conecte-se conosco



Política

Prefeito de Luziânia é afastado do cargo após denúncias de assédio sexual

Publicado

em

source

O Tribunal de justiça de Goiás (TJGO) decidiu afastar Cristóvão Tormin, do PSD, do cargo de prefeito da cidade de Luziânia, município que fica á cerca de 200km de Goiânia, capital do estado.

Leia também: Bolsonaro comenta foto de Olavo de Carvalho em hospital e preocupa fãs

Prefeito de Luziânia discursando em um evento. arrow-options
Reprodução/Prefeitura de Luziânia

O TJGO afastou o prefeito por 120 dias, a vice-prefeita Edna Aparecida Alves de Silveira assume o cargo interinamente.



Após denúncias de importunação sexual, o TJGO afastou o prefeito por 120 dias, com o intuito de proteger as vítimas e evitar intimidações ou interferências durante a investigação dos crimes a ele atribuídos. Mais de uma denúncia de importunação sexual foi feita contra Tormin, com uma das vítimas relatando três situações de assédio, a mais antiga delas teria acontecido em 2016.

Leia também: PGR não vê motivos suficientes para impeachment de Weintraub

Prefeito de Luziânia ao centro, com mais dois apoiadores ao seu lado. arrow-options
Reprodução/Prefeitura de Luziânia

O TJGO afastou o prefeito por 120 dias, a vice-prefeita Edna Aparecida Alves de Silveira assume o cargo interinamente.

A vice-prefeita Edna Aparecida Alves de Silveira (PROS) assume a condução da cidade temporariamente. Além das denúncias de importunação sexual, Cristóvão Tormin também enfrenta denúncias feitas pelo Ministério Público de Goiás (MPGO), que o acusa de improbidade administrativa pela suposta contratação de um funcionário fantasma.

Leia também: Quatro ex-deputados federais acertam bolão e dividem a quina da Mega-Sena

Caso condenado pelo crime de importunação sexual, Cristóvão Tormin ser submetido a pena que varia de 1 a 5 anos de reclusão.

Comentários do Facebook

Política

Projeto limita gastos de membros do Executivo

Publicado

em

.

Tramita na Assembleia Legislativa iniciativa de autoria parlamentar para limitar o gasto do poder Executivo com cartão corporativo e destinar parte desses recursos para o enfrentamento de pandemia no Espírito Santo, como no caso do novo coronavírus. O Projeto de Lei 189/2020 é de autoria do deputado delegado Lorenzo Pazolini (Republicanos). 

Na matéria, o parlamentar propõe que os cartões corporativos pagos pelo Executivo Estadual sejam limitados a 30% do valor médio gasto nos últimos dois anos. O saldo restante deve ser direcionado a ações de prevenção e tratamento de epidemia e/ou pandemia no Espírito Santo.

Pazolini ressalta na justificativa que o objetivo é controlar gastos públicos e priorizar recursos para o enfrentamento de crise, a exemplo do novo coronavírus. “No ano de 2019 foram utilizados o total de R$ 284.213,88 com o cartão corporativo do Governo do Espírito Santo, entre saques, pagamentos e compras. Diante deste número, podemos verificar que a quantia economizada será de grande ajuda para a prevenção e tratamento da pandemia no Estado”, explica o parlamentar no texto do projeto.

O Projeto de Lei está na Secretaria Geral da Mesa e aguarda o despacho da presidência. Já existe pedido de tramitação em urgência para a matéria, ainda sem deliberação. 
 

Comentários do Facebook
Continue lendo
Entretenimento2 minutos atrás

Kelly Key põe shortinho durante quarentena e faz faxina de forma inusitada

Kelly Key está aproveitando mais do que nunca o período da quarentena para cuidar de sua casa. Ela é bastante intensa...

Entretenimento6 minutos atrás

Paolla Oliveira curte dia de sol e beleza natural chama atenção

A atriz está aproveitando a quarentena para relaxar Paolla Oliveira está curtindo a quarentena e aproveitando quase todos os dias...

Mulher55 minutos atrás

Horóscopo do dia: previsões para 9 de abril de 2020

arrow-options Marcelo Dalla O horóscopo do dia apresenta a previsão para o seu signo e ascendente ÁRIES  Velhos conceitos são...

Política9 horas atrás

Projeto limita gastos de membros do Executivo

. Tramita na Assembleia Legislativa iniciativa de autoria parlamentar para limitar o gasto do poder Executivo com cartão corporativo e...

Economia9 horas atrás

Pandemia de Covid-19: consumidores não precisam temer desabastecimento

A Organização Mundial da Saúde decretou, no dia 11 de março, pandemia mundial por conta do novo coronavírus (Sars-Cov-2), o que...

Nacional9 horas atrás

Pronunciamento de Bolsonaro desta quarta é recebido com panelaços

arrow-options Reprodução/Instagram Os dizeres “Fora Bolsonaro” foram projetados em noite de pronunciamento, seguido de panelaços O presidente Jair Bolsonaro (sem...

Nacional9 horas atrás

Covid-19: Restrições à circulação devem seguir critérios técnicos

arrow-options Carlos Moura/ SCO/ STF No entendimento de Toffoli, decretos estaduais e municipais para limitarem o direito de ir e...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana