Connect with us

Polícia Federal

Polícia Federal desarticula esquema de fraudes contra o INSS no interior da Bahia

Published

on


Salvador/BA – A Polícia Federal, em ação conjunta com a Coordenação-Geral de Inteligência Previdenciária e Trabalhista (CGINT) do Ministério do Trabalho e da Previdência, integrantes da força-tarefa previdenciária, deflagrou nesta terça-feira (22/3) a OPERAÇÃO MARCO REVERSO, que visa desarticular esquema de fraudes executadas em detrimento da Previdência Social, protagonizadas por servidor público federal nas Agência da Previdência Social de MUTUÍPE/BA e AMARGOSA/BA, possivelmente em parceria com uma advogada atuante na área previdenciária.

Estão sendo cumpridos quatro mandados de busca e apreensão, sendo dois em SANTO ANTÔNIO DE JESUS/BA e dois em AMARGOSA/BA, expedidos pela Justiça Federal em Jequié/BA, que decretou também o afastamento das funções públicas do servidor do INSS.

Conforme apurado, pelo menos desde 2016, o servidor público vem realizando concessões de benefícios, mediante inserções de períodos de atividades, urbana e ou rural, suspeitos de serem fictícios, nos sistemas informatizados da Previdência Social, bem como realizando agendamentos e antecipações de atendimentos em desacordo com as normas da Autarquia Previdenciária.

As investigações apontam que o servidor do INSS realizava os atendimentos em detrimento do sistema de agendamento do INSS, burlando a impessoalidade e atuando indevidamente nos processos.

Ademais, as concessões ocorriam principalmente em reabertura de processos administrativos de benefícios indeferidos anteriormente, mediante a inserção de dados fictícios. Dessa forma, os benefícios, ao serem deferidos, geravam pagamentos retroativos em valores altos, em parcela única, com grande prejuízo à Autarquia Federal.

A suspeita é de que a concessão indevida dos processos beneficiava especialmente os clientes de uma advogada com atuação na área previdenciária na região de SANTO ANTÔNIO DE JESUS/BA, MUTUÍPE/BA e AMARGOSA/BA. Os valores decorrentes dos citados pagamentos indevidos eram, em sua maioria, transferidos pelos segurados à citada advogada.

O prejuízo estimado aos cofres púbicos até o momento supera os R$ 3 milhões, relativos a 47 benefícios com constatação de fraude, números estes que, com o avançar das investigações, poderão se revelar muito superiores.

Os envolvidos podem responder por diversos crimes, dentre eles, estelionato previdenciário (art. 171, §3º do CPB) e inserção de dados falsos em sistema informatizado (313-A do CPB).

Comunicação Social Polícia Federal na Bahia

[email protected] | www.pf.gov.br

Contato: (71) 3319-6002

Comente Abaixo
Política12 minutos ago

TSE amplia prazo para análise do código-fonte das urnas eletrônicas

Reprodução TSE amplia prazo para análise do código-fonte das urnas eletrônicas O ministro Edson Fachin, em seu último dia como...

Mulher12 minutos ago

Susana Naspolini usa touca gelada na quimioterapia para manter cabelo

Reprodução/Instagram Susana Naspolini faz tratamento contra o câncer no osso da bacia A jornalista Susana Naspolini voltou a lutar contra...

Tecnologia12 minutos ago

Game Pass recebe Immortals Fenyx Rising em 2ª leva de agosto

Divulgação Game Pass tem novos jogos O Xbox Game Pass divulgou sua segunda leva de títulos para o mês de agosto. O maior destaque...

Mulher12 minutos ago

Criança de 2 anos mata cobra com mordida

Reprodução jornal The Sun A criança passa bem e se recupera em casa Segundo o jornal britânico The Sun, uma...

Economia12 minutos ago

Estados têm arrecadação menor em julho após teto do ICMS

FreePik Estados têm arrecadação menor em julho após teto do ICMS A variação de arrecadação do ICMS (Imposto sobre a...

Internacional12 minutos ago

Menino passa por cirurgia para tirar brinquedo da garganta após 5 anos

Reprodução/ Sunrise menino passa por cirurgia para remover um brinquedo de plástico na Australia Um menino de oito anos passou...

Internacional42 minutos ago

Após injeção mal calculada, preso tem execução mais longa da história

Torange-PT/Creative Commons Acredita-se que Joe Nathan James, 49 anos, tenha sofrido a mais longa execução na história dos EUA No...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana