conecte-se conosco



Internacional

Presidente eleito na Argentina comemora decisão do STF: “Lula livre amanhã”

Publicado

em

source
Argentina arrow-options
Reprodução/Twitter/alferdez

Alberto Fernández foi eleito novo presidente da Argentina

Minutos após o Supremo Tribunal Federal ( STF ) ter encerrado o julgamento que pôs fim à condenação em segunda instância  o presidente eleito da Argentina, Alberto Fernández, publicou uma mensagem em sua conta na rede social Instagram afirmando que “valeu a pena a luta de tantos anos. Lula livre amanhã!”.

Leia também: Primeiro ato de Lula após ser solto será em frente à PF de Curitiba

Após saber do resultado da votação, o futuro presidente da Argentina , que assumirá o cargo em 10 de dezembro, se comunicou através do WhatsApp com dirigentes amigos do PT. “Sabemos que ele está muito feliz e satisfeito”, comentou uma fonte do partido, que pediu para não ser identificada.

Durante a campanha, Fernández visitou Lula na prisão, em Curitiba, e em muitos de seus pronunciamentos defendeu a liberdade do ex-presidente brasileiro, a quem considera um preso político. Essa posição foi expressada em seu primeiro discurso como presidente eleito, atitude que foi questionada pelo governo brasileiro e levou o presidente Jair Bolsonaro a decidir não parabenizar Fernández pelo triunfo na disputa com Mauricio Macri , um de seus mais fortes aliados na região. À posse do novo presidente argentino o governo brasileiro enviará o ministro da Cidadania, Osmar Terra .

Leia também: Moro na ‘mira’, apoio da Argentina e nova oposição: os próximos passos de Lula

A tensão entre Bolsonaro e Fernández elevou-se nos últimos dias com a postagem por parte do chefe de Estado brasileiro de informações posteriormente negadas pelas companhias envolvidas sobre a transferência de três empresas da Argentina para o Brasil. O presidente brasileiro pediu desculpas por ter publicado informações incorretas. Paralelamente, a Comissão de Relações Exteriores da Câmara, presidida pelo deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-PT), aprovou uma moção de repúdio ao presidente eleito da Argentina, entre outros motivos, por “ativismo político”.

Leia: Os argumentos de cada ministro do STF no julgamento que mudou entendimento sobre prisão após segunda instância

Nesta sexta-feira (8), começa em Buenos Aires a reunião do Grupo de Puebla, formado em meados do ano no México. Lula integra o grupo com outros 30 dirigentes latino-americanos, entre eles Fernández.

Fonte: IG Mundo

Comentários do Facebook

Internacional

Presidente minimiza aumento de feminicídios no México

Publicado

em


source
homem estende a mão para mulher, que tampa o rosto com as mãos
Agência Brasil

Desde o início do ano, 987 mulheres foram assassinadas, mas pouco mais de 300 dos casos são considerados pelo governo como feminicídios


Desde que a pandemia do novo coronavírus atingiu o México, em abril, o número de casos de feminicídios e denúncias motivadas pelo crime cresceram. No entanto, Andrés Manuel López Obrador, presidente do país, minimizou os números e disse que ligações emergenciais são trotes.

Leia também

Obrador colocou a culpa no regime de governo antecessor ao seu, que se declarava como neoliberal. Segundo o atual presidente, o neoliberalismo instiga a “vitimização” da sociedade mexicana.

“Vou te dar outro fato, que não significa que a violência contra a mulher não exista. Não quero que você me interprete de forma errada. Noventa por cento das chamadas que servem de base para vocês são falsas, isso foi comprovado”, o presidente informou aos jornalistas sobre ligações que denunciam violência contra mulher.

“Não é que as ligações sejam falsas. É que elas não são seguidas por uma investigação completa, então, são consideradas incompletas”, justificou ainda Maria Salguero, que criou um mapa de feminicídio no país. Segundo ela, o maior conflito é que os casos de violência não pararam de acontecer durante a pandemia .

Em março, o governo afirma que recebeu 26.171 ligações que denunciavam violência contra mulheres . Em abril, o número foi de 21.722; no mesmo mês o país registrou 267 mortes por feminicídio. Nem todos os chamados, geralmente realizados por vizinhos da vítima, são atendidos pela polícia.

Desde o início deste ano, o México teve 987 mulheres e garotas assassinadas, mas apenas 308 das mortes são consideradas como feminicídios. A razão disso seria por conta do próprio governo, que registra menores números de mortes causadas pelo crime.

Até aqui, 987 mulheres e garotas foram assassinadas nos quatro primeiros meses de 2020. 308 destes casos foram considerados feminicídios . Mas, para o governo, o número é menor.

Fonte: IG Mundo

Comentários do Facebook
Continue lendo
Nacional10 minutos atrás

Mãe se revolta e esfaqueia órgão genital de suspeito de estupro

  Mulher afirmou que foi até a casa do suspeito e o esfaqueou após descobrir que a filha havia sido...

Nacional16 minutos atrás

São Paulo dobrou número de leitos de UTI desde o início da pandemia, diz governo

Reprodução Twitter Respiradores são fundamentais para a habilitação de novos leitos de UTI O Governador João Doria confirmou nesta sexta-feira...

Internacional21 minutos atrás

Presidente minimiza aumento de feminicídios no México

Agência Brasil Desde o início do ano, 987 mulheres foram assassinadas, mas pouco mais de 300 dos casos são considerados...

Policial26 minutos atrás

Equipe da Cioc apreende entorpecente na Serra

. Na manhã de quinta-feira (04), as equipes da Companhia Independente de Operações com Cães (Cioc) que realizavam patrulhamento tático...

Policial31 minutos atrás

PRF recupera veículo roubado há quatro meses em São Paulo

. O veículo recuperado pela PRF  havia sido roubado em fevererio deste ano, na cidade de Santo André, em São...

Tecnologia46 minutos atrás

Instagram testa novo feed e usuários reclamam; confira

Unsplash/NeONBRAND Instagram testa novo feed O Instagram é uma das redes sociais mais usadas na atualidade e, como todas as...

Esportes51 minutos atrás

Fred chega ao Fluminense, após percorrer 600 km pedalando desde MG

  . O Fred chegou. Depois de pedalar 600 quilômetros entre Belo Horizonte(MG) e a cidade do Rio de Janeiro, o...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!