conecte-se conosco


Nacional

Presidente do PSL de Belford Roxo sofre atentado a tiros na Avenida Brasil

Publicado

em

source
Presidente do PSL de Belford Roxo sofreu atentado arrow-options
Reprodução

Presidente do PSL de Belford Roxo sofreu atentado


O presidente do PSL de Belford Roxo , Júnior Cruz , de 37 anos, sofreu um atentando a tiros, quando estava de carro com a esposa e um amigo, na noite deste domingo. O crime aconteceu na Avenida Brasil , na altura de Acari , na Zona Norte do Rio, por volta das 21h. Tanto Cruz, quanto o amigo e a esposa são policiais militares.

Leia também: Mãe de vítima de Paraisópolis acha que filho não foi pisoteado: “foi chacina”

De acordo com o político, que é pré-candidato a prefeito do município da Baixada Fluminense, o carro em que ele estava foi fechado por um Chevrolet Onix prata. Três homens armados saíram do veículo atirando. Ele tinha acabado de sair de uma reunião com pré-candidatos do Aliança em Belford Roxo e estava a caminho de um outro evento político em Muriqui, na Região da Costa Verde.

“Eles fecharam a gente e desceram do carro em que estavam, um com fuzil e os outros dois com pistolas. Na hora que saíram, minha esposa se ligou e começou a atirar. O pau quebrou, com muitos tiros”, Cruz relembra.

Leia também: Atuação de policiais em Paraisópolis será alvo de apuração, diz comando da PM

O político, que também é assessor do deputado estadual Anderson Moraes (PSL), contou que os bandidos fugiram depois dos disparos. Ele diz que estava sem a arma, já que está licenciado da PM. Cerca de 70 metros depois do local do atentando, os três encontraram uma viatura da Polícia Militar, para quem pediram socorro. Ninguém ficou ferido.

“A parte externa do carro está toda furada e há vários estilhaços de projéteis dentro dele. Juntando os tiros dados de dentro e de fora do veículo, devem ter sido disparadas umas 30 balas”, calcula.

Leia mais:  Bolsonaro suspende a instalação de oito mil radares em estradas

Cruz acredita em crime político para o atentado, já que diz fazer parte da oposição ao governo municipal de Belford Roxo. Ele diz que está sendo vítima de ameaças constantes, inclusive tento dois de seus quatro cachorros mortos há cerca de dois meses.

“Na ocasião, eu cheguei de manhã no canil da minha casa para cuidar dos cachorros e quando vi eles estavam evacuando sangue. Envenenaram os bichinhos. Perdi dois, mas consegui salvar os outros dois”, afirma.

Na manhã desta segunda, Cruz esteve na 30ª DP (Marechal Hermes) para registrar o atentado. A Polícia Civil ainda não divulgou a linha de investigação para o crime.

Comentários do Facebook
publicidade

Nacional

‘É inaceitável a polícia usar força desproporcional e desnecessária’, diz Doria

Publicado

em

source
Doria arrow-options
Governo do Estado de São Paulo

“Não podemos transformar esse episódio num confronto entre polícia e a população e não podemos criminalizar nem a a comunidade e nem a polícia”, diz Doria

O governador João Doria (PSDB) moderou nesta quinta-feira a sua defesa da atuação da Polícia Militar no episódio que culminou na morte de nove jovens em um baile funk na favela de Paraisópolis no último domingo.

Leia também: “A fome me preparou para a dor”, diz jovem que perdeu couro cabeludo em kart

Na segunda-feira, Doria havia afirmado que “nada mudaria” na segurança pública da cidade após a tragédia. Mas após reunir-se com mães de vítimas e receber vídeos de abusos policiais, o governador admitiu a necessidade de melhorias nas operações e a Não podemos transformar esse episódio num confronto entre polícia e a população e não podemos criminalizar nem a a comunidade e nem a políciao”.

– A polícia já foi orientada [após o episódio] para rever protocolos e inibir, se não acabar, qualquer tipo de abuso que possa ocorrer. É inaceitável que a melhor polícia do Brasil use de força desproporcional e desnecessária, sobretudo quando não há reação dos cidadãos. Eu mesmo fiquei muito chocado quando vi as imagens do vídeo de outubro em que um PM agride desnecessariamente jovens saindo de um local fechado – disse Doria, em coletiva nesta quinta-feira no Palácio dos Bandeirantes.

Na quarta-feira, Doria recebeu sete mães de vítimas, dois líderes comunitários de Paraisópolis , além de representantes da Defensoria Pública e da OAB. O governador afirmou que foi questionado por uma das mães, preocupada com sua própria segurança após as críticas à operação policial de domingo. Doria diz ter selado um compromisso de que não haverá reação policial que ameace a segurança dos envolvidos na tragédia.

Leia mais:  Ponto a ponto: veja como foi a primeira parte da sabatina de  Moro no Senado

Leia também: Homem é suspeito de matar filho 27 anos após matar a própria mãe

— Não podemos transformar esse episódio num confronto entre polícia e a população e não podemos criminalizar nem a a comunidade e nem a polícia – afirmou Doria .

Comentários do Facebook
Continue lendo
Política4 minutos atrás

Quase 700 pessoas participam de cantata

O espírito natalino tomou conta da Assembleia Legislativa (Ales) na tarde desta quinta-feira (5). O Plenário Dirceu Cardoso ficou lotado...

Política4 minutos atrás

Serranos são homenageados na Assembleia

O município da Serra é o mais populoso do Espírito Santo, com mais de 500 mil habitantes. Fundada na época...

Estadual1 hora atrás

Coordenadoria do TJES convida para Caminhada pelo Fim da Violência contra as Mulheres

A ação acontece no próximo domingo (08/12), na praia de Camburi. A Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência...

Estadual1 hora atrás

Mulher importunada por cobranças destinadas a uma desconhecida deve ser indenizada

Ela teria recebido mais de 100 ligações, mesmo após informar que não era a pessoa procurada pela empresa. Uma instituição...

Estadual1 hora atrás

TJES lança Processo Judicial Eletrônico na 2ª Instância do Poder Judiciário Estadual

O sistema foi apresentado aos desembargadores em reunião realizada no gabinete da Presidência do Tribunal de Justiça, na tarde desta...

Estadual1 hora atrás

Cliente deve ser indenizada após esperar mais de uma hora para ser atendida em banco

Em decisão, juiz destacou que a conduta apresentada pela empresa foi desrespeitosa e abusiva. Um banco foi condenado a indenizar...

Política1 hora atrás

TCU libera banquetes de luxo em eventos do Supremo com ‘altas autoridades’

Pixabay / Divulgação Lagostas podem entrar para o menu de eventos do Supremo, contato que haja ao menos duas autoridades...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana