conecte-se conosco


Saúde

Por que tem dor de dente que surge ou piora à noite? Como se livrar disso?

Publicado

em

Você é daqueles que acham que a dor de dente piora à noite? Há algumas razões para isso. A posição e até o fato de relaxar nesse momento do dia podem estar ligados a essa dor. 

homem com dor de dente arrow-options
shutterstock
Segundo dentista e colunista do iG, o fato de estar deitado favorece o surgimento da dor de dente

Leia também: Sim, é possível perder um implante dental da mesma forma que se perdem os dentes

Quando a pessoa está deitada, por exemplo, o sangue sobe para a cabeça. Esse sangue extra na área pode aumentar a dor e a pressão que as pessoas sentem de uma dor de dente .

Outra razão pela qual muitas dores ficam piores à noite é porque há menos distrações. Com pouco mais para se focar além da dor de dente não conseguimos dormir. 

No entanto, existem algumas alternativas que podem ajudar as pessoas a encontrar alívio e dormir melhor . Dr Bruno Puglisi cita algumas maneiras caseiras de tentar aliviar essa dor: 

Leia também: 8 hábitos que prejudicam seus dentes

Medicação para dor 

Medicações para dor oral pode ajudar a tratar uma dor de dente à noite.

Tomar medicamentos, como parecetamol ou ibuprofeno e dipirona, é uma maneira rápida e simples para muitas pessoas reduzirem  as dores de dente leves e moderadas. Entretanto, é preciso estar sempre atento a pacientes alérgicos a tais medicamentos e manter a dosagem recomendada na embalagem.

Se a dor de dente for grave, é melhor consultar um dentista e conversar com ele sobre analgésicos mais fortes.

Compressa fria

A aplicação de um saco de gelo enrolado em uma toalha no lado afetado do rosto  ajuda a contrair os vasos sanguíneos na área, o que pode reduzir a dor para permitir que uma pessoa adormeça.

Leia mais:  “É tumor e vai nascer na terça”, diz mulher sobre câncer confundido com gravidez

A aplicação de uma compressa fria na área por 15 a 20 minutos  antes de dormir também pode ajudar a prevenir a dor

Elevação da cabeça

O acúmulo de sangue na cabeça pode causar dor e inflamação adicionais. Para algumas pessoas, elevar a cabeça com dois travesseiro pode aliviar a dor o suficiente para adormecer.

Pomadas anestésicas

Essas pomadas também podem ajudar a reduzir a dor de dente. Pomadas anestésicas que contêm ingredientes como benzocaína podem adormecer a área. No entanto, a benzocaína não é adequada para uso por crianças pequenas.

Enxágue com água salgada

Um simples enxágue com água salgada é um remédio caseiro comum para dor de dente. A água salgada é um agente antibacteriano natural, por isso pode reduzir a inflamação.

Leia também: Enxaguante bucal com álcool ou sem, qual deles devo usar?

Bochecho com água oxigenada 10 vol

A periodontite é uma infecção gengival grave que geralmente ocorre como resultado de falta de higiene bucal. Pode causar problemas como dor, sangramento na gengiva

As pessoas devem sempre diluir a água oxigenada 10 vol em água e bochechar – não engolir. E não usar diariamente , apenas numa emergência. Este remédio não é adequado para crianças, pois existe o risco de engolir acidentalmente a mistura.

Chá de menta

Tomar chá de menta ou chupar saquinhos de chá de menta também pode ajudar a aliviar temporariamente a dor de dente.

A menta contém compostos antibacterianos e antioxidantes . O mentol, um ingrediente ativo da hortelã, também pode ter um efeito anestesico leve em áreas sensíveis.

Cravo

O eugenol, que é um dos principais compostos do cravo- da- índia , pode reduzir a dor no dente. Ele atua como analgésico, o que significa que anestesia  a área. Para usar o cravo para dor de dente, mergulhe o cravo em água e amasse-o, fazendo uma pasta. Em seguida, aplique a pasta no dente 

Leia mais:  11 possíveis razões pelas quais você sente dor ao fazer cocô

Como alternativa, mastigar ou chupar suavemente um único cravo-da-índia e permitir que ela fique próxima ao dente dolorido pode ajudar a aliviar a dor.

Essas são apenas algumas dicas emergenciais quando a pessoa não tem como consultar um profissional. Entretanto, não deixe a dor de dente tirar seu sono no dia seguinte, procure o seu dentista imediatamente.

Comentários do Facebook
publicidade

Saúde

Arenavírus: pessoas que tiveram contato com paciente são monitoradas

Publicado

em

O Ministério da Saúde (MS) tranquilizou a população sobre a transmissão de febre hemorrágica no país. Em entrevista à imprensa nesta terça-feira (21) para esclarecer a morte de um paciente pela doença em São Paulo, o secretário substituto da Secretaria de Vigilância Sanitária do Ministério da Saúde, Júlio Croda, disse que a maior preocupação tem sido com os profissionais de saúde que tiveram contato direto com a vítima, um morador de Sorocaba, no interior do estado. “Neste momento, não existe preocupação de transmissão à população geral. A gente sabe que isso é uma transmissão eventual”, disse Júlio Croda.

“O risco maior de adquirir a infecção é a pessoa entrar em contato com alguma secreção do paciente. Nosso monitoramento está sendo realizado nos profissionais de saúde e seus familiares. Por enquanto nenhum contactante apresentou sintomas”. Cerca de 100 a 150 pessoas se enquadram nesse perfil. Caso a situação não se altere, o monitoramento será encerrado dia 3 de fevereiro, 21 dias após seu início. O paciente, cuja identidade foi mantida em sigilo, faleceu 12 dias após a internação, ocorrida em 30 de dezembro. 

Funcionários de três hospitais e três laboratórios estão sendo monitorados. Existem níveis diferentes de risco, sendo considerado o mais alto aquele no qual pessoas tiveram contato com secreções do paciente sem equipamento de proteção e profissionais responsáveis pela necrópsia. Além disso, outra ação planejada é ir aos lugares onde essa vítima passou e identificar se há relatos de roedores silvestres nesses locais, transmissores do vírus.

O arenavírus, do gênero Mammarenavírus, da família Arenaviridae, só foi diagnosticado como causador da doença após a morte do paciente. Na apresentação dos primeiros sintomas, acreditou-se se tratar de febre amarela, mas, após a evolução de outros sintomas, essa possibilidade foi afastada. “Por conta de ser um caso inusitado, foi coletado material para um exame especial, que pode identificar diferentes vírus. E foi identificado o arenavírus”, detalhou Croda.

Leia mais:  Prazo para inscritos do Mais Médicos se apresentarem nos municípios termina hoje
O diretor do departamento de vigilância das doenças transmissíveis do ministério da saúde, Júlio Croda,  esclarece dúvidas sobre arenavírus

O diretor do departamento de vigilância das doenças transmissíveis do ministério da saúde, Júlio Croda, esclarece dúvidas sobre a febre hemorrágica – Wilson Dias/Agência Brasil

Transmissão

Originalmente, o arenavírus pode ser encontrado em roedores silvestres e sua transmissão a seres humanos se dá por contato com saliva, urina ou fezes desses animais. Mas nem entre esses roedores a presença do vírus é considerada frequente. 

O arenavírus não era identificado no país havia mais de 20 anos. O primeiro caso ocorreu em 1990, também no estado de São Paulo. A vítima havia viajado ao município de Cotia, no interior do estado, antes de apresentar os sintomas e, posteriormente, falecer.

O segundo caso foi derivado do primeiro, quando um técnico de laboratório foi infectado acidentalmente enquanto manipulava uma amostra coletada da primeira vítima. Esse técnico de laboratório, no entanto, sobreviveu. Um terceiro caso identificado no Brasil ocorreu em 1999, em um morador da área rural do Espírito Santo do Pinhal, no estado de São Paulo. Após sete dias de internação, faleceu.

Sintomas

A doença inicia com febre, mal-estar, dores musculares, dor de estômago, nos olhos, dor de cabeça, tonturas, sensibilidade à luz e constipação. Com a evolução da doença, pode haver comprometimento neurológico, manifestado por sonolência, confusão mental, alteração de comportamento e convulsão.

Edição: Aline Leal
Fonte: EBC Saúde

Comentários do Facebook
Continue lendo
Nacional41 minutos atrás

Quarta quente e com chances de chuva em São Paulo

arrow-options shutterstock Previsão do tempo para São Paulo é de tempo nublado A previsão do tempo para esta quarta (22)...

Nacional41 minutos atrás

Sem banho e alimento: saiba como é a vida de quem vive nas calçadas de São Paulo

arrow-options Rayanne Albuquerque / Repórter iG Eliana Toscano é ex-moradora de rua. Hoje trabalha atendendo a população em situação vulnerável...

Política6 horas atrás

‘Acredito em príncipe encantado’, diz Damares Alves sobre busca por marido

arrow-options Divulgação/Presidência da República Ministra Damares Alves A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos , Damares Alves...

Nacional6 horas atrás

Criminalizar Glenn Greenwald é escalar rumo ao autoritarismo, defendem advogados

arrow-options Aloisio Mauricio/Fotoarena/Agência O Globo – 27.8.19 Jornalista Glenn Greenwald foi denunciado pelo MPF A denúncia do Ministério Público Federal...

Nacional6 horas atrás

Brasil volta a registrar morte por febre hemorrágica após 20 anos

arrow-options iStock Febre hemorrágica atinge Brasil após 20 anos. A febre hemorrágica não era diagnosticada no país havia mais de...

Agricultura7 horas atrás

Novo episódio do Mapacast fala sobre Programa Nacional de Controle de Resíduos e Contaminantes em Produtos de Origem Vegetal

O coordenador-geral de Qualidade Vegetal, Hugo Caruso, fala sobre o Programa Nacional de Controle de Resíduos e Contaminantes em Produtos...

Esportes7 horas atrás

Palmeiras vence Santos na Copa Santiago

O Palmeiras derrotou o Santos nesta terça (21) por 3 a 0 em jogo válido pelo grupo B da 32ª...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana