrenta fortes sanções impostas pelos norte-americanos e após os recentes protestos no país, que teriam feito centenas de mortos nas últimas semanas.

Representantes iranianos entregaram o investigador Xiyue Wang, detido em Teerã desde 2016. Em troca, os norte-americanos entregaram o cientista Massoud Soleimani, que enfrentava a Justiça federal dos Estados Unidos.

Soleimani, que trabalha na investigação de células estaminais, hematologia e medicina regenerativa, foi detido pelas autoridades norte-americanas e acusado de violar as sanções comerciais aplicadas ao Irã, depois de ter tentado importar “material biológico” para o seu país.

Já Wang tinha sido condenado a dez anos de prisão no Irã por supostamente ter se infiltrado no país e enviado material confidencial para o estrangeiro. Essas acusações são negadas pela Universidade de Princeton e pela família de Xiyue Wang.

Em sua página no Twitter, Donald Trump disse que o cientista norte-americano tinha sido detido durante a administração Obama. Acrescentou que essa troca de prisioneiros comprova que os dois países conseguem chegar a um acordo.

“Obrigada ao Irã por uma negociação muito justa. Vejam, conseguimos chegar a um acordo!”, afirmou o presidente.

*Emissora pública de televisão de Portugal

Edição:

Comentários do Facebook
Leia mais:  Brexit: faltam duas semanas para Reino Unido sair da União Europeia
Continue lendo
Política41 minutos atrás

Patacoadas presidenciais: entre falácias e teorias, Bolsonaro coleciona críticas

arrow-options Antonio Cruz/Agência Brasil Desde o início do governo Bolsonaro, os brasileiros assistem a um aparelhamento ideológico descontrolado. Desde o...

Internacional4 horas atrás

Irã e Estados Unidos trocam prisioneiros após meses de tensão

O Irã e os Estados Unidos (EUA) fizeram neste sábado (7) uma troca de prisioneiros, em um avanço diplomático raro...

Internacional6 horas atrás

Mulher é presa após roubar recém-nascido e vender por R$ 8 mil

arrow-options Reprodução foi Asel Zhapanova, 22 anos, foi condenada a sete anos de prisão pelo crime Em Taraz, no Cazaquistão,...

Internacional6 horas atrás

‘Fora da mesa’: Coreia do Norte se recusa a falar de desnuclearização com os EUA

arrow-options Isac Nóbrega/PR Chanceler norte-coreano disse que estratégia é para beneficiar Trump para as eleições de 2020 O embaixador da...

Internacional6 horas atrás

Manifestantes continuam nas ruas após ataque matar 17 no Iraque

arrow-options Reprodução/Twitter Manifestantes continuaram nas ruas mesmo após ataques de grupo armado Milhares de manifestantes no Iraque continuaram nas ruas...

Entretenimento6 horas atrás

Goiabinha, amigo de Gugu Liberato, tatua o rosto do apresentador

Ver essa foto no Instagram Uma publicação compartilhada por ? ? ? ? ? ? ? ? (@cris.piza) em 7...

Entretenimento6 horas atrás

Anitta é eleita “Mulher do Ano” pela revista GQ

arrow-options Reprodução Instagram Anitta esteve em destaque na revista GQ junto com Fábio Porchat, Guilherme Benchimol e Felipe Neto A...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana